A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Chile] A 12 anos de seu assassinato: Companheira Claudia López ? Presente!

Date Mon, 13 Sep 2010 09:19:07 +0200


No dia 11 de setembro de 1998, Claudia López [1] foi assassinada pelas costas pela
polícia, quando lutava nas barricadas do povoado La Pincoya, em Santiago do Chile.
Todo estes dias havia combatido encapuzada na luta nas ruas que se impulsionava
contra o Estado e o Capital, em um novo aniversário do golpe terrorista de 1973. As
balas que nesta noite tiraram a sua vida, e a de outro jovem proletário deste
povoado, foram disparadas pelas mesmas armas da ditadura e as mesmas armas da
democracia: as balas dos defensores da exploração capitalista e da destruição do
planeta.
Companheira inesquecível, caiu em combate em meio as chamas libertárias, em sua
última dança [2] de guerra. E sua lembrança que é memória subversiva, se somou a
outros jovens combatentes que nos animam a seguir lutando: os irmãos Vergara, Ariel
Antonioletti, Johnny, Alex, Matías, Mauricio Morales e tantos outros queridos
companheiros e companheiras.

Quando sua morte nos encheu de dor neste lutuoso 11 de setembro de 1998, muitos
correram a proclamar quem eram seus companheiros e seus amigos, para ver se podiam
tirar alguma fatia do capital político de sua morte, já que em vida ela era uma
incontrolável. Mas se esqueceram rápido de tudo, como uma paixão de primavera. Os
que deram declarações e até disseram que ela era militante de um Partido
político-militar, delirando para levar água ao seu quase seco moinho. Mas sua
rebeldia não se enquadrava em Partidos nem Frentes, como disse sabiamente em um
poema um companheiro. E isso não quer dizer que ela não estava comprometida com a
luta, decidida a enfrentar a polícia e a coordenar-se com seus iguais, com seus
afins na resistência das ruas.

Uns poucos que durante um tempo encheram a boca com ela, se esqueceram logo. E
ninguém os viu em 2008, quando se desenvolveram uma série de atividades no
aniversário dos 10 anos de seu assassinato. Mas, sim, se viu em plenas ruas nas
marchas ou com a cumplicidade da noite, seus verdadeiros amigos e companheiros, que
nunca te esquecemos. E estas palavras não são para reivindicar uma fictícia seita
dos que te conhecemos, já que há muitos que sem ter compartilhado contigo, são e
serão seus companheiros. Te levam em suas camisetas, em seus panfletos e em suas
armas, na ofensiva contra a autoridade.

E a luta segue, por ti e por todos os caídos, os prisioneiros e os perseguidos. Em
um novo aniversário de sua morte não acendemos velas, levantamos barricadas com o
fogo da revolta, a revolta que é reproduzível e contagiosa.

Juventude Combatente, Insurreição Permanente!

"Porque nenhuma cadeia será perpétua, e nenhum cárcere de "alta segurança" para os
sonhos dos grilos e as esperanças da cigarra. Porque estes óvulos subversivos e
embaralhados, darão luz a próxima barricada!"

Companheira Claudia López - Presente!

Juventude Combatente, Insurreição Permanente

Pelo combate internacional contra o Estado e o Capital aqui e agora, sem etapas, sem
chefes, sem heróis nem mártires!

Liberdade aos Presos Políticos, do $hile e do mundo!

Que viva a Anarquia!


Rojoscuro


[1] Cláudia López foi uma jovem militante anarquista chilena, estudante do curso de
dança da Universidad de Humanismo Cristiano, que há 12 anos atrás, durante um
protesto pelo 25º aniversário do golpe fascista de Pinochet, foi assassinada com uma
bala pelas costas, disparada pelos Carabineros na povoação de La Pincoya em
Santiago, no Chile.
[2] Vídeo de um espetáculo de dança de Claudia López:
- http://www.youtube.com/watch?v=X0DVDmSpZns&feature=player_embedded#!

agência de notícias anarquistas-ana

_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt


A-Infos Information Center