A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

(pt) France, Union Communiste Libertaire UCL - Vamos mudar o sistema, não o clima! (en, fr, it)[traduccion automatica]

Date Thu, 19 Mar 2020 08:36:20 +0200


Esta é a palavra de ordem desta marcha climática que apoiamos. Para nós, é isso que precisa mudar no sistema atual ---- Saia do capitalismo . Uma ecologia consistente é necessariamente anticapitalista. Hoje, o produtivismo capitalista é uma corrida mórbida e precipitada que nos precipita para a catástrofe climática e a destruição dos ecossistemas. O crescimento capitalista depende da pilhagem de recursos naturais e energia poluente e tóxica, que ameaça populações inteiras. É somente saindo deste sistema de crescimento econômico que podemos superar a atual crise ecológica. ---- Contra o estado.A função do Estado é ser o gerente dessa economia capitalista. Não pode constituir apoio para impedir essa destruição ecológica. O estado nacional defende acima de tudo o princípio de crescimento da economia nacional. É, por definição, parte de uma lógica anti-ecológica, apesar de certos discursos de fachada, promovendo o "capitalismo verde". Hoje, é impossível dirigir-se à equipe política para pedir "responsabilidade ecológica", porque a questão do crescimento econômico que defende e a questão ecológica são claramente incompatíveis. Além disso, no pior caso, poderíamos ver uma nova forma de ecologia truncada, estatal e autoritária, ou seja, uma forma de eco-fascismo, que limitaria as liberdades públicas,

Contra opressões . Uma ecologia consistente também será necessariamente anti-patriarcal e anti-racista, porque é a mesma lógica produtivista que designa mulheres para tarefas reprodutivas, que designa as periferias para especializações destrutivas (realocação de nossas atividades mais poluentes), e que destrói o ambiente terrestre.
A luta ecológica deve ser anticapitalista, antiestatista, anti-patriarcal e anti-racista!

tract écologie_V2

http://unautrefutur.org/wp-content/uploads/2020/03/tract-%C3%A9cologie_V2.pdf

http://unautrefutur.org/changeons-le-systeme-pas-le-climat/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt