A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours

Links to indexes of first few lines of all posts of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) Portugal, Almada, Dia 16 de Março (sábado) no Centro de Cultura Libertária

Date Mon, 11 Mar 2013 10:09:30 +0200


Solidariedade com os presos anarquistas bielorussos ---- 17h Apresentação da situação dos presos anarquistas bielorussos e exibição dos documentários: ---- O sonho bielorusso ----
Documentário que expõe a situação política e social na Bielorússia a partir das últimas eleições presidenciais de 2010 e da repressão que a elas se seguiu. ---- Aprox. 55 minutos ---- Russo, com legendas em inglês ---- seguido de... ---- Documentário em slides sobre os presos políticos bielorussos ---- Aprox. 24 minutos --Russo, com legendas em inglês ---- 20h30m Jantar em solidariedade com a Cruz Negra Anarquista da Bielorússia --- Apesar da saudada libertação de Pavel Syramolatau em Setembro de 2012, 5 companheiros apoiados pela Cruz Negra Anarquista encontram-se ainda em prisões bielorussas, enfrentando vários anos de prisão por terem sido condenados por crimes cometidos em 2011.

Artsiom Prakapenka foi detido por um ataque à sede do KGB em Bobruisk, em solidariedade com os anarquistas detidos em 2010. Enfrenta 7 anos de prisão.

Jauhen Vas’kovich enfrenta o mesmo período de reclusão, condenado pelo mesmo crime.

Ihar Alinevich enfrenta 8 anos, condenado por um ataque à embaixada russa em Minsk em solidariedade com os anarquistas russos detidos no célebre caso Khimki. Foi também condenado por um ataque incendiário ao Belarusbank e por um ataque ao casino Shangri La. Ele nega todas estas acusações mas, apesar disso, foi raptado por polícias à paisana em Moscovo e foi extraditado para a Bielorússia ilegalmente. Foi também condenado por ter participado numa manifestação anti-militarista perto da sede do Estado-Maior das Forças Armadas em Minsk.

Aliaksandr Frantskievich foi condenado a 3 anos por ter participado num ataque ao edifício da Federação Sindical (controlada pelo estado) e por pirataria informática. Apesar de ter sérios problemas de saúde (tem apenas um rim), ele continua detido numa penitenciária para presos que se encontram a aguardar julgamento.

Mikalai Dziadok foi também declarado culpado dos ataques ao Shangri La e ao edifício sindical e pela participação na manifestação anti-militarista, tendo sido condenado a 4 anos e meio de prisão depois de ter sido ilegalmente detido. Ele também nega as acusações que lhe são feitas.

O dano criminal pelos quais estes companheiros foram condenados não ascende a mais do que algumas centenas de euros em cada um dos casos. Eles encontram-se em condições especialmente duras, reflectindo sobre a sua incomplacência.

Estas condenações formam parte de um repressão ideológica aos anarquistas na Bielorússia. Elas acompanham a revitalização do anarquismo bielorusso nos últimos anos. Contrariamente a outros países da ex-União Soviética e a outras ditaduras modernas, os anarquistas não são uma parte minoritária de uma população prisional dissidente constituída pelo habituais activistas pró-democracia e anti-corrupção. Eles representam pouco menos de metade do presos ´políticos`da Bielorússia. Isto acontece em parte porque é possível que existam sentenças revogadas se a culpa for admitida e se escreva um carta pedindo perdão ao estado, algo que os 5 não irão fazer.

A CNA Bielorússia tem feito constantemente campanha para que possam ser libertados e, a termo imediato, para que sejam permitidas visitas, medicação, cartas e livros, e tenta angariar dinheiro para cobrir os gastos com os advogados e para comprar comida para os companheiros.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Centro de Cultura Libertária

Facebook: www.facebook.com/CentroDeCulturaLibertaria
Blog: http://culturalibertaria.blogspot.pt/
E-mail: ateneu2000@yahoo.com
Endereço postal: Apartado 40 / 2800-801 Almada (Portugal)
Sede: Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto - Cacilhas - Almada
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt


A-Infos Information Center