A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) Coletivo Ação Direta - CAD

Date Fri, 10 Aug 2018 09:33:54 +0300


"O reformismo coloca a insurreição no céu dos ideais inalcançáveis. Exaltando-a verbalmente trata - nos fatos - de impedir que se prepare. Neste desencontro, nesta incoerência entre sua prática política contra-revolucionária e seu verbalismo sobre um desenlace insurrecional final, buscam fundamentar sua eterna afirmação de que "faltam condições" cada vez que se tenta fazer avançar o processo da luta política, aplicando meios não incluídos em seu muito limitado receituário. Este se limita basicamente a duas coisas: a) no nível econômico da luta de classes, ação reivindicativa salarial, desenvolvida com o maior respeito pela "legalidade" burguesa e pacífica; b) no nível político, parlamentarismo, eleitoralismo, como forma de capitalizar politicamente os resultados da luta econômica. Confinando sua prática a todos os níveis dentro dos marcos cada vez mais estreitos da legalidade burguesa, o reformismo cria as condições para sua integração cada vez maior no sistema. Cria obstáculos e trata de impedir o desenvolvimento das condições para destruição deste." El Copey, 1972, OPR-FAU

O papel dos revolucionários deve ser o de se manter firme aos princípios, fomentar a organização popular e fazer parte de todas as lutas que se dizem respeito à classe dos oprimidos, avançando pouco a pouco e conquistando o coração dos despossuídos, rumo à Revolução social libertária.

Revolucionários!

Não se rendam ao reformismo!
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt