A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Português_ Russkiy_ Serbo-croatian_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours

Links to indexes of First few lines of all posts of last 30 days | of 2002 | of 2003
| of 2004

(sup) (pt)actualização do site http://www.franciscotrindade.com

From Worker@ainfos.ca, a-infos-pt@ainfos.ca
Date Thu, 9 Sep 2004 14:51:47 +0200 (CEST)


________________________________________________
A - I N F O S N E W S S E R V I C E
http://www.ainfos.ca/
http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Com a introdução de um novo texto intitulado
O Modelo de Organização da Sociedade
Segue-se excerto do texto que pode ser lido na íntegra em
http://www.franciscotrindade.com.
Responsável técnico máximo, como de costume
José Carlos Fortuna.
Proudhon elabora um modelo de autogestão operária da produção. Os
princípios sobre os quais se funda este modelo são os seguintes: todos os
operários são co-proprietários; todas as funções são electivas e as
regulamentações são submetidas à aprovação dos associados; todos têm o
direito de preencher todas as funções; os salários são apropriados à
natureza da função. Quanto à agricultura, Proudhon opta pela propriedade
individual e pela formação de comunas rurais, encarregadas de repartir a
terra entre aqueles que a cultivam e de a reunir em vista da cooperação e
em função da utilidade social. Os trabalhadores associados nas unidades
produtivas de base (empresas autogeridas, comunas rurais) constituem as
células de base da federação agrícola-industrial, onde a propriedade dos
meios de produção é devolvida por sua vez à organização da sociedade
económica no seu conjunto, a cada região, a cada associação de
trabalhadores e a cada trabalhador. A federação agrícola-industrial
permite deste modo reorganizar as estruturas produtivas sob o controle
dos trabalhadores associados, numa pluralidade de reagrupamentos
autónomos de base, solidários pelo laço federal. Este tipo de organização
da economia e da sociedade permite realizar aquilo que chamamos hoje em
dia uma planificação democrática descentralizada, quer dizer fundada
sobre as necessidades das comunidades territoriais e funcionais.

Saudações proudhonianas
Até breve
Francisco Trindade




********
The A-Infos News Service
News about and of interest to anarchists
********
COMMANDS: lists@ainfos.ca
REPLIES: a-infos-d@ainfos.ca
HELP: a-infos-org@ainfos.ca
WWW: http://www.ainfos.ca
INFO: http://www.ainfos.ca/org

To receive a-infos in one language only mail lists@ainfos.ca the message
unsubscribe a-infos
subscribe a-infos-X
where X = en, ca, de, fr, etc. (i.e. the language code)