A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Rosário, Argentina] S.O.S. Biblioteca Ghiraldo

Date Sat, 25 Feb 2006 14:23:38 +0100 (CET)


S.O.S. Biblioteca Ghiraldo
Biblioteca e arquivo histórico social "Alberto Ghiraldo"
Rosário, outubro de 2005.
Estimados companheiros/as:
Apesar das tremendas dificuldades econômicas que sofremos nestas terras,
supomos que por vocês conhecidas, nossa biblioteca é sustentada de forma
totalmente autogestiva e independente de entidades governamentais
(logicamente), instituições, empresas, etc; sustentando-se com a
contribuição mensal (cotas) dos/as sócios/as, doações solidárias de quem a
freqüenta, cozinha coletiva, gigs, festas, etc. Queremos ressaltar que
não recebemos nenhum subsídio estatal, nem político (nem o queremos),
sendo e permanecendo assim, independentes. Neste momento, há
aproximadamente 100 sócios, mas somos por volta de 15 os/as sócios/as
ativos/as, de várias idades, com uma assembléia mensal na qual resolvemos
os temas a serem tratados. Não nos interessa e rechaçamos dar ou receber
ordens, adoutrinar ou ser adoutrinados/as, assim como a idéia de falar do
anarquismo como um acontecimento histórico em tempo passado ou a simpatia
romântica pelos/as anarquistas de mais de 25 anos atrás. O contrato de
aluguel atual da casa na qual está nosso espaço terminará em abril de
2006, e sairemos dela depois de estarmos 12 anos no mesmo lugar. As
mudanças implicam sempre um grande transtorno, já que o deslocamento exige
um notável esforço econômico em um momento de penúrias materiais evidentes
(gastos com pintura, transporte, reformas, móveis novos, adiantamentos do
aluguel, mais recondicionamento do local no qual estamos antes de
entregá-lo). A falta de dinheiro, assim como de computadores e tecnologia
em geral (fotocopiadoras, scanner, impressoras, DVDs, câmera de vídeos e
fotos, bem como de coisas essenciais como ventiladores ou calefatores) é
um dos problemas pelos quais aspiramos a ter um contato mais direto com as
organizações e indivíduos anarquistas internacionais para, através da
solidariedade (na medida do possível) conseguir melhorar nosso
funcionamento. Outro de nossos inconvenientes é a falta de recursos para
manter em boas condições o arquivo histórico, assim como para poder
continuar os trabalhos de classificação e catalogação dos mais de 2000
livros que recebemos como doação de outras bibliotecas e de terceiros.
Além disso, é necessário resguardar os exemplares da biblioteca que, em
sua maioria, são atacados pela umidade e por insetos que se alimentam de
papel. Sentimos-nos impotentes diante do triste espetáculo que é ver como
se vão deteriorando exemplares como "A Geografia Universal", de E. Reclus,
"A Conquista do Pão", de P. Kropotkin, "Estatismo e Anarquia", de M.
Bakunin, entre outros, em sua maioria editados no fim no século XIX e
princípio do XX; desde já material único nesta região. O motivo concreto
desta carta é dar a conhecer nossa situação e dizer que qualquer
contribuição, seja de indivíduos ou organizações, nos será muito
significativa; já que a desvalorização do peso argentino, ocorrida após a
horrível crise econômica de 2001, faz com que hoje a relação euro-peso
seja de 4 para 1. Por exemplo: 10 euros valem 40 pesos, o que equivale a
uma conta de luz, água, gás ou telefone (é incrível que, com 2 euros, um
argentino faça em um restaurante uma refeição completa, com bebida e
sobremesa incluídas). Além disso, a relação dólar-peso é de 3 para 1,
similar ao euro. Isso demonstra que qualquer contribuição, por modesta
que seja, é de grande ajuda para nós. As formas de enviar colaborações
são:
* Através de envio postal em nome de PABLO MUNICH ao endereço: OCAMPO,
1367 - Código postal 2000 - ROSARIO - SANTA FE - REPUBLICA ARGENTINA; *
Através de transação bancária (para este fim, com esforço, abrimos uma
conta):

Da Europa: fazer o depósito em nome de: Banco de la Nación Argentina -
sede Madri Madrid Branch (SWIFT NACNESMMXXX)
ACC.: 000118011 (Dólar)
ES4301690001910000118023 (Euro)
ES4301690001920000118826 (Libra Esterlina)
Beneficiary Bank (BBK)
BANCO DE LA NACION ARGENTINA
ROSARIO BRANCH (SWIFT NACNARBAROS)
BENEFICIARY (BNF)
ACC.: 4442558624
NAME: GRILLO FABIAN PABLO
BRANCH: ROSARIO (SF) 3020
TELEBEN: (0341) 4242176

Da América: fazer o depósito em nome de: Banco de la Nación Argentina
MIAMI (SWIFT NACNUS 3MXXX)
ACC.: 00000011800 (dolar)
Beneficiary Bank (BBK)
BANCO DE LA NACION ARGENTINA
ROSARIO BRANCH (SWIFT NACNARBAROS)
BENEFICIARY (BNF)
ACC.: 4442558624
NAME: GRILLO FABIAN PABLO
BRANCH: ROSARIO (SF) 3020
TELEBEN: (0341) 4242176



Considerem que: as transações bancárias têm uma retenção de impostos de 40
euros, seja qual for o valor enviado, pelo que pensamos que só faz sentido
mandar dinheiro através de um banco se a cifra depositada for maior que
200 euros. Caso seja menor, é conveniente utilizar o envio postal.
Infelizmente o caráter urgente de nossa situação faz com que o motivo de
comunicação desta carta seja a busca de uma solução a esta encruzilhada, o
que não impede que, em um futuro não muito distante - e confiando que este
seja o pontapé inicial dos vínculos que queremos estabelecer com grupos
internacionais -, juntos possamos realizar tarefas comuns e intercâmbio de
materiais de forma fluida.

Saudações fraternais.
Anarquia e Luta.
Integrantes da Biblioteca Ghiraldo.

ghirald@hotmail.com
Paraguay 2212, 2000 Rosário, Santa Fé, Argentina.
Telefone: 054-0341- 4819375.


PS: Apesar de tudo o que comentamos anteriormente, nosso arbítrio não foi
debilitado, já que nesta biblioteca tivemos o orgulho de organizar o
Encontro Regional Anarquista, realizado com êxito no mês de setembro de
2005, do qual participaram mais de 200 companheiros/as de várias partes da
Argentina, Uruguai, Chile, EUA, México, Colômbia, Itália e Espanha (há 10
anos não se realizava um encontro com estas características em nossa
região). Em breve estará disponível um informe com algumas conclusões
deste evento, para quem o deseje.


_______________________________________________
A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt


A-Infos Information Center