A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Chines_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Francais_ Grego_ Italiano_ Portugues_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçeçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020 | of 2021 | of 2022 | of 2023

(pt) Germany, Berlin, die plattform: O dia 8 de março está chegando e os preparativos estão em andamento em todo o mundo para um forte dia de luta das mulheres! (ca, de, en, it, tr)[traduccion automatica]

Date Mon, 13 Mar 2023 07:58:30 +0200


Enquanto alguns afirmam que a luta do feminismo não é mais necessária e que o patriarcado é nossa imaginação, não se passa um dia sem que mulheres*, lésbicas, transgêneros ou intersexuais (FLTI) não sejam vítimas de violência sexual, feminicídio, misógino, trans ou insultos homofóbicos e outras formas de opressão são afetados. Muitas vezes, as mulheres* ainda recebem menos do que seus colegas do sexo masculino pelo mesmo trabalho (diferença salarial entre gêneros) e têm piores oportunidades de carreira com as mesmas qualificações. Muitas profissões "femininas", por exemplo, no cuidado, são pagas menos e depois do trabalho as mulheres* ainda fazem a maior parte do trabalho reprodutivo não remunerado, como por exemplo criar filhos, cuidar da casa, cuidar emocional e cuidar de parentes.
Modelos clericais-fascistas, como estão mais do que presentes para nós hoje, através dos esforços revolucionários no Irã, iniciados por mulheres*, que depois de mais de 40 anos de opressão estatal disseram "Pare!" e iniciaram um movimento na frente do qual o homem só pode tirar o chapéu. Nossa solidariedade e apoio aqui no local é o mínimo que temos para contribuir com isso.
Não esquecidas estão as mulheres* no Afeganistão, que estão experimentando uma reação reacionária que dificilmente poderia ser mais desumana.

Nos EUA, vimos uma decisão reacionária que privou as mulheres* de seu direito ao aborto, um direito fundamental de autodeterminação.
Também na Alemanha, o aborto ainda é crime (livre-se da Seção 218 do Código Penal!), mas não é processado. Portanto, há cada vez menos médicos em toda a Alemanha que permitem que as mulheres grávidas tomem suas próprias decisões sobre suas vidas nessa área!

As lutas no Irã nos mostram que com o início das ondas de greves em todo o país, os governantes tiveram problemas, ou seja, o meio da greve é também o meio de melhorar as condições das mulheres* aqui no local e ir além delas.
Como anarcofeministas, defendemos o desejo de superar completamente o patriarcado e seus envolvimentos de dominação com o capitalismo.

Não ao patriarcado, ao estado e ao capital!

Por um comunismo libertário!

https://berlin.dieplattform.org/2023/02/27/der-8-maerz-steht-vor-der-tuer-und-weltweit-laufen-die-vorbereitungen-fuer-einen-starken-frauenkampftag/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe https://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt