A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe

Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009

Contribuir para a-infos

A VISÃO de A-INFOS

SUBSCREVA!
Notícias em português

OU


Descubra as Opções OPTIONS
um serviço de notícias multilingue de, para e sobre anarquistas **

Propusemo-nos
ser os escribas do povo.
Do outro lado da história
a história começou.
E terá novos autores....
Esperneia!
Também nós esperneamos


Descubra as Opções disponíveis.
Há diversas listas por idiomas, listas de diferentes projetos e várias formas de entrega.
Dê uma olhada a Mailman a central automática de e-mail de A-Infos...

Na luta por uma sociedade livre, distribuímos notícias e artigos em várias linguas, cobrindo uma vasta área temática.
Que vai desde as lutas laborais, ambientais e anti-imperialistas até ao combate ao racismo, sexismo e homofobia. .

lots of work to do

A-INFOS-ORG

As listas de A-Infos são autogeridas democraticamente por um coletivo organizado internacionalmente. Saiba como participar. Incentivamos especialmente as mulheres, pessoas de lingua não-inglesa e aqueles que vivem fora da Europa e da América do Norte. Veja a lista das nossas atuais diretrizes.

A VISÃO de A-INFOS

O projecto A-Infos é coordenado por um colectivo internacional de activistas revolucionários, anti-autoritários, anti-capitalistas, envolvidos na luta de classes, que entendem como uma luta social total.

São pessoas que se consideram a si próprias anarquistas revolucionários, anarco-comunistas, comunistas libertários e outros que defendem opiniões semelhantes embora usem outros nomes.

A-Infos está organizado por pessoas que assumem o anarquismo como teoria social; que uma revolução é necessária para obtermos uma nova ordem social, sem classes, a qual só poderá ser levada a cabo pela grande maioria dos trabalhadores.

O tipo específico de anarquismo ao qual nos referimos e que promovemos é o anarquismo dos companheiros de Haymarket e dos que foram perseguidos por Carlos Marx durante a Primeira Internacional por criticarem o seu autoritarismo e elitismo, o seu desprezo vanguardista pelas massas assalariadas.

NÃO apoiamos o tipo de anarquismo proposto por alguns pseudo-modernistas e pseudo-"revolucionários" que consideram ser a actividade simbólica substituto das lutas das gentes, do povo; nem o anarquismo de "humanistas" que dão igual ou maior importância a outras tarefas que não à da abolição do sistema capitalista.

O trabalho de A-Infos não está baseado no egoísmo e no egocentrismo, no individualismo, primitivismo, no "capitalismo livre sem estado" ou num estado sem capitalismo livre -- os quais são contra a ordem capitalista vigente mas não oferecem uma nova ordem social de liberdade, de igualdade e de solidariedade.

Não basta que os indivíduos e grupos usem a etiqueta anarquista para que seus textos sejam distribuídos por A-Infos.

Na luta pela sociedade livre, nós distribuímos notícias e artigos em várias línguas, cubrindo um largo espectro de áreas de luta. Isto inclui frentes de trabalho e focos de luta como a batalha contra o racismo, o sexismo e a homofobia.

A-Infos também distribui notícias sobre indígenas anti-colonialistas em luta contra os colonizadores, contra a ocupação e marginalização, assim como também de anti-nacionalistas e de anti-regionalistas separatistas, pois os trabalhadores não têm país, o mundo é um só e NÃO têm exércitos.

A-Infos é uma agência noticiosa especializada, ao serviço do movimento revolucionário de activistas anti-capitalistas envolvidos nos diversos tipos de lutas sociais contra as classes capitalistas e este sistema social.

A-Infos não é um serviço "liberal", aberto, que distribui qualquer coisa que nos seja simpática -- A-Infos não é Indymedia. È o primeiro utensílio de distribuição livre para informar ácerca de colectivos anarquistas (e de outros anti-autoritários revolucionários) que participam na luta.

Os apoiantes e trabalhadores de A-Infos NÃO pensam que são os únicos que decidem quem, no campo do anarquismo social, é um anarquista "real" ou não é. Porém, como os recursos são limitados, temos o direito e a obrigação de escolher (autonomamente) o que distribuímos, o que achamos melhor de entre as várias contribuições e contribuídores.

