A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe

Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

Contribuir para a-infos

A VISÃO de A-INFOS

SUBSCREVA!
Notícias em português

OU


Descubra as Opções OPTIONS
um serviço de notícias multilingue de, para e sobre anarquistas **

Propusemo-nos
ser os escribas do povo.
Do outro lado da história
a história começou.
E terá novos autores....
Esperneia!
Também nós esperneamos


Descubra as Opções disponíveis.
Há diversas listas por idiomas, listas de diferentes projetos e várias formas de entrega.
Dê uma olhada a Mailman a central automática de e-mail de A-Infos...

Na luta por uma sociedade livre, distribuímos notícias e artigos em várias linguas, cobrindo uma vasta área temática.
Que vai desde as lutas laborais, ambientais e anti-imperialistas até ao combate ao racismo, sexismo e homofobia. .

lots of work to do

A-INFOS-ORG

As listas de A-Infos são autogeridas democraticamente por um coletivo organizado internacionalmente. Saiba como participar. Incentivamos especialmente as mulheres, pessoas de lingua não-inglesa e aqueles que vivem fora da Europa e da América do Norte. Veja a lista das nossas atuais diretrizes.

A VISÃO de A-INFOS

O projecto A-Infos é coordenado por um colectivo internacional de activistas revolucionários, anti-autoritários, anti-capitalistas, envolvidos na luta de classes, que entendem como uma luta social total.

São pessoas que se consideram a si próprias anarquistas revolucionários, anarco-comunistas, comunistas libertários e outros que defendem opiniões semelhantes embora usem outros nomes.

A-Infos está organizado por pessoas que assumem o anarquismo como teoria social; que uma revolução é necessária para obtermos uma nova ordem social, sem classes, a qual só poderá ser levada a cabo pela grande maioria dos trabalhadores.

O tipo específico de anarquismo ao qual nos referimos e que promovemos é o anarquismo dos companheiros de Haymarket e dos que foram perseguidos por Carlos Marx durante a Primeira Internacional por criticarem o seu autoritarismo e elitismo, o seu desprezo vanguardista pelas massas assalariadas.

NÃO apoiamos o tipo de anarquismo proposto por alguns pseudo-modernistas e pseudo-"revolucionários" que consideram ser a actividade simbólica substituto das lutas das gentes, do povo; nem o anarquismo de "humanistas" que dão igual ou maior importância a outras tarefas que não à da abolição do sistema capitalista.

O trabalho de A-Infos não está baseado no egoísmo e no egocentrismo, no individualismo, primitivismo, no "capitalismo livre sem estado" ou num estado sem capitalismo livre -- os quais são contra a ordem capitalista vigente mas não oferecem uma nova ordem social de liberdade, de igualdade e de solidariedade.

Não basta que os indivíduos e grupos usem a etiqueta anarquista para que seus textos sejam distribuídos por A-Infos.

Na luta pela sociedade livre, nós distribuímos notícias e artigos em várias línguas, cubrindo um largo espectro de áreas de luta. Isto inclui frentes de trabalho e focos de luta como a batalha contra o racismo, o sexismo e a homofobia.

A-Infos também distribui notícias sobre indígenas anti-colonialistas em luta contra os colonizadores, contra a ocupação e marginalização, assim como também de anti-nacionalistas e de anti-regionalistas separatistas, pois os trabalhadores não têm país, o mundo é um só e NÃO têm exércitos.

A-Infos é uma agência noticiosa especializada, ao serviço do movimento revolucionário de activistas anti-capitalistas envolvidos nos diversos tipos de lutas sociais contra as classes capitalistas e este sistema social.

A-Infos não é um serviço "liberal", aberto, que distribui qualquer coisa que nos seja simpática -- A-Infos não é Indymedia. È o primeiro utensílio de distribuição livre para informar ácerca de colectivos anarquistas (e de outros anti-autoritários revolucionários) que participam na luta.

Os apoiantes e trabalhadores de A-Infos NÃO pensam que são os únicos que decidem quem, no campo do anarquismo social, é um anarquista "real" ou não é. Porém, como os recursos são limitados, temos o direito e a obrigação de escolher (autonomamente) o que distribuímos, o que achamos melhor de entre as várias contribuições e contribuídores.

A liberdade de associação do Colectivo A-Infos está baseada no reconhecimento de que ela não significa nada sem a liberdade de não se associarem, se os trabalhadores e colaboradores assim o entenderem.

A-Infos tem um papel a desempenhar no movimento anarquista mundial. Informação é fortalecimento. A-Infos contribuí para criar um entendimento no movimento internacional. A-Infos é uma extensão das poucas ferramentas organizadoras internacionais do movimento de modo e com a finalidade de lhe ser útil e não um serviço noticioso gratuito para todos.

A-Infos não se limita a ser uma ferramenta interna do movimento. Tal como o FAQ anarquista, também o apresenta ao público em geral e a uma nova geração, tratando de instruí-los sobre os aspectos internacionais do movimento.

A-Infos é uma agência de notícias anarquista autónoma e não é caixa de ressonância de determinado movimento social. Mesmo quando autoproclamados anarquistas (e mesmo que o sejam realmente) estão envolvidos, não existe garantia de que A-Infos distribuirá as suas contribuições. Mesmo que simpatizemos com os movimentos, isso não garante que os artigos sejam colocados.

A-Infos distribui as notícias e as análises que os trabalhadores querem partilhar com a comunidade mundial de activistas anti-autoritários -- principalmente notícias enviadas por colectivos anti-autoritários e relatos àcerca da acção directa na luta social quer por acivistas, quer por outras pessoas que lutam nas suas vidas diárias.

Quem não esteja satisfeito com o serviço que fornecemos, use os serviços de outros ou construa os seus meios próprios.

A-Infos é um instrumento de organização e de informação do movimento -- não é apenas "notícias por, para e ácerca de anarquistas".

Search ainfos with Google.com

we


Últimos títulos:

(pt) France, Alternative Libertaire AL #287 - Gêneros: Na França, intersex ainda rima com mutilações (en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Tue Oct 23 05:02:58 GMT 2018

Em setembro, o intersexo e o coletivo Aliado (CIA) lançou a primeira campanha para impedir mutilações de crianças e adolescentes intersexuais ; na França, quase 2 % dos nascimentos seriam afetados, e muitas pessoas ainda sofrem violência médica. ---- Intersexuação é a apresentação de características sexuais que não correspondem àquelas das classificações binárias de homens ou mulheres. Quando isso acontece, os pais terão que decidir atribuir um sexo ao filho, com tudo o que ele envolve ; de fato, a profissão médica irá então praticar várias intervenções, seja de tratamentos hormonais ou procedimentos cirúrgicos, para que a criança entre no espaço desejado. ---- A grande maioria das crianças envolvidas está em boa saúde, e não há justificativa para a construção dessas intervenções do ponto de vista médico. Por outro lado, as consequências desses protocolos são muitas vezes ...


(pt) [Grécia] Experiências de tortura e prisão vividas por anarquistas no Irã - Parte I By A.N.A.
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Oct 22 04:56:41 GMT 2018

Durante horas, eles empurraram minha cabeça contra uma mesa de ferro. Naquele quarto, havia um barril de água pendurado no teto. Do barril pingavam pequenas gotas de água na mesa de ferro. Eu tinha que ficar em silêncio e escutar as gotas de água pingando, em agonia. ---- Naquela época, eu era um jovem de dezesseis anos com visões anarquistas e crenças ateístas. Eu fui torturado por causa da minha visão ateísta e do meu posicionamento antigoverno enquanto era um aluno da Shahid Chamran School, em Zarghan, no Irã. ---- O nome da pessoa que me torturou era Seyed Jaáfari; ou pelo menos era assim que o chamavam. ---- Durante o interrogatório, na maior parte do tempo, havia uma garrafa de vidro vazia em cima da mesa. Eu não tinha outra escolha a não ser aceitar tudo que me diziam, até mesmo coisas que eu nunca tinha feito. Eles me disseram que, se eu não ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL #287 - Edito: a lama (en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Oct 22 04:56:27 GMT 2018

A lama é sempre formada por sedimentação. Durante anos, políticas públicas racistas, discursos seguros e o desenvolvimento da imprensa marginal alimentaram gradualmente o progresso da extrema-direita. Este, numa verdadeira luta cultural, impôs e difundiu suas grades de leituras. Alguns, à esquerda, achavam que podiam apreender certos temas, como o do nacionalismo econômico ou o da " imigração controlada ", pensando em cortar a grama sob o pé dos fachos. Mas querer confiar na lama que acabamos de afundar. ---- Esta luta cultural é uma luta até a morte. Ela fabrica a aceitabilidade do ignóbil. Na verdade, em muitas das grandes potências e os países europeus, a extrema direita está no poder, sozinho ou integrado em coligações. E na maioria dos outros países da realinhamentos políticos estão surgindo entre extrema direita e várias forças políticas de direita ou ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL #287 - Gêneros: Na França, intersex ainda rima com mutilações (en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Oct 21 06:15:33 GMT 2018

Em setembro, o intersexo e o coletivo Aliado (CIA) lançou a primeira campanha para impedir mutilações de crianças e adolescentes intersexuais ; na França, quase 2 % dos nascimentos seriam afetados, e muitas pessoas ainda sofrem violência médica. ---- Intersexuação é a apresentação de características sexuais que não correspondem àquelas das classificações binárias de homens ou mulheres. Quando isso acontece, os pais terão que decidir atribuir um sexo ao filho, com tudo o que ele envolve ; de fato, a profissão médica irá então praticar várias intervenções, seja de tratamentos hormonais ou procedimentos cirúrgicos, para que a criança entre no espaço desejado. ---- A grande maioria das crianças envolvidas está em boa saúde, e não há justificativa para a construção dessas intervenções do ponto de vista médico. Por outro lado, as consequências desses protocolos são muitas vezes ...


(pt) [EUA] Feira do Livro Anarquista de Boston 2018 By A.N.A. (en)
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Oct 21 06:15:18 GMT 2018

Leitura, escrita e revolução: a Feira do Livro Anarquista de Boston vai reunir centenas de pessoas vindas de todo o país. Junte-se a nós para um fim de semana de livros, arte e oficinas. ---- 17 e 18 de novembro de 2018 ---- 10h00 - 20h00 ---- Boston University George Sherman Union ---- 775 Commonwealth Ave, Boston, MA ---- Contato de imprensa: bostonanarchistbookfair@gmail.com ---- Boston, Massachusetts - Junte-se a anarquistas e a membros da comunidade para dois dias de aprendizado e de organização por uma Boston e um mundo melhores. Face ao panorama de uma presidência como a de Trump e pesquisas mostrando altos níveis de aversão tanto ao governo quanto ao capitalismo, anarquistas estão tomando ações em direção à construção de um mundo sem políticos ou bilionários.
...



(pt) France, Alternative Libertaire AL #287 - Teatro: selvagem ! (en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Oct 20 04:52:13 GMT 2018

" Sung Theatre e Tribal Poetry ", The Bite é uma encruzilhada na história. Entre a farsa e a escuridão, esse relato do nosso mundo depois das colônias abre outro caminho para a memória do que a negação, a complacência ou a flagelação. Inspirado pelo trabalho de Paul Blanchet (1865-1947), conhecido como " Le Sauvage des Alpilles ", "o primeiro punk da história ", o espetáculo entrelaça azulejos provençais com baobás senegaleses ... ---- Pela empresa a Pousada da Tia Pino ; na primeira criação: ---- 17 de outubro de Marselha para Ostau dau Pais Marselhès / Lo Festenau dei 3 Lunas, Comedy Theatre, 107a Jeanne d'Arc Boulevard (V e distrito) ; 5 € / 10 € / 20 € ---- 18 de outubro, Aix-en-Provence no Atelier-Galerie d'Imagens e Pesquisa, 60 rue Célony ; entrada livre.
...



(pt) Apresentação da FOB em Florianópolis (SC) By A.N.A.
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Oct 20 04:50:28 GMT 2018

Dia 20 de outubro, sábado, às 15 horas, no ICOM, rua Victor Meirelles, 170 (Sala 203) - Centro. ---- O governo aprovou a reforma trabalhista, que piorou as condições de trabalho. Ele quer aprovar a reforma da previdência. A educação sofre cortes de gastos cada vez maiores e as escolas e universidades tem piorado a cada dia. A repressão às manifestações está cada vez mais dura. Enquanto isso, os sindicatos estão mais preocupados com as eleições. Abandonaram a ideia da greve geral para "não atrapalhar" seus candidatos. ---- Ao contrário do movimento estudantil e sindical que se organiza separando categorias e se concentra em eleger representantes para participar do sistema político atual, o Sindicalismo Revolucionário propõe que o povo protagonize suas lutas em organizações conjuntas e independentes, não só para se defender, mas para destruir o capitalismo, a ...


(pt) Coordenação Anarquista Brasileira (CAB): Nota sobre o atual cenário da luta de classes no Brasil
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Oct 19 05:34:41 GMT 2018

O atual cenário político brasileiro exige muita lucidez e frieza para o conjunto dos lutadores e das lutadoras populares e sua análise da realidade. Nós da Coordenação Anarquista Brasileira, modestamente, buscamos dar nossa contribuição a compreensão do convulsionado cenário político-social, cujo principal corte se encontra no golpe jurídico-parlamentar que derrubou Dilma Rousseff do governo. Vivemos recentemente o chamado esgotamento do pacto da Nova República de 1988. Tal pacto, mantinha a exclusão social dos/as de baixo, enquanto garantia direitos jurídicos mínimos, numa coalizão que envolveu políticos burgueses, o empresariado, os militares e parte dos setores reformistas da esquerda. ---- A construção do Estado brasileiro, no entanto, sempre esteve mais próxima dos interesses das potências imperialistas de turno do que da maioria da ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL #287 - Clima: Quando a mobilização pega todo mundo de surpresa (en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Oct 19 05:34:32 GMT 2018

Cerca de 150.000 pessoas na França, em mais de 100 cidades. A mobilização de 8 de setembro é a maior já conhecida na França em questões climáticas. Qual é a origem dessa mobilização ? Que forma ela tomou ? Quais possíveis conseqüências realmente pesam nas políticas do governo ? ---- A mobilização que alguns esperavam na COP21, no final de novembro de 2015, portanto, ocorreu em 8 de setembro de 2018. O Climate March 2015, organizado pela Coalition Climate 21, foi proibido após os ataques de 13 de novembro: em vez disso, havia " cadeias humanas " e 317 guardas policiais para aqueles que se atreveram a contornar a Praça da República e não se dispersar com o anúncio de uma ordem que ninguém ouvira. .

...



(pt) anarkismo.net: A face horrenda da nova extrema direita: degenerados, blasfemadores e mentirosos contumazes by BrunoL
a-infos-pt@ainfos.ca
Thu Oct 18 05:21:57 GMT 2018

O Brasil adentra a campanha de segundo turno com uma evidente ameaça protofascista através do candidato favorito, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). ---- Quando afirmamos o protofascismo, é porque esse quase fascismo se dá no aumento do volume de ataques, agressões e ameaças. Só nos primeiro cinco dias após a vitória do capitão reformado (com sofrível ficha corrida no Exército Brasileiro), foram mais de setenta atos de violência registrados, incluindo o assassinato de Mestre Moa do Katendê, capoeirista angoleiro morto com doze facadas pelas costas. Se isso não serve de alerta e exemplo é porque, realmente, como sociedade, nós estamos anestesiados diante da cruzada "contra a corrupção", ignorando que pode estar em jogo o conjunto de direitos conquistados na Constituição de 1988.
...



@

Last updated: Tue Oct 23 07:03:00 2018