A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe

Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

Contribuir para a-infos

A VISÃO de A-INFOS

SUBSCREVA!
Notícias em português

OU


Descubra as Opções OPTIONS
um serviço de notícias multilingue de, para e sobre anarquistas **

Propusemo-nos
ser os escribas do povo.
Do outro lado da história
a história começou.
E terá novos autores....
Esperneia!
Também nós esperneamos


Descubra as Opções disponíveis.
Há diversas listas por idiomas, listas de diferentes projetos e várias formas de entrega.
Dê uma olhada a Mailman a central automática de e-mail de A-Infos...

Na luta por uma sociedade livre, distribuímos notícias e artigos em várias linguas, cobrindo uma vasta área temática.
Que vai desde as lutas laborais, ambientais e anti-imperialistas até ao combate ao racismo, sexismo e homofobia. .

lots of work to do

A-INFOS-ORG

As listas de A-Infos são autogeridas democraticamente por um coletivo organizado internacionalmente. Saiba como participar. Incentivamos especialmente as mulheres, pessoas de lingua não-inglesa e aqueles que vivem fora da Europa e da América do Norte. Veja a lista das nossas atuais diretrizes.

A VISÃO de A-INFOS

O projecto A-Infos é coordenado por um colectivo internacional de activistas revolucionários, anti-autoritários, anti-capitalistas, envolvidos na luta de classes, que entendem como uma luta social total.

São pessoas que se consideram a si próprias anarquistas revolucionários, anarco-comunistas, comunistas libertários e outros que defendem opiniões semelhantes embora usem outros nomes.

A-Infos está organizado por pessoas que assumem o anarquismo como teoria social; que uma revolução é necessária para obtermos uma nova ordem social, sem classes, a qual só poderá ser levada a cabo pela grande maioria dos trabalhadores.

O tipo específico de anarquismo ao qual nos referimos e que promovemos é o anarquismo dos companheiros de Haymarket e dos que foram perseguidos por Carlos Marx durante a Primeira Internacional por criticarem o seu autoritarismo e elitismo, o seu desprezo vanguardista pelas massas assalariadas.

NÃO apoiamos o tipo de anarquismo proposto por alguns pseudo-modernistas e pseudo-"revolucionários" que consideram ser a actividade simbólica substituto das lutas das gentes, do povo; nem o anarquismo de "humanistas" que dão igual ou maior importância a outras tarefas que não à da abolição do sistema capitalista.

O trabalho de A-Infos não está baseado no egoísmo e no egocentrismo, no individualismo, primitivismo, no "capitalismo livre sem estado" ou num estado sem capitalismo livre -- os quais são contra a ordem capitalista vigente mas não oferecem uma nova ordem social de liberdade, de igualdade e de solidariedade.

Não basta que os indivíduos e grupos usem a etiqueta anarquista para que seus textos sejam distribuídos por A-Infos.

Na luta pela sociedade livre, nós distribuímos notícias e artigos em várias línguas, cubrindo um largo espectro de áreas de luta. Isto inclui frentes de trabalho e focos de luta como a batalha contra o racismo, o sexismo e a homofobia.

A-Infos também distribui notícias sobre indígenas anti-colonialistas em luta contra os colonizadores, contra a ocupação e marginalização, assim como também de anti-nacionalistas e de anti-regionalistas separatistas, pois os trabalhadores não têm país, o mundo é um só e NÃO têm exércitos.

A-Infos é uma agência noticiosa especializada, ao serviço do movimento revolucionário de activistas anti-capitalistas envolvidos nos diversos tipos de lutas sociais contra as classes capitalistas e este sistema social.

A-Infos não é um serviço "liberal", aberto, que distribui qualquer coisa que nos seja simpática -- A-Infos não é Indymedia. È o primeiro utensílio de distribuição livre para informar ácerca de colectivos anarquistas (e de outros anti-autoritários revolucionários) que participam na luta.

Os apoiantes e trabalhadores de A-Infos NÃO pensam que são os únicos que decidem quem, no campo do anarquismo social, é um anarquista "real" ou não é. Porém, como os recursos são limitados, temos o direito e a obrigação de escolher (autonomamente) o que distribuímos, o que achamos melhor de entre as várias contribuições e contribuídores.

A liberdade de associação do Colectivo A-Infos está baseada no reconhecimento de que ela não significa nada sem a liberdade de não se associarem, se os trabalhadores e colaboradores assim o entenderem.

A-Infos tem um papel a desempenhar no movimento anarquista mundial. Informação é fortalecimento. A-Infos contribuí para criar um entendimento no movimento internacional. A-Infos é uma extensão das poucas ferramentas organizadoras internacionais do movimento de modo e com a finalidade de lhe ser útil e não um serviço noticioso gratuito para todos.

A-Infos não se limita a ser uma ferramenta interna do movimento. Tal como o FAQ anarquista, também o apresenta ao público em geral e a uma nova geração, tratando de instruí-los sobre os aspectos internacionais do movimento.

A-Infos é uma agência de notícias anarquista autónoma e não é caixa de ressonância de determinado movimento social. Mesmo quando autoproclamados anarquistas (e mesmo que o sejam realmente) estão envolvidos, não existe garantia de que A-Infos distribuirá as suas contribuições. Mesmo que simpatizemos com os movimentos, isso não garante que os artigos sejam colocados.

A-Infos distribui as notícias e as análises que os trabalhadores querem partilhar com a comunidade mundial de activistas anti-autoritários -- principalmente notícias enviadas por colectivos anti-autoritários e relatos àcerca da acção directa na luta social quer por acivistas, quer por outras pessoas que lutam nas suas vidas diárias.

Quem não esteja satisfeito com o serviço que fornecemos, use os serviços de outros ou construa os seus meios próprios.

A-Infos é um instrumento de organização e de informação do movimento -- não é apenas "notícias por, para e ácerca de anarquistas".

Search ainfos with Google.com

we


Últimos títulos:

(pt) France, Alternative Libertaire AL #280 - Uniões: Agrupando-se para avançar, não apenas para aquecer (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Feb 19 05:43:28 GMT 2018

Na ala esquerda do sindicalismo, várias tentativas de ligar e reagrupar tentaram mover as linhas. Na ausência de um contexto dinâmico, eles não decolaram, mas sentaram as bases. ---- Desde 2016, muitos pedidos de unidade e ação foram produzidos, demonstrando a frustração de ativistas frustrados pela inação e a dificuldade de criar as condições de ação no nível necessário. Infelizmente, nenhum deles produziu o efeito desejado. ---- Avançemos nos esforços da Fundação Copernic cujas produções, qualquer que seja a sua qualidade, não tenham um impacto real na união. Em 2016, o apelo " Block All " será lembrado como uma rede efémera e impotente de sindicatos, cujo propósito é ajudar a liderar o debate sobre a necessidade de uma greve nacional interprofissional. renovável.
...



(pt) France, Alternative Libertaire AL - Contra a seleção, pelo direito à educação pela Secretaria da Juventude (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Feb 18 07:24:11 GMT 2018

O ponto comum entre a reforma do bacharelado, a seleção na universidade, os ataques contra o código do trabalho em 2016 com a lei El Khomri e em 2017 com as Ordenanças Macron ? O fim de nossas conquistas sociais, que nos garantem direitos e proteções coletivas, para nos explorar melhor. ---- De facs fechados a aulas populares ---- O governo Macron afirma que suas reformas são uma solução, enquanto que nos últimos anos os orçamentos dos facs foram reduzidos e o número de alunos aumentou. É por essa vontade política de reduzir os orçamentos que os facs não podem acomodar a todos. Os alunos do ensino médio que tenham tido seu bacharel não poderão voltar para a universidade e terão que recorrer a empregos precários e uberizados, os recentes ataques contra o Código do Trabalho acabaram de se desenvolver. Ou eles vão para escolas seletivas e muito caras, o que acabará prejudicando ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL #280 February 2018: Ciontent + Edito (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Feb 18 07:05:00 GMT 2018

Afri-Gaza ; Sindicalismo revolucionário ; Atos de Trabalho 1 e 2 ; Agrupamento de sindicatos ; La Poste ; A " fábrica verde " em Montreuil ; Escolha de energia ; A escola moderna da Amazônia ; Universidade de Mirail ; Papyart ; Transporte gratuito ; Assédio ; Caminhada para Mariama ; Catalunha ; União dos Trabalhadores Comunistas Libertários UTCL ---- Editorial: Afri-Gaza, um ar de déjà-vu ---- Combater o sindicalismo: o que fazer ? ---- Direito Laboral 1 e 2: Por que o fracasso do movimento social ? ---- Sindicatos: lutar para permanecer " o interlocutor inevitável " ? ---- Sindicalistas revolucionários: voltando ao campo ---- Agrupamento sindical: reagrupando para avançar, não apenas para aquecer La Poste: atacar o vírus contra o subemprego ---- Ecologia ---- A " fábrica verde " em Montreuil: trabalho E saúde ---- Escolhas de energia: Poder para as pessoas ! ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL #280 - Transporte gratuito: uma realidade em algumas cidades (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sun Feb 18 07:04:42 GMT 2018

Algumas cidades como Dunkerque, Niort ou Tallinn (Estônia) lançaram seus transportes públicos. Este novo uso permite que todos se movam sem discriminação, favorecendo vínculos sociais, o meio ambiente urbano e os centros da cidade. ---- Por quase 40 anos, muitos coletivos conseguiram na França reivindicar o uso gratuito dos transportes públicos. Hoje é mais de 22 municípios ou comunidades de aglomerações que experimentam ou implementaram medidas gratuitas, incluindo Dunkerque, Chateauroux, Niort para maiores, mas também Colomiers (Haute-Garonne), Compiegne (Oise) Vitré (Ille-et-Vilaine), Issoudun (Indre), Mayenne (Mayenne), Gap (Hautes-Alpes), Bar-le-Duc (Meuse), Castres (Tarn), Cluses (Haute-Savoie), Libourne ( Gironde), etc. ---- O transporte gratuito pode ser visto como uma ferramenta para a equidade social, o adiamento do tráfego automóvel individual e a ...


(pt) FEDERAÇÃO ANARQUISTA GAÚCHA - FAG: É um Estado Policial de Ajuste! - Conselho Federal da FAG, fevereiro de 2018.
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Feb 17 09:19:34 GMT 2018

A reunião de delegados e delegadas do Conselho Federal da Organização fez reconhecimento que "o espetáculo midiático-judicial montado contra Lula expressa um julgamento político. A culpa ou inocência é puro casuísmo de um jogo de poder que tem o protagonismo do judiciário neste momento como frente de batalha das forças conservadoras." ---- Todos os partidos da democracia burguesa atuam dentro da regra geral da usurpação privada das forças coletivas e bens públicos. Lula e o PT foram as presas do próprio mecanismo que ajudaram a reforçar (enquanto houve conjuntura pra isso) ao lado das oligarquias, do sistema financeiro, do agronegócio, dos industriais e a imprensa monopolista. O colaboracionismo foi a cama da reação tacanha que finca suas garras sobre a cena social-política. ---- Reproduzimos em linhas gerais o diagnóstico do CF: ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL - Qual o uso da escola ? 15 de fevereiro em Rennes, 16 de fevereiro em Fougères por AL Fougères , AL Rennes (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Feb 17 08:51:47 GMT 2018

Em Rennes na quinta-feira 15 de fevereiro às 20:30 no bar Le Panama, 28 Rue Bigot-de-Préameneu. ---- Em Fougères na sexta-feira, 16 de fevereiro, às 20h30, nas Oiseaux de la Tempête, local autogestionado, 14, rue de la Pinterie. ---- Organizado por Alternative Libertaire Fougères, o ciclo de reflexão e construção sobre Educação já permitiu que os meses anteriores abordassem uma série de tópicos. ---- Este mes, a AL junta-se à União de Trabalhadores da Educação 35 da CNT para propor a triagem de "A árvore eo tubarão branco", na presença do diretor Rafaele Layani, seguido por uma discussão. ---- O filme apresenta a vida na Freie Schule em Berlim, uma escola associativa onde os processos de aprendizagem são baseados na verdadeira liberdade de escolha e no movimento das crianças, um princípio que agita o funcionamento tradicional das escolas que conhecemos. ...


(pt) [Grécia] Falemos sobre o fascismo moderno, parte VII By A.N.A.
a-infos-pt@ainfos.ca
Sat Feb 17 08:51:37 GMT 2018

Neste post se pode ler a sétima parte de uma série de artigos temáticos sobre a diacronia do fascismo no território do Estado grego. O artigo original, intitulado "Falemos sobre o fascismo moderno" e subtitulado "atualizando nossa análise e organizando a guerra contra suas raízes e não apenas contra os fascistas declarados", foi publicado no site da coletividade anarquista de Volos Manifesto. Todas as partes podem ser lidas aqui. ---- O nacionalismo - "patriotismo" esquerdista tem muitas pernas... ---- "Mas não queremos derrotar o fascismo para substituí-lo por algo pior. Pior que o fascismo é a consolidação do Estado. Os fascistas batem, queimam, assassinam, violam todas as regras da liberdade, esmaga da maneira mais ofensiva a dignidade dos trabalhadores. Mas, francamente, todo o mal que o fascismo fez durante os últimos dois anos (e continuarão a fazer o tempo que os ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL - Notre-Dame-des-Landes: uma vitória que exige outros (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Feb 16 06:14:54 GMT 2018

[Fotos] Após a alegria da vitória, e o evento maravilhoso que a celebrou, a luta entra em uma nova fase, com novos desafios. AL continuará sendo. ---- A declaração de utilidade pública (DUP) do aeroporto caducou desde 9 de fevereiro, enterrando permanentemente este projeto de outra era. ---- A manifestação no dia seguinte, 10 de fevereiro, celebrou esta vitória com um recorde de atendimento: mais de 30 mil participantes. Pessoas de todas as idades, de toda a França e além, fizeram a viagem para afirmar uma solidariedade perfeita com o movimento. Uma multidão de coletivos, sindicatos e organizações políticas também fizeram a viagem, tudo em um ambiente feliz e fraterno. ---- Tivemos uma consulta perto da fazenda Bellevue. Esta errante deu uma imagem muito mais positiva do que os clichês da mídia e do governo na chamada "área sem lei". ...


(pt) France, Alternative Libertaire AL - ecologia, Bure: diante do lixo nuclear, somos todos resistentes ! (en, fr, pt) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Fri Feb 16 06:14:42 GMT 2018

Durante vários meses, a convocação de ativistas que se opõem ao projeto de enterrar os resíduos radioativos Cigéo se multiplica, especialmente sobre a ação coletiva realizada em 14 de agosto de 2016, que viu centenas de pessoas pousarem uma parede erguido ilegalmente pela Agência Nacional de Gestão de Resíduos Radioactivos. ---- Nossas organizações desejam apoiar as associações e ativistas que assinaram o texto abaixo. Ao divulgá-lo, queremos: ---- negar coletivamente as acusações fictícias e extravagantes de "conspiração criminosa" contra os ativistas que se opõem ao projeto Cigeo. ---- Denuncie essa estratégia de criminalização sistemática de todas as formas de oposição, seja associativa, sindicalista ou individual. ---- Declaramos plena solidariedade com a luta contra o binário nuclear. ---- Convide a assinar esta petição contra a repressão e a violência policial . ...


(pt) verba-volant: Exarchia, Atenas, 10 de fevereiro: Manifestação contra as narcomáfias (ca, en)
a-infos-pt@ainfos.ca
Thu Feb 15 06:16:33 GMT 2018

A seguir, texto dos organizadores da manifestação contra as narcomáfias. ---- No bairro de Exarchia, as narcomáfias, com o apoio da Polícia, estão tentando transformar esta área em um lugar de compra e venda de drogas, e de impor no bairro e nas ruas a "lei dos poderosos" e do medo . ---- Durante os últimos anos, e enquanto existe uma luta para arruinar essas máfias, eles passaram a cometer muitas agressões, nas quais várias pessoas foram espancadas e feridas, bem como pessoas comuns receberam ameaças com armas, moradores e lutadores, nas ruas em torno do local de venda de drogas que montaram nas ruas Messologgiou e Manis, a poucos metros do local onde foi morto por policiais Alexandros Grigoropoulos, colocando em ponto de mira os anarquistas, os okupas e em geral os lutadores, a fim de consolidar sua dominação no bairro. ...


@

Last updated: Mon Feb 19 06:43:31 2018