A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) Solidariedade aos lutadores do povo argentino! Liberdade para Gabriel Roser!

Date Sat, 19 Nov 2005 23:12:41 +0100 (CET)


[de http://www.anarkismo.net/index.php ]
Chamamos todas as organizações do povo, dos trabalhadores e trabalhadoras,
estudantes e quem mais se sensibilize com a causa da luta por justiça no
mundo, a solidarizarem-se com os movimentos populares da nossa vizinha
Argentina, os valentes piqueteros, que, neste momento, sofrem implacável
perseguição por parte do governo argentino e órgãos de repressão. Um
destes movimentos teve um dos seus importantes militantes preso
injustamente.

Gabriel Alejandro Roser é um militante popular, responsável por uma horta
e um restaurante comunitários que funcionam no bairro Ringuelet, da cidade
de La Plata, República Argentina. Bairro onde vivia e desenvolvia sua
militância. Também era, até o momento de sua detenção, encarregado de
segurança do Movimento de Unidade Popular (MUP).
Gabriel tem 26 anos e se encontra detido desde 29 de abril de 2004.
Gabriel é um preso político, porém acusado falsamente por um delito comum,
um roubo qualificado por uso de arma. A causa foi grosseiramente armada
pela polícia da comisaría 6º de Tolosa, La Plata e validada pelo Fiscal
Martini e Juíz De Aspro.

Até envolverem-no neste fato, Gabriel não tinha antecedentes criminais,
entretanto, hoje está detido, sofrendo prisão preventiva e com sua causa
ainda por ser julgada; por uma acusação feita por três pessoas, uma das
quais, filho de um cabo eleitoral do PJ (Partido Justicialista, partido do
governo). Este último havia sido denunciado pelo MUP semanas antes ,
perante o município, por irregularidades na distribuição de alimentos em
um restaurante comunitário do bairro. Este fato aumentou ainda mais a
tensão que havia entre o PJ e o movimento.
Em 29/04/04, Gabriel é detido em um procedimento no qual não faltaram
golpes aos companheiros nem destroços no restaurante comunitário, que fica
ao lado da casa de Gabriel.

É importante aclarar que nenhum dos objetos roubado nem a arma que
procurava a polícia foram achados no dito procedimento. Não resta dúvidas
de que Gabriel é vítima de uma acusação falsa, consequência de sua
militancia política.
O caso de Gabriel é mais um exemplo da repressão e perseguição que sofrem
os lutadores populares da Argentina, com os quais devemos nos solidarizar,
por construírem dia a dia o poder dos de baixo.

Depois de muitas mobilizações dos companheiros da Frente Darío Santillán
(A coordenação dos movimentos piqueteros mais combativos) e muitas cartas
enviadas de várias partes do mundo, inclusive do Brasil, se conquistou
para nosso companheiro encarcerado o direito de ter um julgamento ainda
este ano, o julgamento vai se realizar no final de Novembro. Sim, Gabriel
está preso há mais de um ano sem ter passado por um processo judicial!

libertadagabriel@yahoo.com.ar

Envie cartas exigindo a liberdade de Gabriel Roser
O endereço para o envio de cartas é:

Tribunal Penal n°2 de La Plata. Calle 7, entre 56 y 57. La Plata (1900)
Buenos Aires, Argentina.


Abaixo vai um modelo de carta em espanhol. É muito importante o envio de
cartas neste momento pedindo a liberdade de Gabriel Roser.

Modelo:


Modelo de Carta al Tribunal por el caso Gabriel Roser

de octubre de 2005

Tribunal Oral Nº2 de La Plata
S / D

De mi mayor consideración:
Me dirijo a Ud. a fin de solicitarle la inmediata libertad de Gabriel
Roser, imputado en la causa Nº1893, y que actualmente se encuentra
detenido en el Servicio Penitenciario Bonaerense de Magdalena, Unidad 35.
Estando en conocimiento de que Gabriel Roser se encuentra injustamente
detenido imputado por el delito de ?robo calificado por el uso de arma?,
delito que según el testimonia de los testigos fue cometido por otras
personas, entiendo que la causa fue groseramente armada por la policía de
la Comisaría 6ta de Tolosa, La Plata y convalidada por el fiscal Martini y
el Juez Néstor De Aspro.
Convencido de que la detención de Roser se inscribe en una practica
tendiente a incriminarlo por su actividad política y social, y sabiendo
que el imputado es un activo militante del Movimiento de Unidad Popular
del barrio de Ringuelet y que en su actividad había denunciado a un
puntero del PJ por irregularidades en la distribución de la ayuda social,
entiendo que son muchos los testigos que señalan a un allegado directo de
este puntero como autor del crimen, por lo que concibo que la detención de
Gabriel Roser es una persecución política.
Por todo lo enunciado, exijo la inmediata libertad de Gabriel Roser, y la
correcta investigación del caso en aras de su completo esclarecimiento.

Sin más, lo saluda atte.

Email:: proorganarquista_go@riseup.net
_______________________________________________
A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt


A-Infos Information Center