A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) [Espanha] "Mahknó demostrou que a revolução era possível" By A.N.A. (ca)

Date Fri, 28 Dec 2018 07:18:28 +0200


Aos 100 anos da Mahknovschina, Jesús Aller relata em La Felguera a façanha dos camponeses e obreiros ucranianos pela justiça, a igualdade e a liberdade, frente à reação czarista, o nacionalismo burguês e a ditadura bolchevique ---- "A Revolução Social era possível na Rússia e Ucrânia. Mahknó o demostrou faz cem anos apesar de ter que lutar contra muitas frentes, incluindo a bolchevique, por defender a liberdade e a igualdade dos camponeses e obreiros ucranianos". Assim fala o professor da Universidade de Oviedo Jesús Aller que na sexta-feira passada, 14 de dezembro, deu uma palestra no Centro Social Autogestionado La Xusticia de La Felguera. A palestra, organizada pelo grupo anarquista Higinio Carrocera para celebrar o centenário do início da Mahknovschina, será levada também a Oviedo e não se descarta que a outras zonas das Astúrias para divulgar os fatos e ideias da revolução de signo anarquista que protagonizou, entre outros muitos, Néstor Mahknó entre 1918 e 1921. Aller, apoiado por mapas, dissertou na primeira parte sobre as ações bélicas do exército negro, frente a czaristas brancos, nacionalistas burgueses e finalmente bolcheviques, que tentaram esmagar a revolução social da Ucrânia para impor sua ditadura sobre o proletariado.

Na segunda parte se falou das ideias que haviam iluminado o levantamento camponês e obreiro e as conquistas que, apesar da guerra civil, se realizaram nos povoados ucranianos que se levantaram com a Mahknovschina, estabelecendo as bases do comunismo libertário, a autogestão obreira e a destruição de todo autoritarismo, tanto czarista como bolchevique.

A última parte desenvolveu o final do levante ucraniano e as traições permanentes do exército leninista comandado por Trotsky, assim como a brutal repressão contra os que quiseram salvar a Revolução Russa do golpe de Estado do partido comunista estatista, assim como o exílio de Mahknó. Se contribuiu também com numerosa bibliografia sobre os fatos revolucionários. Após a palestra aconteceu um interessante colóquio entre os participantes, quando veio à tona a campanha de desprestígio e as calúnias que desde o Estado soviético se verteram para calar o levante popular ucraniano.

Fonte: https://grupoanarquistahc.wordpress.com/2018/12/18/mahkno-demostro-que-la-revolucion-era-posible/

Tradução > Sol de Abril
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt