A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours

Links to indexes of first few lines of all posts of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) France, Alternative Libertaire - Noite-Debate, "A violência contra as mulheres: o medo deve mudar campos" em 17 de março em Lisieux por AL Auge (en, it, fr) [traduccion automatica]

Date Fri, 17 Mar 2017 09:02:54 +0200


Violência contra as mulheres, seja efeito físico, sexual ou psicológico é isolar, humilhar e dominar todas as mulheres. é necessária a criação de uma feminista do poder. O medo deve mudar de lado. ---- Violência contra as mulheres, seja efeito físico, sexual ou psicológico é isolar, humilhar e dominar todas as mulheres. Eles são diariamente na França, uma mulher morre a cada três dias nas mãos de seu cônjuge, 40% dos casos de violência doméstica começar durante a primeira gravidez, 23% dos pedidos de aborto estão diretamente relacionados à violência, 20 % das mulheres em situação de risco durante a sua vida sofre estupro ou agressão sexual (86% dos estupros ou tentativas de perpetrado por parentes) ... ---- LISIEUX ---- sexta-feira março 17, 2017, às 20h ---- Mozart quarto ---- Evento para a reunião pública em redes sociais, alcance e divulgar!

Assobiava nas ruas, o trabalho mal pago, espancado e escravizados em privacidade, olhe para nós, não falamos para quebrar o tabu da violência. Quando uma mulher é atacada, é todas as mulheres que são afetadas e é tudo juntos que temos de nos defender contra a violência na sociedade e homens. Recusamo-nos ainda com maiores desigualdades de força que produzem violência. Eles têm apenas um objetivo: manter as mulheres na opressão e exploração.

Eles são "pequeno", "trivial" ou "grande", a violência que são feitas todos os dias para as mulheres contribuem para ameaçar e espalhar uma desconfiança perpétua e vulnerabilidade porque eles passam por um sistema: patriarcado. A luta pelo seu desaparecimento é essencial. Criando um relatório de força feminista contra o sistema e aqueles que defendem a necessidade. O medo deve mudar de lado.

Informações: Seguindo o Dia Internacional do Dia da Mulher para a Igualdade de Direitos, o Coletivo Libertaire Alternativa Pays d'Auge (Calpa) organizou um evento painel intitulado "A violência contra as mulheres temem deve mudar campos" . Ele terá lugar sexta-feira, março 17, 2017 a partir das 20h Mozart Hauteville jantar (Lisieux).

Contato: paysdauge@alternativelibertaire.org

http://www.alternativelibertaire.org/?Violences-faites-aux-femmes-la
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center