A liberdade de associação do Colectivo A-Infos está baseada no reconhecimento de que ela não significa nada sem a liberdade de não se associarem, se os trabalhadores e colaboradores assim o entenderem.

A-Infos tem um papel a desempenhar no movimento anarquista mundial. Informação é fortalecimento. A-Infos contribuí para criar um entendimento no movimento internacional. A-Infos é uma extensão das poucas ferramentas organizadoras internacionais do movimento de modo e com a finalidade de lhe ser útil e não um serviço noticioso gratuito para todos.

A-Infos não se limita a ser uma ferramenta interna do movimento. Tal como o FAQ anarquista, também o apresenta ao público em geral e a uma nova geração, tratando de instruí-los sobre os aspectos internacionais do movimento.

A-Infos é uma agência de notícias anarquista autónoma e não é caixa de ressonância de determinado movimento social. Mesmo quando autoproclamados anarquistas (e mesmo que o sejam realmente) estão envolvidos, não existe garantia de que A-Infos distribuirá as suas contribuições. Mesmo que simpatizemos com os movimentos, isso não garante que os artigos sejam colocados.

A-Infos distribui as notícias e as análises que os trabalhadores querem partilhar com a comunidade mundial de activistas anti-autoritários -- principalmente notícias enviadas por colectivos anti-autoritários e relatos àcerca da acção directa na luta social quer por acivistas, quer por outras pessoas que lutam nas suas vidas diárias.

Quem não esteja satisfeito com o serviço que fornecemos, use os serviços de outros ou construa os seus meios próprios.

A-Infos é um instrumento de organização e de informação do movimento -- não é apenas "notícias por, para e ácerca de anarquistas".

Search ainfos with Google.com

we


Últimos títulos:

(pt) Espanha, Aunar: Nova organização libertária em Aragão - Declaração de intenções
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Aug 02 09:11:23 GMT 2015

Esta iniciativa é promovida por um conjunto de militantes e ativistas dos diferentes movimentos sociais e sindicais de Aragão. Somos pessoas que participamos a título individual em anarcosindicatos, organizações estudantis ou centros sociais assim como em outros coletivos e assembleias de base tanto de bairros como setoriais. ---- Entendemos que o 15M supôs um ponto de inflexão na forma de compreender a política e vivemos com entusiasmo como nas diferentes praças de nossas cidades e povoados criaram-se espaços de encontro e debate político que até então não aconteciam. No entanto vemos como a evolução do discurso do "não nos representam" desembocou em um giro eleitoralista destes movimentos sociais, consequência de não terem sido capazes de articular um discurso por fora das instituições, ao falar somente de objetivos tão abstratos como o fim do capitalismo ou a ...


(pt) [Grécia] Comunicado de fundação de Federação Anarquista (en, gr)
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Aug 02 09:11:14 GMT 2015

Publicamos o comunicado emitido por várias coletividades anarquistas em 25 de julho, sobre a fundação de uma Federação Anarquista. ---- Coletividades anarquistas: Ao movimento anarquista, aos explorados e aos oprimidos ---- Nós, os coletivos que assinamos este comunicado, estamos completando os procedimentos para a fundação de uma Federação Anarquista, e anunciamos que estes estão chegando a seu fim. A finalização completa destes procedimentos será sucedida pelo congresso de fundação da Federação, o qual temos a intenção de que se realize de 3 a 4 de outubro de 2015. ---- Depois de longos procedimentos entre coletividades, pretende-se abrir um novo capítulo na história da organização do movimento anarquista na Grécia.
...



(pt) sosyalsavas.org: Turquia, Anarquistas detidos em ato em memória pelos seus companheiros assassinados em Suruç (ca, en, tr)
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Aug 02 09:11:06 GMT 2015

Hoje [26 de julho], aproximadamente 70 anarquistas de Istambul, Ankara, Yalova e outras cidades (Eskisehir Anarsi Inisiyatifi, Ankara Anarsi Inisiyatifi, Istanbul Anarsi Inisiyatifi ve Devrimci Anarsist Faaliyet) reuniram-se em Eskisehir em uma ação em memória pelos seus companheiros (Alper Sapan, Evrim Deniz Erol, Medali Barutcu) que foram assassinados por um kamikaze em Suruç (Pirsus) na semana passada. Quando os anarquistas se reuniram e começaram a marchar, de repente, a polícia atacou e prendeu cerca de 15 anarquistas. ---- Esse ato partiu da Iniciativa Anarquista, que fez uma chamada internacional para uma ação solidária contra o governo fascista da Turquia. Outros grupos autônomos e pessoas se uniram à manifestação em Eskisehir.
...



(pt) anarkismo.net: Análise de conjuntura em perspectiva - conspirando pela rendição total by BrunoL
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Aug 01 10:23:18 GMT 2015

As frases são sempre as mesmas: "Populismo fiscal, suporte do Estado e fraude política a caminho"....assistimos a teleconferência apregoando o Manual do perfeito idiota daqueles que nos xingam de idiotas latino-americanos sendo aplicado. ---- Assistindo o programa Globonews Painel (deste sábado 25 de julho de 2015), cuja bancada era composta por dois economistas vinculados a consultorias privadas e um colega da ciência política igualmente vinculado a outra consultoria, me dei conta que há um tema de fundo nesta crise política. No primeiro mandato de Dilma, o ministro Guido Mantega de fato tentou uma inflexão desenvolvimentista, mas sem uma base social mobilizada e tampouco a predisposição do partido de governo para confrontar a sangria desatada de mais de 40% do orçamento da União para a especulação da agiotagem rentista. No segundo turno de 2014, houve uma eleição ...


(pt) Brazil, União Popular Anarquista (UNIPA) - Muito além da FIFA, da CONMEBOL e da CBF: O Futebol é do Povo
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Aug 01 10:22:13 GMT 2015

Das denúncias de corrupção e estruturas de poder à porta das "canchas": O que isso tudo implica na vida dos trabalhadores e qual a tarefa da classe trabalhadora frente a este cenário. ---- Se fosse qualquer palavra estranha, de um vocabulário específico, passaria batida em qualquer conversa de bar, de porta de casa, de ônibus e etc, mas quando se fala a palavra futebol não há quem deixe de emitir opinião, mesmo os que acham que o esporte bretão é o ópio do povo. Como diria o falecido escritor uruguayo Eduardo Galeano: "O futebol é a única religião que não tem ateus". ---- O futebol é o esporte mais praticado e acompanhado do mundo. Por isso o que acontece no meio do futebol geralmente tem impacto para além do esporte. Bem como o que acontece no futebol vem de influências sociais, culturais, políticas e ideológicas que precisam ser explicadas para entendermos qual ...


(pt) Comunicado de fundação de Federação Anarquista (ca, en, gr)
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Aug 01 10:21:51 GMT 2015

Publicamos o comunicado emitido por várias coletividades anarquistas em 25 de julho, sobre a fundação de uma Federação Anarquista. ---- Coletividades anarquistas: Ao movimento anarquista, aos explorados e aos oprimidos ---- Nós, os coletivos que assinamos este comunicado, estamos completando os procedimentos para a fundação de uma Federação Anarquista, e anunciamos que estes estão chegando a seu fim. A finalização completa destes procedimentos será sucedida pelo congresso de fundação da Federação, o qual temos a intenção de que se realize de 3 a 4 de outubro de 2015. ---- Depois de longos procedimentos entre coletividades, pretende-se abrir um novo capítulo na história da organização do movimento anarquista na Grécia.
...



(pt) MOB Paraná - Organização, Apoio Mútuo e muito Trabalho Coletivo. Construção da Primeira Sede do MOB-PR
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Jul 31 08:06:41 GMT 2015

Após algumas semanas de muito esforço e trabalho, finalizamos a construção da Primeira Sede do Movimento de Organização de Base (MOB) no Paraná, localizada na Portelinha-Nova Santa Quitéria em Curitiba. ---- Com a organização e trabalho de militantes do MOB de Curitiba, Região Metropolitana e apoio de trabalhadores e trabalhadoras desta e outras regiões do Paraná conseguimos finalizar a construção de um espaço que contribuirá muito para os trabalhos de educação popular, economia coletiva, organização política e atividades culturais que desenvolvemos e vamos desenvolver na Portelinha e região. ---- Agradecemos o trabalho e apoio de todas e todos que contribuíram para a construção da Primeira Sede do MOB-PR!
...



(pt) France, Alternative Libertaire AL - 12º Congresso AL (Castillon-du-Gard, 2015) (en, it, fr) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Jul 31 08:01:48 GMT 2015

Mensagens outras organizações anticapitalistas foram enviados para delegados ou lido diretamente por délégué.es présent.es dessas organizações no quarto. ---- As mensagens vieram de: Alternativas e autogestão (A & A) CGA 30 NPA OCML o VP- Together (Frente de Esquerda) ---- Na auto-gestão e Alternativas (A & A) ---- Es Caros Camaradas, ---- Agradecemos por seu convite fraternalmente, congratulamo-nos com a sua conferência e seus delegados e es Lamentamos que não podemos ser. ---- Muitos de vocês já sabem que Alternativa, por um voto longe de ser "stalinista", decidiu dissolver-se em "Together" como fez o GA. ---- Nós tínhamos antecipado prudentemente se tratava de uma escolha e associação sem fins lucrativos "Auto-Gestão e Alternativas" política badged "A & A" ---- Para nós, é um período de turbulência e de reconstrução. Temos de juntar os cacos e ...


(pt) France, Alternative Libertaire - 12º Congresso AL (Castillon-du-Gard, 2015) - Movimento relevante: Liberdade para Alexandr Koltchenko e Oleg Sentsov (en, it, fr) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Thu Jul 30 11:21:05 GMT 2015

"Libertaire Alternative amplificar chamadas para a mobilização internacional para a libertação de A. Koltchenko mas o cineasta ucraniano Oleg Sentsov, detidas e processadas no âmbito das mesmas acusações neste caso." ---- Sejam cumpridos os ativistas da Alternative Libertaire, por ocasião do seu congresso duodécimo em 23, 24 e 25 de maio de 2015 saudar a luta pela liberdade e igualdade de Alexandr Koltchenko. ---- Alexandr está preso pelas autoridades russas por mais de um ano. Essa ditadura acusa de terrorismo. Na verdade, seu "crime" é ter organizado manifestações pela liberdade na Criméia agora sob o calcanhar de Putin tirano. ---- Anarquista, anti-fascista, ambientalista e estudante sindicalista ucraniano, A. Koltchenko é o símbolo de uma luta emancipatória porque ele está lutando por uma sociedade livre do estado, capital e do nacionalismo, este veneno que ...


(pt) Coordenação Anarquista Brasileira (CAB) Declaração do III Encontro Regional Sul da Coordenação Anarquista Brasileira – 2015
a-infos-pt@ainfos.ca
Thu Jul 30 11:20:57 GMT 2015

[Regional Sul] Declaração do III Encontro Regional Sul da Coordenação Anarquista Brasileira - 2015 ---- Nos dias 4 e 5 de julho, reunimos em Curitiba delegações do Coletivo Anarquista Luta de Classe (Paraná), Coletivo Anarquista Bandeira Negra (Santa Catarina) e Federação Anarquista Gaúcha (Rio Grande do Sul) para tratar da conjuntura atual, a coordenação de nossas frentes de atuação sindical, estudantil e comunitária, e também as campanhas da CAB para o próximo período. ---- Conforme indicado na análise do último jornal Socialismo Libertário, o momento é de crescente retirada de direitos sociais, com ajuste fiscal e aumento do custo de vida para os de baixo, que vem junto ao projeto de expandir as terceirizações que implicam mais precarização e insegurança à classe trabalhadora. O neodesenvolvimentismo do PT chegou a um limite e as tímidas ...


@

Last updated: Sun Aug 02 11:11:23 2015