A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) [França] Ataque fascista contra o local da CNT de Lyon: No pasarán! By A.N.A.

Date Sat, 7 Apr 2018 11:47:32 +0300


A União Sindical da CNT (Confederação Nacional do Trabalho) denuncia o ataque à sua sede localizada no 44 rue Burdeau, no 1º bairro de Lyon, na noite de sexta-feira 30 a sábado, 31 de Março. Um grupo de fascistas arrancou a grade e quebrou a janela, tentou arrombar a cortina de ferro e roubou material militante. ---- Este ataque aconteceu na sequência de outros ataques a espaços militantes no 1º bairro, nomeadamente à CGA (Coordenação de Grupos Anarquistas), ao PCF e também os ataques e estragos contra a Rádio Canut. Além destes atos de violência, há vários meses, vários grupos fascistas tentam cobrir as paredes do 1º bairro com vários estêncils ou adesivos de natureza racista ou odiosa. Estes grupúsculos, em particular o Pavilhão Negro (Bastião Social: grupúsculo de extrema-direita emanado do GUD, grupo violento cujos membros já foram condenados várias vezes), acreditam que a violência e a intimidação silenciarão a ação da CNT. Atualmente, a CNT luta lado a lado com outras organizações para obter o encerramento do espaço Pierre Scize. Não temos dúvidas que: se esses grupúsculos se desenvolvem, é porque os sucessivos governos, ao banalizar o discurso e até as práticas racistas e ao destruir os direitos sociais, fazem a cama para estas ideias; que este desenvolvimento se beneficia do silêncio (e até da cumplicidade) do estado e da passividade da polícia. Na verdade há vários anos que os grupúsculos fascistas têm casa aberta, e que não param de realizar ações violentas (agressões, provocações de reuniões ou manifestações), mas a única resposta da prefeitura (representante direto do estado) sempre foi de minimizar tudo isto e fazer acreditar numa disputa entre grupúsculos de extrema-direita e de extrema-esquerda.

Diante disso, a união sindical da CNT reafirma a sua vontade de continuar a lutar nas lutas sociais e contra o fascismo e as ideias odiosas que transmite.

Diante do fascismo e das suas ideias, No pasarán!

Fonte: http://www.cnt-f.org/cnt69/attaque-fasciste-contre-le-local-de-la-cnt-no-pasaran/

Tradução > Gisandra Oliveira
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt