A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) COMUNICADO SINDICAL Nº 3 DO COLECTIVO FESAL - PORTUGAL: Situação da Esco la Secundária D. João de Castro

Date Wed, 4 Jan 2006 23:24:17 +0100 (CET)


Companheiras e Companheiros,
Com muita aflição minha e de cerca de uma centena de trabalhadores
(docentes e não docentes) que estiveram hoje, dia 4 de Janeiro de
2006, na Reunião Geral nesta escola da capital, os políticos do
Ministério da Educação, acabaram de declarar a "sentença de morte"
deste antigo liceu (com mais de 50 anos) ao decretar que ele se
irá "fundir" com a Esc. Sec. Fonseca Benevides. Esta é uma escola
vocacionada para cursos tecnológicos, onde de certeza não haverá
sempre bom acolhimento, onde grande parte das instalações são
exíguas e carecem de renovação.
O Ministério vinha preparando esta extinção desde há vários anos,
primeiro extinguindo os cursos nocturnos (ensino recorrente), depois
fechando as matrículas nos 7º anos.
Sabendo nós que grande parte dos estudantes do secundário vinham do
3º ciclo da nossa escola, não admira que o número total de alunos
tenha rapidamente diminuido, embora a escola em termos de resultados
nos exames nacionais, tivesse um desempenho muito bom, além de ter o
seu projecto pedagógico e ter desenvolvido nestes anos mais recentes
actividades que mostram dinamismo e inserção dentro da comunidade do
bairro.

As pessoas já vinham sendo "cozinhadas" desde meados de Novembro de
2005, sobre esta "fusão".
Do ponto de vista dos quadros, não haverá com certeza lugar para a
maior parte de nós, quer da nossa, quer da outra escola. Haverá
pessoas com colocações mais ou menos forçadas em zonas/escolas que
não são do seu agrado. Pior ainda, haverá uma não-renovação de
contratos, de docentes e trabalhadores não-docentes, sobretudo
destes últimos, pois muitos - na nossa escola, como em tantas
outras - têm contrato a prazo. Os alunos vão ser "convidados" a
integrar a Esc. Sec. Fonseca Benevides ou outras escolas das
redondezas. Os encarregados de educação vão, com certeza, ouvir
discursos dos "responsáveis", gabando as vantagens desta mudança
para seus filhos.
Mata-se uma escola da capital, com tradições, mata-se uma memória e,
sobretudo, um foco vivo de cultura. Os assassinos culturais nunca
puderam tragar o espírito contestatário e rebelde, que existiu, por
vezes, no seu interior.
Querem transfomar este belíssimo local de Lisboa, com um edifício
escolar construído de raíz para esse fim, numa repartição do
ministério (dizem eles!)ou irão antes entregar isto ao apetite voraz
de um construtor de condomínios privados de luxo??!
Pior que isto não há!
É o mesmo poder que atira poeira para os olhos dos cidadãos com
mirabolantes promessas de "choques tecnológicos" e de futuros
rizonhos no paraíso da Europa capitalista...

Vamos dizer NÃO!

Escrevam e-mails com protestos!
Escrever para:
Gabinete da Ministra da Educação
gme@min-edu.pt

Enviem-me cópia em bcc para
manuelbap@yahoo.com

Vamos preparar acções:
Reunião URGENTE, às 18:00
do dia 6 (sexta f.)
no Átrio Saldanha piso zero

Manuel Baptista

Núcleo Local de Lisboa,
do Colectivo FESAL-Portugal

_______________________________________________
A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt


A-Infos Information Center