A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours

Links to indexes of first few lines of all posts of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) France, Alternative Libertaire AL #284 - Um referendo para o que ? (en, fr, it) [traduccion automatica]

Date Mon, 11 Jun 2018 08:04:24 +0300


Os Sindicatos Interfederais da SNCF organizaram uma consulta aos funcionários sobre a reforma ferroviária. É um resultado sem apelo: 94,97% contra, com participação expressiva de 61,15%. Mas depois ? ---- Esse resultado comprova a impopularidade da reforma entre os funcionários da ferrovia. Também mostra que, apesar do nível relativo de grevistas, a luta é perfeitamente legítima com os funcionários. Mas esse resultado também destaca as dificuldades das estratégias implementadas. ---- Por um lado, o governo dos tecnocratas marconistas nada tem a ver com a popularidade de sua reforma. A terrível repressão exercida contra as universidades em dificuldades ou Notre-Dame-des-Landes sublinha a lógica implementada: reformas impopulares impostas pela violência. A legitimidade desta ou daquela reforma não é mais a questão, uma vez que somente hoje domina a força. Por outro lado, essa estratégia, impulsionada pela direção da CGT, mascara a principal dificuldade do movimento: o declínio da auto-organização.

Esse declínio é em parte causado pela estratégia de greve acidentada, que não permite que os funcionários conduzam seu próprio ritmo de mobilização. Legitimidade não é suficiente diante de tal poder ! Ela não é um fim. Mas deve ser um instrumento a serviço do movimento real: o da mobilização dos indecisos, o prudente no confronto social.

Alternativa Libertária, 31 de maio de 2018

http://www.alternativelibertaire.org/?Un-referendum-pour-quoi
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center