A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020 | of 2021

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) cnt.es: 100 anos com Kropotkin. Kropotkin vivo (ca)[traduccion automatica]

Date Sun, 21 Feb 2021 11:52:31 +0200


Este ano de 2021 marca o centenário do desaparecimento físico do cientista, pensador e revolucionário Piotr Kropotkin (1842-1921). Se nos limitamos a falar em desaparecimento físico, é porque seu legado ainda é válido hoje. Em uma época em que o darwinismo social ainda está na ordem do dia, seu importante estudo de apoio mútuo, a ideia de que é a cooperação entre indivíduos de uma ou de espécies diferentes que explica sua sobrevivência, e não a competição, é uma referência indesculpável. ---- O apoio mútuo tem consequências que extrapolam o campo da evolução natural, pois situa esse instinto de solidariedade mútua na gênese da ética. Por esta razão, Kropotkin não hesitou em identificá-lo como o pilar básico de toda sociedade humana harmoniosa. Como compromisso de solidariedade, o apoio mútuo não só tornaria qualquer forma de Estado evitável, mas também contraproducente, porque restringiria o desenvolvimento natural dos indivíduos. Tal ineficácia, por sua vez, implicaria que não haveria propriedade privada a proteger, mas, ao contrário, o trabalho comum e a distribuição eqüitativa de bens impediriam o individualismo e o utilitarismo, verdadeiros solventes sociais.

Mas o que realmente diferencia Kropotkin de tantos sábios contemporâneos, verdadeiros ratos de biblioteca e de laboratório, é a consistência com que ele defendeu suas idéias, o que o levaria a renunciar a uma vida de luxo e conforto, e sofrer prisão e exílio. O que certamente não interrompeu sua atividade intelectual. Essas penas estimularam diversas reflexões sobre a natureza punitiva do Estado e seus meios de corromper física e moralmente os seres humanos.

Não há dúvida sobre o vigor das ideias de Kropotkin, surge a questão de como reivindicá-las junto à Confederação Nacional do Trabalho, organização sindical ancorada por definição e por necessidade na época. É uma questão que transferimos para a militância enquanto nos lembramos de outro clássico, que alertava para a importância de "barbear os nossos veneráveis homens santos", ou seja, reconhecer seu papel de pioneiros e adaptar seus ensinamentos. O desafio permanece.

https://www.cnt.es/noticias/100-anos-con-kropotkin-kropotkin-vivo/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center