A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Brasil] Entrevista com grupo anarquista Vermelho e Negro - BA

Date Wed, 15 Mar 2006 23:21:46 +0100 (CET)


01 - Como surgiu o grupo anarquista organizado Vermelho e Negro?

ÊA! O Vermelho e Negro ainda é um pró-grupo anarquista organizado, que
esta em fase de construção, sendo fruto de um processo que iniciamos no
primeiro semestre de 2005 e que veio tomar mais fôlego no segundo semestre
deste mesmo ano, com nossa participação no 3° Encontro Nacional do Fórum
do Anarquismo Organizado. O VN surge a partir da necessidade de nós
militantes anarquistas, aqui destas bandas do sertão baiano, estarmos
organizados politicamente e coordenarmos nossa militância nos diversos
níveis de atuação, que acreditamos que um grupo anarquista deve ter:
construção teórica , propaganda e movimentos socais.

02 - Como os compas analisam a conjuntura política e econômica do Brasil?

Tanto no Brasil, como em toda América - Latina e na África (locais onde a
realidade é bem parecida com a nossa), vivemos um momento extremamente
brutal, com o capitalismo se aperfeiçoando a cada dia, desenvolvendo
diferentes formas de dominação e exclusão. Contudo vemos um avanço dos
movimentos socais combativos e das ideologias revolucionárias.
Particularmente aqui no Brasil, vemos o governo do PT dar continuidade a
política entreguista e neoliberal, assumindo uma tarefa que até então
cabia aos partidos de direita, representando os grandes empresários, a
elite branca e o capital estrangeiro, negando (até mesmo) o reformismo e
passando à gerir o capital, mantendo intacto o sistema de exploração
burguesa e supremacia branca. O mesmo PT pelego protagonista da crise
política, ou melhor dizendo, dos escândalos de corrupção do governo Lula,
que em nossa analise serviu como um marco que mostra a inviabilidade da
?estratégia eleitoral? para organizações de ?esquerda? (mesmo que só na
retórica, como o velho PT e o recém-nascido PSOL), reforçando a tese do
campo revolucionário e libertário, que busca fortalecer os movimentos
socais a partir da independência de classe e da ação direta popular. Além
de servir para afirmar a posição dos anarquistas frente ao estado burguês
e a ?democracia dos ricos?. E reforçar nossos gritos de: Fora Todos! Fora
Toda Classe Política!

03 - Quais são as principais lutas sociais que o VN participa em Feira de
Santana no atual momento?

Bem, nossa atuação mais concreta tem se dado no movimento estudantil
secundarista, onde seguimos firmes como a principal força na cidade,
atuando por dentro da Associação Feirense de Estudantes Secundaristas
(AFES). E nossa principal bandeira nesta frente é pela melhoria do ensino
público, contudo a luta pelo passe livre e contra a máfia do transporte
coletivo, também tem tido grande importância, nesta frente. Na
universidade nossa atuação segue ainda tímida dando os primeiros passos,
no curso de Historia. Outro fator importante tem sido o espaço que
conquistamos na centro da cidade, que funciona como sede da AFES e mesmo
sendo um espaço pequeno tem servido para realizarmos reuniões e algumas
atividades do ME e também do Movimento Hip Hop e Anarco-Punk (ambos em
gestação), além de ser um espaço cultural onde funciona uma biblioteca
social.

04 - Quais são as perspectivas do VN para a luta anarquista e os
movimentos populares para este ano de 2006?

Alguns marcos na historia da luta popular e libertária fazem de 2006 um
ano especial para nós anarquistas. Os 100 anos do congresso de fundação da
Confederação Operária Brasileira (COB), orientada pelo sindicalismo
revolucionário e os 120 anos do 1° de Maio. Pretendemos ainda este ano
estar lançando publicamente o nosso coletivo e nossa declaração de
princípios, e dar um caráter mais orgânico ao nosso grupo. Também
pretendemos nos dedicar a campanha contra a classe política e a mentira
que é a ?democracia burguesa?, por conta das eleições. No nível social
nossa idéia é fortalecer nossa atuação no movimento estudantil
secundarista e colocar mais fôlego em nossa militância na Universidade.
Além de lançarmos as bases para construção de nossa frente comunitária, o
que será um processo um pouco mais longo.

05 - Deixem um recado aos compas anarquistas do Brasil.

Para finalizar gostaríamos de dizer, a todos compas que mais do que nunca
é nosso dever construir a alternativa anarquista para os novos tempos de
luta, trabalho que não é e nunca será fácil! Mas vamos adiante porque a
peleja é grande. Anarquismo é Luta! Todo Poder Para o Povo Preto e
Indígena! Fora racistas, aqui tem Dendê!

Vermelho e Negro, Feira de Santana - Bahia
vermelhoenegro@hotmail.com
Cx. Postal 280 Cep.: 44001-970 - Feira de Santana - Bahia

Texto retirado do Informe Anarquista nº04, publicação trimestral do
Coletivo Pró Organização Anarquista em Goiás
_______________________________________________
A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt


A-Infos Information Center