A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) quebrando muros: MAIS UMA OFENSIVA CONTRA A EDUCAÇÃO PÚBLICA GRATUITA! BANCO MUNDIAL RECOMENDA FIM DA GRATUIDADE NAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS!

Date Tue, 23 Jan 2018 09:42:10 +0200


Banco Mundial aponta que, para economizar, governo deveria acabar com as Universidades públicas gratuitas. ---- O atual período é marcado pela intensificação de ataques que, norteados por uma lógica liberal de precarização e sucateamento dos serviços públicos, têm resultado em diversos retrocessos, como as aprovações da Reforma do Ensino Médio, da PEC 241/55 (que congela os investimentos no setor público pelos próximos 20 anos), da Reforma Trabalhista, da Lei da Terceirização, entre outros exemplos. ---- A educação deve ser gratuita! Não temos que pagar por aquilo que é nosso por direito, nem gerir as contas oriundas de uma crise que não fomos nós que causamos. A educação e a saúde públicas, bem como uma série de outros setores, têm sofrido severos ataques que visam seu desmonte. Esse discurso de que "para cortar gastos sem prejudicar os mais pobres, o governo deveria acabar com a gratuidade do ensino superior" é falacioso e não visa beneficiar a população pobre, que mesmo com as ações afirmativas raramente acessa às Universidades Públicas, e quando consegue consiste naqueles que mais enfrentam dificuldades para permanecer estudando!

Se a intenção é cortar gastos sem prejudicar os mais pobres, então que cortem os gastos desnecessários (que são inúmeros) e fiscalizem os desvios, mas não tirem a gratuidade do ensino público! Ninguém garante que mais tarde os estudantes oriundos da classe trabalhadora não serão obrigados a pagar para estudar e que as Universidades vão deixar de se burocratizar (como vêm fazendo ano após ano) para dificultar ainda mais o acesso dos estudantes pobres às bolsas de permanência estudantil, à gratuidade nos Restaurantes Universitários e à moradia estudantil! Estudar de graça é um direito!

NÃO AO DESMONTE DA EDUCAÇÃO PÚBLICA E CONTRA OS RETROCESSOS!

POR UMA UNIVERSIDADE GRATUITA E COM MAIS INSTRUMENTOS DE ACESSO E PERMANÊNCIA ESTUDANTIL!

NÃO VAMOS DEIXAR ESTE ATAQUE PASSAR!

https://quebrandomuros.wordpress.com/2017/12/21/mais-uma-ofensiva-contra-a-educacao-publica-gratuita-banco-mundial-recomenda-fim-da-gratuidade-nas-universidades-publicas/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt