A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�_ The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Trk�
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Portugal , Porto] Benefit solidário com os acusados de Silves: sábado, 30 janeiro 16h00 entrada livre

Date Sun, 24 Jan 2010 14:25:52 +0100



antes verde eufémia que amarelo transgénico
Trashbaile www.myspace.com/trashbaile
Lost Gorbachevs www.myspace.com/lostgorbachevs
Dokuga www.myspace.com/dokugapunx
Eskizofrénicos www.myspace.com/eskizofrenicosband
Toda a tarde/noite:
- Petiscos
- Vídeo: imagens da acção do Movimento Verde Eufémia, a 17 de Agosto de
2007, em Silves.
- Informação sobre a situação actual do processo
- DJs Luís Genocide e el Quisto
Benefit solidário com os acusados de Silves
Na sequência do corte de cerca de um hectare de milho transgénico, há dois
anos, em Silves, há seis arguidos no processo que decorre na Justiça
portuguesa. E há um movimento de pessoas que se solidarizam com os
acusados deste processo e com a acção do Movimento Verde Eufémia.



O Algarve foi a primeira região portuguesa a declarar-se Zona Livre de
Transgénicos. Em contrapartida, a Herdade da Lameira foi a primeira
propriedade da região a cultivar milho transgénico, no caso da variedade
MON810, violando a declaração e desrespeitando a vontade da população.




A 17 de Agosto de 2007, cerca de 150 pessoas dirigiram-se à Herdade da
Lameira, perto de Silves, para protestar activamente contra o cultivo de
transgénicos, num acto simbólico que ceifou menos de um hectare dos 51
hectares de milho transgénico da propriedade. Na ocasião, os activistas
ofereceram ao agricultor, publicamente, sementes para recultivar todo o
terreno com milho biológico. A proposta foi rejeitada, a herdade continua
a cultivar milho transgénico.




Nos dias que seguiram à acção, a vasta atenção mediática que o Movimento
Verde Eufémia recebeu instigou uma grande polémica, com ressonância no
público em geral, no próprio movimento ambientalista, no governo e nos
meios académicos. Nunca uma acção ambientalista recebeu tanta atenção na
história recente em Portugal.


Face à mediatização da acção, o governo, responsável por uma política
favorável aos organismos geneticamente modificados (OGM), reagiu com
agressividade, numa tentativa de isolar os activistas do Movimento Verde
Eufémia, através da mesma estratégia de amedrontamento e criminalização
que toda a União Europeia reserva para qualquer movimento contestatário.
Nesse sentido, chegou-se ao ridículo de rotular a acção como um ?acto
terrorista? (Europol EU Terrorism Situation and Trend Report, 2008). Há
pessoas relacionadas com caso pela polícia que foram constituídas arguidas
e que podem ser julgadas e punidas. Tornou-se mais difícil agir contra os
OGM em Portugal. Os indivíduos, ou organizações que o fazem, correm o
risco de ficar sob suspeita e vigilância das autoridades.


Com este benefit pretende-se:

- Mostrar solidariedade com as pessoas acusadas no processo Verde Eufémia;

- Obter fundos monetários para o processo judicial do caso;

- Mostrar a todos os actores envolvidos no debate que a acção do Movimento
Verde Eufémia não é um caso isolado no contexto histórico português e
muito menos no actual contexto internacional, onde este tipo de acções são
comuns, em particular contra o cultivo de OGM;

- Promover a discussão sobre o tema dos transgénicos em Portugal;

- Promover o debate sobre o conceito de desobediência civil, do seu valor
como uma forma de participação activa e empenhada da sociedade civil e da
sua necessidade para salvaguardar as pessoas e o ambiente. Defender a
liberdade de expressão.




Convidamos, por isso, todos os que se sintam identificados com os
objectivos deste grupo a promover acções de solidariedade em volta deste
tema.





Info da conta para donativos no apoio judicial da acção:

Conta 0006 0947 8355
NIB 0007 0000 00609478355 23
IBAN PT50 0007 0000 0060 9478 3552 3
SWIFT/BIC BESCPTPL






Mais info: solimove.liveinfo.nl | eufemia.ecobytes.net
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt


A-Infos Information Center