A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Português_ Russkiy_ Serbo-croatian_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours

Links to indexes of First few lines of all posts of last 30 days | of 2002 | of 2003
| of 2004

(sup) (pt) Dialéctica Igualdade - Liberdade

From "Francisco Trindade" <ft@franciscotrindade.com>
Date Sun, 15 Aug 2004 10:27:46 +0200 (CEST)


________________________________________________
A - I N F O S N E W S S E R V I C E
http://www.ainfos.ca/
http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Apresentamos a Actualização de Agosto do site
http://www.franciscotrindade.com
Com a introdução de um novo texto intitulado
A Dialéctica Igualdade - Liberdade
Procurar pelo link Novidades
Segue-se excerto do texto que pode ser lido na íntegra em
http://www.franciscotrindade.com.
Responsável técnico máximo, como sempre
José Carlos Fortuna.

Na divisa deste acontecimento fundador que foi aos seus olhos "a gloriosa
Revolução Francesa", Proudhon sempre colocou no mesmo plano a igualdade e
a liberdade. Desconfia em compensação da fraternidade, substituindo-a por
aquilo que hoje em dia chamamos solidariedade; mas essa temática não é o
objecto de estudo deste trabalho.
Tomando os dois primeiros termos, um axioma do liberalismo político -
nomeadamente em Tocqueville - coloca entre os dois uma contradição
teórica insuperável. Egoisticamente agarrado à liberdade da qual se diz
"propenso a adorar", o autor da "Democracia na América" reconhece na
tendência em direcção à igualdade uma característica fatal das sociedades
pós-revolucionárias. Mas ele não a ama, nem tem medo. Para ele a
igualdade não pode ser outra coisa que nivelamento, esmagamento das
diferenças que são a garantia de todas as liberdades. Perigo que
largamente está presente naquilo que observa à sua volta.
É também que, falando dos homens de 89 e dos seus sucessores, o
aristocrático lúcido escreve: "Eles queriam ter sido livres para se
fazerem iguais, e à medida que a igualdade se estabelecia mais com a
ajuda da liberdade, tornava a liberdade mais difícil" (69). Repare-se que
não fala de justiça nesta consideração. A dificuldade reside na
localização da causa dum tal desvio.
Subjacente ao texto citado - e a tantos outros com a mesma ressonância -
há a convicção que a igualdade, sendo contrária à natureza humana, a sua
instauração e a sua manutenção não são susceptíveis de se realizar a não
ser pela violência. Somente um poder implacável poderia reduzir o
funcionamento benéfico das diversidades, de tal modo que nenhuma
personalidade poderia emergir do conjunto, mas suprimindo do mesmo golpe
estas personalidades. Claro que devemos esforçar-nos por reduzir as
desigualdades excessivas. Em conclusão, não é possível suprimi-las sem
terríveis perdas.
O ponto de vista de Proudhon (que conhece mal Tocqueville) é totalmente
oposto. Também ele afirma, uma paixão pela liberdade e abomina "a
uniformidade beata e estúpida" (70). É inútil insistir longamente neste
ponto. Sabemos que toda a sua obra em germe se encontra aqui nesta
memória, "O que é a Propriedade?" sendo a ideia directriz que a liberdade
proclamada ficará um engodo enquanto que a igualdade não puder ser
instaurada por uma mudança radical do direito de propriedade. O poder
político, não terá nunca outra função que manter as desigualdades ditas
"naturais" em proveito dos interesses em jogo. Encontramo-nos no âmago da
questão.


Saudações proudhonianas
Até breve
Francisco Trindade




********
The A-Infos News Service
News about and of interest to anarchists
********
COMMANDS: lists@ainfos.ca
REPLIES: a-infos-d@ainfos.ca
HELP: a-infos-org@ainfos.ca
WWW: http://www.ainfos.ca
INFO: http://www.ainfos.ca/org

To receive a-infos in one language only mail lists@ainfos.ca the message
unsubscribe a-infos
subscribe a-infos-X
where X = en, ca, de, fr, etc. (i.e. the language code)