A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) France, Alternative Libertaire AL #235 - Dict Anticapitalista: O que é o "mainstreaming de género"? (en, fr) [traduccion automatica]

Date Sun, 23 Feb 2014 12:29:14 +0200


A cada mês, uma palavra ou frase vetado por Mouldi C ---- O sistema de articulação é a administração de organizações que reúnem um número igual de representantes dos empregadores e empregados. Na França, este modelo apareceu pela primeira vez através da Lei de 19 de outubro de 1946 que estabelece o estatuto do público. Apesar de ter sido objecto de decisões espalhadas ao longo do tempo, em toda a administração (funcionalismo público estadual, hospital e territorial), a relação entre as autoridades estaduais e organizações chefe união tem construída em torno deste modelo, que tanto fortalece o papel dos sindicatos e confinado em uma situação que o acompanha até papel. ---- Este paritarism dá rigorosamente nenhum indício de poder de homens e mulheres trabalhadores, uma vez que as eventuais observações ou propostas são apenas consultivo, a decisão em seguida, retornar para a administração. Mas, no que diz respeito ao cotidiano de homens e mulheres que trabalham, sem dúvida, foi demais para aqueles que governam? Os contratos de 2008 sobre os direitos sindicais no setor público estão desaparecendo igual representação de vários órgãos de assessoria relacionados aos funcionários trabalhistas.

Para além do que acontece no governo, o aparelho do Estado rapidamente percebeu seu interesse de generalizar este tipo de relacionamento com os sindicatos, o sistema de articulação também está presente na gestão da agências empunhando recursos financeiros significativos (habitação, formação, pensões complementares, de previdência, por exemplo). É uma maneira muito eficaz para "segurar" os sindicatos!

A história é diferente para a Segurança Social: Desde a sua criação, em 1945, foi gerido directamente pelos representantes dos trabalhadores, pelo menos para os fundos primários para os patrões eo sindicalismo reformista obtidos em 1949 a criação um fundo nacional, onde a presença de representantes do Estado estabelece a supervisão deste último. Em agosto de 1967, a gestão obtém sua entrada em todos os casos que se tornam joint ...! No sindicato não vai revogar essa medida uma reivindicação central, mesmo nos períodos em que esta era vencível (pós 68, por exemplo). Gestão conjunta permite, de fato, os empregadores gerir o dinheiro Trabalhadores socializados, através de alianças (principalmente com FO até 1995, também com a CFDT desde então).
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt


A-Infos Information Center