A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Chile] O patriarcado, o Estado e a impunidade se disfarçam de mulher By A.N.A. (ca, en)

Date Mon, 18 May 2020 10:12:26 +0300


A nomeação¹ como ministra da Mulher e da Igualdade de Gênero de Macarena Santelices, sobrinha-neta do ex-ditador Pinochet (1973-1990), autora de frases tão desprezíveis como: "Os municípios já não abastecem. As ajudas sociais devem ser para nossa gente: os chilenos. Saúde, moradia, nem sequer temos resolvidos nossos problemas!!! Urgente NÃO MAIS IMIGRANTES (sic)" e "Não me cabe fazer julgamentos hoje, como ministra, a comentários que fiz no passado", gerou ampla controvérsia e rechaço desde a população. Inclusive validou a ditadura, justificando assim o terrorismo de Estado e as violações dos Direitos Humanos perpetradas (incluídas torturas a mulheres, violações a gestantes e uma série de humilhações que constituem tortura sexual). Queremos questionar não somente sua nomeação como ministra da mulher, mas a nomeação de qualquer cargo que se mantêm dentro da política tradicional, que diz nos representar, mas segue sustentando um modelo no qual a endogamia, a corrupção e a economia capitalista são mais importantes que nossas vidas.

Não necessitamos que nos representem, exigimos e ocupamos os espaços para nos representar e construir-nos em solidariedade de gênero e de classe. Nem este governo nem nenhum outro se preocupou verdadeiramente em lutar contra a opressão machista que se sustenta no patriarcado. Nenhum Estado, nenhum presidente, nenhuma ministra, vão resguardar nossas vidas, já que seus interesses sempre partem de seu privilégio empresarial e acomodado. A cumplicidade do patriarcado com o capitalismo é algo que salta aos olhos constantemente e como anarcofeministas queremos recordar que NÃO QUEREMOS NEM NECESSITAMOS MINISTROS NEM GOVERNOS, QUEREMOS A SOBERANIA DE NOSSOS CORPOS.

Vamos estender as redes de sororidade, fomentar a autodefesa, e construir laços de segurança e proteção para acompanhar-nos e proteger-nos entre nós, longe das autoridades, títeres empresariais e direitistas de plantão.

ABAIXO O PATRIARCADO E SUAS INSTITUIÇÕES!

Órgano Anarco Feminista Santiago

Sábado, 9 de maio de 2020

Tradução > Sol de Abril

[1]Foi nomeada pelo presidente do Chile, Sebastián Piñera, na quarta-feira, dia 06/05.

agência de notícias anarquistas-ana
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center