A - I n f o s

uma agęncia de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinęs_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) anarquismoam Amazonas: 142 anos da morte de Mikhail Bakunin: o maior revolucionário de todos os tempos por Pró-Organização Específica Anarquista (OEA)

Date Fri, 6 Jul 2018 07:19:18 +0300


"Nenhum Estado, por mais democráticas que sejam as suas formas, mesmo a república política mais vermelha, popular, apenas no sentido desta mentira conhecida sob o nome de representação do povo, está em condições de dar a este o que ele precisa, isto é, a livre organização de seus próprios interesses, de baixo para cima, sem nenhuma ingerência, tutela ou coerção de cima (...) quem diz Estado, diz necessariamente dominação e, em consequência, escravidão; um Estado sem escravidão, declarada ou disfarçada, é inconcebível; eis por que somos inimigos do Estado". (Estatismo e Anarquia, 1873). ---- Depois de ter participado ativamente da Comuna de Paris, Bakunin se refugia na cidade de Lugano na Suíça, onde morou numa pequena casinha, que fora cedida por seu fiel amigo Carlo Cafieiro (anarquista italiano). Lá, depois de uma vida dedicada à militância, prisões e participações em processos revolucionários desde muito jovem, passou seus últimos anos. Nesta altura, Bakunin já se encontrava com sua saúde bastante debilitada, falecendo no exílio em 1 de Junho de 1876, aos 62 anos.

O legado de Bakunin é de extrema importância e representa uma contribuição sem precedentes para a história do Socialismo. Deve ser exemplo, não apenas para anarquistas, mas para todos os/as revolucionários/as sinceros/as que buscam a construção de uma luta revolucionaria para transformação das bases da sociedade, rumo ao socialismo. Homenageamos este lutador do povo, que ao longo de sua vida, travou uma luta sem descanso contra a exploração e a dominação, contra o capitalismo, o Estado e pela libertação dos povos e oprimidos.

BAKUNIN VIVE! BAKUNIN VENCERÁ!

https://anarquismoam.wordpress.com/2018/07/01/142-anos-da-morte-de-mikhail-bakunin-o-maior-revolucionario-de-todos-os-tempos/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt