A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) France, Union Communiste Libertaire UCL - Al #305 - Editorial: Pela nossa saúde, greve e direito de retirada (en, fr, it)[traduccion automatica]

Date Sat, 16 May 2020 10:23:25 +0300


Desde o início da epidemia e contenção, o direito de greve e o direito de retirada foram amplamente utilizados para interromper atividades não essenciais de empregadores preocupados principalmente com seus lucros, como na Amazon ou na indústria automotiva. . Da mesma forma, no serviço público territorial, os avisos de greve obrigaram as autoridades a fazer valer o direito à saúde. ---- Sem essas mobilizações, o balanço patrimonial poderia ter sido muito mais pesado. No momento do descon fi namento, muitos trabalhadores - assalariados ou "autônomos" - encontram-se em uma situação paradoxal: ansiosos pelo seu futuro com a crise econômica que está se aproximando e, ao mesmo tempo, preocupados com sua saúde diante de uma segunda onda epidêmica. Muitos, portanto, aguardam impacientemente o reinício do trabalho prometido pelos empregadores e pelo governo, sem oferecer garantias de segurança.

Nesse contexto, o direito de greve e o direito de retirada devem ser usados para impor condições de saúde irrepreensíveis, em particular a possibilidade de triagem, condições de trabalho que respeitem o distanciamento ou mesmo o acesso a máscaras confiáveis. O amadorismo e o cinismo das autoridades, expostos pela epidemia, mostram-nos que a saúde de todos está em primeiro lugar nas mãos dos trabalhadores.

UCL, 26 de abril de 2020

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Edito-Pour-notre-sante-greve-et-droit-de-retrait
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center