A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) France, Union Communiste Libertaire UCL - Chamada de unidade, Casas, CRA, migrantes sem documentos: medidas imediatas contra a bomba sanitária ! (en, fr, it)[traduccion automatica]

Date Mon, 11 May 2020 07:50:51 +0300


Homes, CRA, migrantes sem documentos: "Para essas populações, a atual crise de saúde está se tornando uma verdadeira bomba de saúde". Mais de 170 organizações, incluindo a UCL, convocaram um dia de manifestações no sábado, 30 de maio: "essas demandas por justiça e igualdade também são necessidades sanitárias imperativas, além das quais todos os discursos contra a disseminação do coronavírus são em vão". ---- Em casas superlotadas e abandonadas, nenhuma distância física é possível. O vírus pode se espalhar sem freio. Esse também é o caso dos centros de detenção e a isso se acrescenta violência e ansiedade repressivas. Para os migrantes nas ruas, é fome, insegurança social e de saúde. ---- Acrescente a isso que os migrantes sem documentos estão sem direitos, sem renda e sem esperança de acesso aos benefícios oferecidos pelo Estado. Para eles e para eles, não há livre acesso aos cuidados e não há outra maneira de sobreviver além de buscar meios de subsistência.

Para essas populações, a atual crise de saúde está se tornando uma verdadeira bomba de saúde. Para si e para si mesmos abandonados à ameaça do vírus, mas também para toda a sociedade.

A única solução para desarmar esta bomba, salvar aqueles que estão ameaçados e, assim, proteger toda a sociedade, é a implementação imediata das seguintes medidas:

Testes sistemáticos realizados em residências, oficiais ou não, por organizações independentes da prefeitura e gerentes, garantindo confiança e confidencialidade para os envolvidos em seu acordo
Isolamento de pessoas contaminadas em locais decentes em consulta com grupos de migrantes sem documentos e residentes ou associações escolhidas pelos interessados
Distribuição em massa de máscaras, luvas e géis nas residências
Fechamento imediato dos Centros de Detenção Administrativa (CRA)
Abertura imediata de lugares sem condições de papéis e renda para permitir acomodação e uma vida coletiva respeitando a distância física.
Suspensão de aluguéis durante todo o período de confinamento (março, abril e maio) e liquidação de aluguéis não pagos
Regularização incondicional de todos os migrantes sem documentos com direito a renda social, direito a medidas parciais de desemprego para aqueles que trabalhavam e acesso gratuito à saúde.

As demandas de ontem por justiça e igualdade também são hoje necessidades sanitárias imperativas, além das quais toda a conversa contra a disseminação do coronavírus é em vão.

Os apelos à imitação da medida de regularização adotada por Portugal são um passo na direção certa. Mas é essencial que essa medida seja eficaz e se aplique, sem condições, a todos os migrantes sem documentos e migrantes.

Para esse fim, apoiaremos todas as ações decididas pelos moradores de residências, pessoas detidas nos CRAs e migrantes sem documentos e defenderemos seu direito à vida, que também é nosso direito à vida.

Chamamos a participar em iniciativas que serão tomadas em 1 stMaio por ocasião do Dia Internacional dos trabalhadores e estão vestindo essas reivindicações.

Estamos pedindo um dia de manifestações no sábado, 30 de maio, de acordo com as condições e tomando medidas de distância física.

180 primeiras organizações signatárias e mais de 1000 signatários para ingressar em https://www.change.org/Bombe-sanitaire-Sans-Papiers-Appel-30 mai :
Coletivos de migrantes sem documentos e residentes de albergues:

CISPM, CSP59, CSP75, CSP Paris 20, CSP93, CSP95, CTSP Vitry, Coleção Schaeffer d'Aubervilliers, COPAF, Rights Before !!,

A Marcha da Solidariedade,

E:

Ah, Bienvenue Clandestins !, ACDA, ACDR, ACORT, ATIT, ADTF, AFD Internacional, AFJD, AMDH Nord / França, AMDH-Paris / IDF, AMF, ANC, ANVITA, APARDAP 38, APCV, APICED, Assembléia Anti-racista Paris 20, ASIAD , ASTI de Petit-Quevilly, ASTI de Romanos, Associação Les Oranges, ATMF, Attac, Attac 35, Attac Estrasburgo, Autódromo, Bagagérue, BAN, Baobab, BDS France Paris, CADTM-França, CAPJPO-EuroPalestine, CEDETIM, Cercle de silence Hazebrouck, Chemins Pluriels, CIBELE, Cimade 35, Cisem 38, CIVCR, CNAFAL, CNT-FTE, CNT-Solidarité Ouvrière, COBIAC Lebanon, Coletiva 10 de novembro contra a Islamofobia, Coletiva 20 e Solidaire com migrantes, Coletivo Benvindo Migrantes 34, Coletivo de Serviços Públicos e de Defesa dos Direitos Sociais Choisy-Thiais-Orly, Coletivo do Loire " Para que ninguém dorme na rua", Coletivo Ni Guerre Ni Etat de Guerre, Palestina Coletiva em Resistências, Coletivo"Paga Viganais Terre d'Accueil", Refugiados Coletivos de Vaucluse, Romeurope Coletivo de Val Maubuée, Refugiados Coletivos de Apoio Ariège, Coletivo de apoio a Sans-papiers du Trégor, Coletivo de apoio ao EHESS para migrantes e migrantes sem documentos, Vigilância Coletiva pelos direitos dos estrangeiros Paris 12 e , Comitê de Anti-racismo de Gérardmer, Comitê de Solidariedade com greves e resistência, Comitê de Vigilância do Direito dos Estrangeiros de Montbéliard, Companhia NAJE, CORENS, CRLDHT, Descolonizando as Artes, DAL, DIEL, DNSI 67, DNSI 86, Ecodrom93, Ecole Thot, Emancipação Lyon-69, Tendência de Emancipação intersindicale, Ensemble!, Estados Gerais de Migrações de Rouen, EELV Paris 18, ETM 31-46, FASTI, Igualdade de Mulheres, Mulheres Plurais, Filhas e Filhos da República, Fondation Copernic, Fondation Frantz Fanon, FI Paris 17, FTCR, FSU35, FUIQP, Gasprom-Asti de Nantes, refugiados migrantes do GAT FI 35, Générations Solidaires, Gilets Jaunes Loiret 45, GISTI, Groupe Logement of 14 October-Rennes, ICARE 05, Identity Plurielle, inFLEchir, La Conquête du Pain, Convergence of lonters, La Poule no Golden Eyes, La Révolution est En Marche, L'Auberge des Migrants, Pariah, Tile Launcher, LDH Châtellerault, LDH 70, LDH Paris 18, Maison Internationale de Rennes, Federal MAN, Modus Operandi (Grenoble), MRAP, MRAP de Lille, MRAP de Vaucluse, Utopia de Mouvement, NPA, OCML-VP, Palestina 13 (AFPS), Partido dos Trabalhadores (Tunísia) - seção França, sem crianças de rua em Valence,Pas Sans Nous 49, PCF Rennes, PCOF, PEPS, PG Paris 17, PG Paris 18, PIR, Planejamento Familiar 35, África Europa Rede de Fé e Justiça, Rede Ritimo, Revue d'Etudes Décoloniales, REMCC, RESF 69, bacia mineira RESF 71, Roya Citoyenne, RUSF Paris 1, RUSF Paris 8, RUSF 34, SKB, SMG, SNUASFP-FSU, SNPES-PJJ / FSU, Seção CGT-Cité Nationale of the Histoire of Immigration, solidaires etudiant-es, Solidarité and Languages of Valence, Stop Precariousness, SUD Culture, SUD Education 92, SUD Industrie IdF, SUD Social Protection 93, Sun of Soudan, Survie, Syndicat des Quartiers Populaires de Marseille, TadamunExil 70, TPC Maison Solidaire, All CitizensRESF Bassin Minier 71, Roya Citoyenne, RUSF Paris 1, RUSF Paris 8, RUSF 34, SKB, SMG, SNUASFP-FSU, SNPES-PJJ / FSU, CGT-Cité Nationale d'Iistoire d'Immigration, Solidaires Etudiant- Student- es, Solidariedade e Langages de Valence, Stop Précarité, SUD Culture, SUD Education 92, SUD Industrie IdF, SUD Social Protection 93, Sun of Soudan, Survie, Syndicat des Quartiers Populaires de Marseille, TadamunExil 70, TPC Maison Solidaire, All CitizensBacia de mineração RESF 71, Roya Citoyenne, RUSF Paris 1, RUSF Paris 8, RUSF 34, SKB, SMG, SNUASFP-FSU, SNPES-PJJ / FSU, Seção CGT-Cité Nationale of the Immigration, Solidaires Etudiant- es, Solidariedade e Langages de Valence, Stop Precariousness, SUD Culture, SUD Education 92, SUD Industrie IdF, SUD Social Protection 93, Sun of Soudan, Survie, Syndicat des Quartiers Populaires de Marseille, TadamunExil 70, TPC Maison Solidaire, All CitizensTPC Maison Solidaire, todos os cidadãosTPC Maison Solidaire, todos os cidadãos!, Todos os migrantes, UD Solidaires Val de Marne, UCL, UJFP, UJR, União Syndicale Solidaires, Migrantes Unidos, UNRPA, UPML, UTAC, Un Toit c'est Un Droit Rennes, ZEMBRA Echo, ZSP18 ...

Recurso da unidade publicado no Mediapart em 28 de abril de 2020

https://www.unioncommunistelibertaire.org/?Foyers-CRA-Sans-papiers-Des-mesures-immediates-contre-la-bombe-sanitaire
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center