A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ _The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours | of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) Fórum Anarquista Especifista - FAE: A pandemia do Corona vírus atinge a população negra e pobre de forma sutil.

Date Thu, 26 Mar 2020 09:12:52 +0200


A imprensa, seja televisiva ou virtual tem dado bastante destaque a proliferação do vírus e à sua prevenção ( o que é de extrema importância) e tem esquecido de destacar como a doença afeta de forma cruel as classes mais pobres. Uma das medidas para a prevenção do vírus é não sair de casa, para evitar a contaminação, porém aqueles que dependem dos seus trabalhos precarizados e informais, precisam se deslocar todos os dias das suas casas, em ônibus públicos que são ambientes com grande potencial à contaminação massiva. Estes trabalhadores têm que optar entre ficar sem o sustento ou sair em busca de trabalho. Caso essas pessoas contraiam a doença, a tendência é que eles continuam "labutando", porque no mercado informal não há nenhum tipo de proteção, mesmo que essas pessoas se previnam com a higienização das mãos, entre outras medidas. Outro fator que atinge essa parte da população é o desmonte do sistema público de saúde que está enfraquecido para o enfrentamento da epidemia. Neste momento onde o SUS tem sido de toda importância e precisa de todo o seu arcabouço de atendimento. Lembrando que, apesar de erros estruturais, o nosso Sistema Único de Saúde está muito à frente, comparado ao sistema de outros países, por ser amplo e gratuito. Por isso é importante defender o SUS e os recursos necessários para ampliar seus serviços e garantir o atendimento à população mais vulnerável. O SUS pode fazer a diferença para as pessoas que enfrentam cotidianamente as desigualdades. Entretanto , sabe-se do pouco investimento que ainda é direcionado para tal. E não é atoa , já que 80% dos seus usuários fazem parte da população negra e pobre.
Em outras palavras, estamos falando de uma situação que atinge classe e raça. É preciso entender que a lógica do Capital nos coloca reféns da nossa própria força de trabalho. O índice de desemprego tem crescido de forma alarmante no país e os acessos estão sendo negados à uma grande parte da população.

facebook.com/faebahia/photos/a.684794088222670/2777961618905896
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center