A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

(pt) federacao autonoma FAT: TORCER NÃO É CRIME!

Date Mon, 9 Mar 2020 07:17:29 +0200


*No último domingo (01/03) ocorreu no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA) a partida entre Vila Nova e Goiás, válida pelo campeonato goiano. O jogo terminou empatado sem gols, com a presença apenas da torcida mandante. ---- Como de costume, após as partidas, torcedores do Vila Nova se reuniram na porta do estádio nas barracas de comida e bebida, frequentadas por inúmeras pessoas, sem distinção de gênero e idade. ---- Mesmo em clima "amistoso", num momento de confraternização, policiais da Cavalaria da Polícia Militar de Goiás (PMGO), lançaram spray de pimenta em direção a um grupo de torcedores reunidos nas barracas. A injustiça evidente gerou indignação das pessoas próximas, cobrando a denúncia do agressor. Ao invés de observar os fatos e analisar os relatos, os policiais da Cavalaria e do Batalhão "Especializado" em Policiamento de Eventos (BEPE), iniciaram um cenário de repressão: sprays foram lançados em direção ao rosto de torcedores, armas apontadas à "queima-roupa", golpes de cassetete distribuídos aleatoriamente, até uma mesa com mercadorias foi chutada, ilustrando o desrespeito da polícia com os trabalhadores goianienses.

Os acontecimentos de domingo não são fatos isolados. A violência policial contra torcedores nas ruas e estádios é constante. Os casos de abuso em ônibus, terminais, bairros periféricos e "praças" esportivas são rotineiros. Se existe uma instituição responsável pelo medo e violência nos estádios, é a polícia!

A Federação Autônoma dos Trabalhadores (FAT/GO) vem a público manifestar repúdio às agressões policiais na partida de domingo. Ademais, reconhece a conjuntura de criminalização e repressão contra os torcedores do estado, em especial as Torcidas Organizadas (TO's). Solidariedade aos torcedores agredidos e às TO's goianas!

ABAIXO A REPRESSÃO POLICIAL NAS RUAS E ESTÁDIOS!

TORCER É FESTA, NÃO É CRIME! CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DAS TO'S!

*Imagem ilustrativa (Na imagem, uma foto deagressões e abuso de autoridade de PMs ao término do jogo entre o Vila Novae CRBrealizado no dia 24/09/2019 retirado do Portal de notíciasMais Goiás.)

https://federacaoautonoma.wordpress.com/2020/03/04/torcer-nao-e-crime/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt