A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Reino Unido] "Red and Black Umbrella": um novo centro social ocupado para Cardiff

Date Fri, 23 Dec 2011 14:42:37 +0100


É novo! É livre! É em Cardiff!
Lê-se no panfleto: "Você deve ter recebido a notícia de que nós nos mudamos para o
antigo Tredegar Hotel [na rua Clifton], então pensamos que devemos nos apresentar.
Nós somos o Coletivo "Red and Black Umbrella", e pretendemos tornar o bar abandonado
em um centro social. Acreditamos que as pessoas devem estar antes do lucro. Estamos
cansados dos cortes governamentais que nos afetam enquanto os políticos e banqueiros
se enriquecem. David Cameron quis uma grande sociedade e..."

Um novo centro social
No fim de semana, com alguns dos agora ativistas sem-teto recentemente despejados da
fábrica centro social em Bristol, algumas pessoas mencionaram um novo centro social
recém-aberto em Cardiff. Eu tinha decidido parar em Cardiff no meu caminho para casa
de qualquer forma para visitar o novo local Occupy; logo depois me direcionei a
mesma rua onde os infelizmente há muito tempo desaparecidos People's Autonomous
Destination (PAD) estiveram, Rua Clifton, para ver por mim mesmo sobre o "Red and
Black Umbrella".

Dia de abertura

Embora o prédio tenha sido ocupado há algumas semanas, o Coletivo gastou a maior
parte do tempo tornando-o habitável e fazendo reparos essenciais, então sábado [19
de novembro] foi - ocasionalmente - seu dia de abertura "oficial". Eu fui saudado
por um grupo de pessoas amigáveis e sorridentes do lado de fora. Do lado de dentro,
eles estavam servindo gratuitamente (ou por doação) bebidas quentes, com uma fileira
de deliciosos bolos veganos espalhados convidativamente pelo bar.

Há um sentimento amigável de bar no local, na semi-escuridão por conta das cortinas
nas janelas (que substituíram o compensado anterior, que havia fechado toda a luz).
Uma bem estocada mesa de materiais colocada do lado de dentro do espaço e uma tela
tinha sido colocada no canto para exibir um "squatdocumentário" sobre ocupações nos
EUA. Iria ter música ao vivo mais tarde, pelos músicos de Cardiff, Cosmo e Gail, mas
não pude ficar para isso.

O panfleto

O panfleto do Coletivo continua:

"Encorajamos a participação, e queremos usar o prédio em seu máximo potencial. Somos
contra "chain pubs", e "posh flats" que parecem estar tomando nossa cidade e nossas
comunidades. Estamos oferecendo algo completamente diferente aqui na Rua Clifton, e
qual a melhor coisa? Será tudo gratuito!"

"Se você quiser aprender algo, nos diga e iremos tentar e encontrar um professor! Se
você tem uma habilidade e gostaria de compartilhá-la, venha e faça um workshop!"

"Queremos criar um ambiente seguro e convidativo para todos. O centro social será
uma zona livre de drogas e álcool, para que as pessoas venham juntas, compartilhem
habilidades e idéias, conheçam novas pessoas, façam arte, vejam filmes e aprendam
novas línguas".

Convidados indesejáveis

Desde que ocuparam o prédio, o Coletivo teve de lidar com diversas intromissões, do
proprietário quebrando janelas nos fundos, numa tentativa final bem sucedida de
iniciar um diálogo (não tentem isto em casa, pessoal), policiais ameaçando arrombar
a porta caso não se permitisse que entrassem, e bombeiros tentando apagar uma
pequena e controlada fogueira no quintal.

A resposta do Coletivo aos policiais:

"No Halloween, a polícia se voltou para o Tredegar Hotel e tentou derrubar nossa
porta. Eles não se identificaram como policiais. Pedimos para que parassem, e
colocamos uma nota legal na porta para que lessem. Ela explicava que somos ocupas e
estamos vivendo aqui, e é ilegal a qualquer um quebrar isto. Alega-se que alguém
denunciou um assaltante no hotel; nós asseguramos então que não somos assaltantes -
longe disto! Estamos cuidando e renovando este prédio, mas eles quebraram as trancas
de nossa porta e entraram ilegalmente em nossa casa. Eles ignoraram a nota legal que
demos a eles e temos todo o incidente registrado em vídeo. Estamos considerando
tomar ações legais ou alternativas. O anúncio afirma que há pelo menos um de nós no
prédio em todos os momentos, e se alguém for para quebrar poderá enfrentar 6 meses
de prisão ou uma multa de 5000 libras".

O que acontece?

Existe um monte de planos para usar o espaço.

O Food Not Bombs de Cardiff irá cozinhar lá quinzenalmente e existem outras idéias
sobre outros possíveis Food Nots: Food Not Borders [Comida, Não Fronteiras]; Food
Not Bailiffs [Comida, não Oficiais de Justiça]...

A Prisoner Support irá se encontrar semanalmente para escrever cartas de
solidariedade e planejar outras ações solidárias a aqueles que estão na prisão.

Uma cozinha comunitária irá servir comida quente com alimentos doados.

Comida será doada para o Occupy Cardiff. Dúzias de hambúrgueres veganos foram feitos
pelo coletivo para a ocupação Castle antes de seu fim prematuro. Agora a ocupação
retorna, e se espera mais do mesmo.

Também há planos para noites de filmes e discussão, compartilhamento de habilidades,
workshops, música ao vivo e outras coisas.

Tudo gratuito ou por doações. Ninguém irá embora por impossibilidade de pagar.

Foda-se facebook

Enquanto estava saindo, alguém me deu uma cópia de um zine, terceira edição de "Fuck
Off Facebook", e me disse que passou cópias para o Occupy Cardiff, que parece ser
basicamente organizado exclusivamente por via desta rede social de espionagem. Uma
ótima publicação relatando sobre uma turnê de verão pela Europa com pouco dinheiro,
falando sobre os melhores locais alternativos: o espanhol Nowhere Festival, arte de
rua em Valência, Rainbow Valley em Andaluzia, cena anarquista de Roma, cena
anarquista na Eslovênia, e outros lugares. Com uma página repleta de
anti-propagandas da Coca-Cola e Colgate.

Últimas palavras do coletivo "Red and Black Umbrella"

"O centro social é para que todos façam parte. Esperamos que você se junte a nós. Se
você tem quaisquer interesses, perguntas ou sugestões, por favor nos ligue ou envie
mensagem para 07748 385375, nos escreva um e-mail para
theredandblackumbrella@hotmail.co.uk, ou venha e diga olá e bata na porta! Nos vemos
em breve!"

VG

Tradução > Marina Knup

agência de notícias anarquistas-ana
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt


A-Infos Information Center