A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [cont.] livros libertários (III/IV)

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Tue, 22 Mar 2005 20:14:23 +0100 (CET)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

PAIS COMO EDUCADORES (OS) - Wilhelm Reich (novo) NOVO

A compulsão para educar não só se manifesta nas frustrações
desnecessárias, ms também na forma como os educadores levam a cabo as
necessárias restrições dos instintos. Devemos pensar que a primitiva
força vital que a compulsão a educar pretende dominar foi capaz de criar
cultura. É lícito outorgar-lhe uma ampla margem de confiança. Será
excessivamente ousado declarar que a vida sabe criar melhor do que
ninguém as suas necessárias formas de existência? 24 p. R$ 4,00.


POESIA PALESTINA DE COMBATE - 2a ed. revista e aumentada - Antologia A
poesia acorre uma vez mais ao encontro histórico de um povo e ocupa seu
lugar na batalha que ele trava contra a injustiça e a opressão, pelo
direito à existência e à dignidade. Essa é a inflexível postura dos
poetas palestinos que, no ardor do combate, assumiram a responsabilidade
que lhes concerne, adquirindo uma consciência cada vez mais clara que
lhes permite compreender o verdadeiro papel que sua poesia pode
desempenhar na luta pela libertação de seu povo. Esta amostra da poesia
palestina que
oferecemos ao leitor representa uma sensível mudança no plano do
esclarecimento ideológico, assim como no compromisso da poesia na
revolução. 152 p. R$ 25,00.

POLUIÇÃO, ALIENAÇÃO E IDEOLOGIA - R. Amaral Vieira e Ailton Benedito de
Souza

Os ensaios aqui reunidos intentam uma análise que deseja ser
não-idealista de vários processos de alienação na sociedade brasileira
contemporânea. Discute-se a alienação e a poluição ou a proteção ao meio
ambiente e a mobilização comunitária em suas mais diversas formas. 132 p.
R$ 15,00.


QUESTÃO PALESTINA (A) - Da Diáspora ao Mapa do Caminho - Emilio Gennari
NOVO

Podemos perceber que os enfrentamentos entre palestinos e israelenses
marcam presença constante nos meios de comunicação. Fotos, entrevistas e
reportagens trazem detalhes que parecem pintar um retrato fiel dos
conflitos que, há mais de um século, marcam as relações entre os dois
povos. A sensação de estar por dentro nos impede de ver que, para
entender os fatos, é necessário fazer um esforço que vai além das nossas
atenções com o desenrolar do presente. Neste sentido, reconstruir os
passos pelos quais o cotidiano da história foi ganhando as dimensões
atuais, averiguar como os atores sociais responderam às contradições do
seu tempo e trazer à tona o contexto em que suas opções foram
viabilizadas são etapas
essenciais para superar o cômodo nível das aparências. 172 p. R$ 30,00.


RECORDANDO PAULO FREIRE: Experiências de Educação Libertadora na Escola -
Maria Oly Pey (org), Paulo Freire (texto inédito), Ierecê Rego Beltrão,
Raquel Stela de Sá, João Ernesto de Faveri, Nivaldo Aníbal Goularte e
Celso Kraemer
Há pedagogias que são perfeitamente adequadas às práticas escolares
rotineiras de qualquer escola. Há pedagogias, no entanto, que não cabem
em escolas que assim se organizam e funcionam. Estas são consideradas
transformadoras porque, para funcionarem, exigem uma real transformação
da estrutura da Escola e do funcionamento do currículo escolar. 176 p. R$
18,00.


RELIGIÃO DO CAPITAL (A) - Paul Lafargue (novo) NOVO

"A única religião que pode responder às necessidades do momento é a
religião do Capital. O Capital é o Deus real, presente em toda a parte,
manifesta-se sob todas as formas - é ouro brilhante e poeira pestilenta,
rebanho de carneiros e carregamento de café, estoque de Bíblias sagradas
e fardos de gravuras pornográficas, máquinas gigantescas e grossos
capotes ingleses. O Capital é o Deus que todos conhecem, vêem, tocam,
cheiram, provam; existe para todos os nossos sentidos. É o único Deus que
ainda não encontrou ateus". 78 p. R$ 10,00.


SEXUALIDADE NA INSTITUIÇÃO ASILAR - Joel Birman

Ensaio - Este trabalho faz parte de uma pesquisa mais ampla (A
Instituição Psiquiátrica no Brasil: estudo de um caso ) realizada nos
anos 1976-1977, no Instituto de Medicina Social da UFRJ. 56 p. R$ 5,00


SIC TRANSIT GLORIA ARTIS - O "Fim da Arte" segundo Theodor W. Adorno e
Guy Debord - Anselm Jappe (novo)
Debord e Adorno chegam a avaliações opostas quanto ao fim da arte: isto
exige uma explicação, considerando-se a afinidade de seus respectivos
pontos de partida. Ambos defendem que a contradição entre forças
produtivas e relações de produção se reproduz no interior da esfera
cultural; ambos adotam, quanto ao essencial, a mesma atitude diante do
desenvolvimento do potencial técnico e econômico, em que vêem, sem
deificá-lo ou condená-lo simplesmente, uma condição prévia - que se
superará por si mesma - de uma sociedade libertada. 44p. R$ 7,00.


VIDA INÉDITA (A) - Francisco Bittencourt.

Entre. E é melhor se espantar. A cama-papel tem todos os perfumes dos
corpos. E os corpos murmuram, suam, choram, sangram. Amor e poesia trepam
num ritmo frenético. Feche os olhos. Abra os olhos. Fuja. Fique. Entre no
jogo. Saia. Nunca serás o mesmo. A poesia é terra e mãe. Vida e morte.
Pobreza e riqueza. Palavra e silêncio. A poesia é um cão. Se a poesia te
morder, deixa a infecção tomar conta. Deixe a poesia de Francisco
Bittencourt te morder. Você terá visões de uma vida inédita. Viva. 48 p.
R$ 5,00

Robson Achiamé, editor
Caixa Postal 50083
20050-970 - Rio de Janeiro - RJ

letralivre@gbl.com.br

Telefax: (0xx21) 2544-5552


CATÁLOGO

Março / 2005




ATENÇÃO:

Para adquirir qualquer de nossos livros basta você nos enviar o pedido
acompanhado de cheque nominal a Robson Achiamé; ou também, se você não
tiver cheque, mande a importância correspondente em envelope não
transparente e bem camuflado; ou pode depositar no banco Itaú, ag.1964 -
Conta 01021-7 ou Bradesco, ag. 473-1, Conta 500.013-0 em nome de Robson
Achiamé. Em caso de depósito bancário, não se esqueça de nos enviar uma
cópia do depósito para podermos identificar o seu pedido. Em seguida,
você receberá seus livros pelo correio. As despesas de postagem são por
nossa conta.




ESTANTE LIBERTÁRIA





ABC DO SINDICALISMO REVOLUCIONÁRIO - 2ª edição - Edgar Rodrigues

A greve econômica hoje equivale a uma disputa entre o Capital e o
Trabalho: nela os operários sempre saem perdendo. Chega de ajudar a
eternizar a desigualdade social! Basta de perpetuar hierarquias! O
Sindicalismo não pode ficar mimoseando questões alimentares. Suas
pretensões devem ser outras: transformadoras, emancipadoras e
revolucionárias. 104 p. R$ 13,00.


ANÁLISE DO ESTADO / O ESTADO COMO PARADIGMA DE PODER - Eduardo Colombo

Como dizia Landauer: "O Estado é uma situação, uma relação entre os
homens, é um modo de comportamento dos homens entre si", e apóia-se sobre
o paradigma dominação/submissão que impregana a sucessão das gerações e a
diferença dos sexos. É esse paradigma que funda a assimetria de todas as
relações, do policial e do "cidadão", do patrão e do operário, do que
sabe e do que não sabe, do homem e da mulher. Na estrutura da dominação
unem-se o fantasma, o mito e a instituição. Eis o nó górdio que devemos
cortar: a destruição do Estado. 88 p. R$ 16,00.


ANARCO COMUNISMO ITALIANO - Errico Malatesta e Luigi Fabbri (novo)

Os textos aqui presentes têm um eixo básico, embora comportem diferenças
entre si; este eixo é a discussão orgânica do anarquismo, não como um
fim, mas como um meio para se atingir os objetivos que os militantes
libertários querem alcançar. A questão do processo revolucionário, e
alguns dos problemas deste processo também são discutidos, e isso se dá
nos textos de Fabbri, mas não com base na abstração e sim tendo como
referencial as experiências já ocorridas na Europa até 1921, em especial
a Revolução Russa. Outras questões como a da violência e do
individualismo também são abordadas, tendo por base uma dimensão ética,
que segundo Malatesta, os anarquistas não podem perder de vista, sobe
pena de
pisotearem seus próprios valores de responsabilidade e solidariedade. 200
p. R$ 20,00.


ANARQUIA PERANTE OS TRIBUNAIS - Pietro Gori (novo)99

Este livro documenta o célebre discurso de defesa de Pietro Gori no
chamado processo-crime dos Anarquistas de Gênova e compendia os
princípios ideológicos professados pelo autor. Documento importante para
a História do Anarquismo e em termos mais gerais das lutas contra o
Estado que os Tribunais defendem brandindo o mito de uma justiça que
obras como esta tão claramente põem a nu. 68 p. R$ 10,00.


ANARQUISMO À MODA ANTIGA... -3ª edição revista - Edgar Rodrigues (novo)99

Opondo-se à sociedade onde o homem é o maior inimigo do homem, o
anarquista apresenta uma alternativa que apavora as camadas mais
perniciosas das nações, exatamente as causas detentoras do poder
político, militar, econômico-financeiro, social e religioso, responsáveis
pela desigualdade. 64 p. R$ 6,00.


ANARQUISMO HOJE (O) - 2ª edição - Uma Reflexão Sobre as Alternativas
Libertárias - Jorge E. Silva (novo)99
A práxis libertária contemporânea deverá se traduzir cada vez mais na
crítica do Poder, da Política, do Estado e do Capital. Mas também na
intervenção construtiva a partir da realidade local, na defesa da
auto-organização e da democracia direta que sustentem um amplo
federalismo regional e internacional dos povos. E, na criação de
comunidades,
cooperativas e outras formas autogestionárias de vida, produção e
consumo. Contribuindo assim para uma cultura libertária que abra, desde
já, novos espaços de liberdade, de autonomia e criatividade para os que
recusam o sistema dominante. 68 p. R$ 10,00.


ANARQUISMO NO BANCO DOS RÉUS (O) - Edgar Rodrigues

Relato minucioso e documentado do processo sofrido pelo "Centro de
Estudos Professor José Oiticica" pela Justiça Militar do golpe de 1964.
Além do assunto central, o livro é composto de grande número de anexos
com documentos sobre este e outros temas. 206 p. ilust. R$ 18,00.


ANARQUISMO NA ESCOLA, NO TEATRO, NA POESIA (O) - Edgar Rodrigues

A idéia de reunir três temas numa só obra nasceu com a intenção de
acrescentar o esforço cultural libertário à luta de classes. A ideologia
que impulsionou, guiou e serviu de bússola ao proletariado, à
alfabetização, à educação e à cultura, o ensino de artes e ofícios e o
teatro social. Este é um trabalho que se move na direção das preocupações
anarquistas pouco divulgadas até hoje: o que se fez "na Escola, no Teatro
e na Poesia". 340 p. ilust. R$ 25,00.


ANARQUISMO - Uma Introdução Filosófica e Política - Sílvio Gallo

O autor retoma, nesse ensaio filosófico, o esforço de tornar os
princípios do anarquismo inteligíveis ao público mais amplo. E, de forma
criteriosa, engendra uma simples, porém vigorosa, analogia histórica que
revisita os embates de Marx e Bakunin para integrá-los à nossa realidade
sensível. 100 p. R$ 15,00.


ANARQUISTAS - Ética e Antologia de Existências - Nildo Avelino (novo)

O Centro de Cultura Social de São Paulo foi fundado em 14 de janeiro de
1933, ainda sob os efeitos do golpe de 1930 e das reformas varguistas.
Com isso uma nova orientação foi dada na atuação anarquista que passa
pelo viés cultural, pela intensificação das práticas culturais tidas nas
primeiras décadas do século passado, onde o CCS era o pólo aglutinador e
irradiador até o final dos anos 60. Nele se reunirão alguns dos
militantes mais destacados da primeira metade do século 20, com Edgard
Leuenroth, Florentino de Carvalho e Pedro Catallo; no fim da década de
30, em pleno Estado Novo, passa a ser freqüentado pelos irmãos Jaime e
Francisco Cuberos, Maria e Maruja Cuberos, José Oliva Castillo, Antonio
Martinez e Lourdes Gabriel; Diego Gimenez, fugindo da Espanha franquista,
o conhece no início da década de 50 e José Carlos Morel, o mais jovem do
grupo de entrevistados, integra o grupo no início da década de 70. 194 p.
R$ 25,00.


ANARQUISTAS EXPROPRIADORES - Osvaldo Bayer (novo)

Osvaldo Bayer nasceu em 1927, em Santa Fé, Argentina. Foi redator e
secretário de redação em vários jornais e revistas tanto em Buenos Aires
como na Patagônia. Durante os anos de 1975 a 1983, enquanto a Argentina
passava pelos obscuros anos da repressão militar, viveu exilado na
Alemanha. Os personagens reais deste livro são combatidos e até
estigmatizados pelos próprios companheiros de idéias, os anarquistas que
a si mesmos chamavam-se expropriadores teve na Argentina um grande auge
nas décadas de 20 e 30. 96 p. R$ 15,00.


ANARQUISTAS E AS ELEIÇÕES (OS) - Bakunin, Kropotkin, Malatesta, Mirbeau,
Grave, Vidal, Zo D'Axa, Bellegarrigue, Cubero
Disse Bakunin: "O sufrágio universal é a exibição ao mesmo tempo mais
ampla e refinada do charlatanismo político do Estado; um instrumento
perigoso, sem dúvida, e que exige uma grande habilidade da parte de quem
o utiliza, mas que, se souber servir-se dele, é o meio mais seguro de
fazer com que as massas cooperem na edificação de sua própria prisão". 96
p. R$ 16,00.


ARTE E ANARQUISMO - Pietro Ferrua, Michel Ragon, Gaetano Manfredonia,
Doninique Berthet e Cristina Valenti
Desde o final do século 19, a arte moderna e a anarquia seguiram, às
vezes, caminhos convergentes e viram-se associadas. O neo-impressionismo,
o simbolismo, o futurismo o dadaísmo, o surrealismo, o letrismo, em um
determinado momento, aparentaram-se ou aproximaram-se do movimento
libertário. 96 p. R$ 16,00.


ATUAÇÃO LIBERTÁRIA NO BRASIL - A Federação Anarco-Sindicalista - Oscar
Farinha Neto
Examina a atuação libertária no Brasil, do início do século 20 até meados
dos anos 30, a fim de demonstrar que á autogestão é uma reivindicação
permanente e fundamental do proletariado. 102 p. R$ 15,00.


BANQUEIRO ANARQUISTA (O) - Fernando Pessoa

"A teoria anarquista, a verdadeira teoria, é só uma. Tenho a que sempre
tive, desde que me tornei anarquista. Você já vai ver... ia eu dizendo
que, como era lúcido por natureza, me tornei anarquista consciente. Ora,
o que é um anarquista? É um revoltado contra a injustiça de nascermos
desiguais socialmente - no fundo é só isto." 56 p. R$ 8,00


BARTOLOMEU E NICOLAU - Olavo Cabral Ramos Filho

Peça onde a tragédia da execução dos anarquistas Bartolomeu Vanzetti e
Nicolau Sacco em 1927 nos EUA é abordada de uma forma bastante livre. 24
p. R$ 4,00.




CASAMENTO BURGUÊS E O AMOR LIVRE (O) - Charles Albert (novo)

Sabemos como as inúmeras correntes socialistas, comunistas, anarquistas,
enfim, aquelas vinculadas ao movimento operário ou de esquerda, desde
cedo se preocuparam com tais problemas: a sexualidade, a família, o
casamento, a mulher. Desde o início de sua pregação estiveram atentos à
situação particular da mulher, ao caráter opressor das formas de
relacionamento entre os sexos e aos sinais evidentes da miséria expressos
na
prostituição, na exploração do trabalho feminino e infantil. 80 p. R$
10,00.


COLÔNIA CECÍLIA - Um Pouco de Ideal e de Polenta (teatro) - Renata
Pallottini

O texto, aproveitando um fato histórico pouco estudado, a colônia
anarquista fundada no final do século 19 por Giovanni Rossi, em terras do
Paraná, e que não teve sucesso, é um grande poema dramático, não fora a
autora, antes de tudo, poeta. 72 p. R$ 10,00.


CAMINHO (O) - Até o Socialismo sem Estado. - Luce Fabbri (novo)

Diante das inúmeras questões levantadas o leitor se sentirá, sem dúvida,
perplexo frente à riqueza da reflexão apresentada e dos argumentos
desenvolvidos. 84 p. R$ 10,00


COMPANHEIROS (OS) - Edgar Rodrigues

Os Companheiros é uma coleção de biografias, na qual o pesquisador de
história do movimento operário nos passa informações, colhidas ao longo
de várias décadas, sobre homens e mulheres militantes das causas sociais,
em sua maioria anônimos operários e sindicalistas desconhecidos. São
brasileiros e estrangeiros de diferentes origens que, a partir do final
do século 19, tiveram um papel decisivo nas conquistas sociais e
trabalhistas que perduram até hoje. As biografias resgatam a militância
destes
trabalhadores, invariavelmente marcada pela perseguição, sacrifício e
autodidatismo, exemplo de idealismo e combatividade que nada tem a ver
com o sindicalismo atrelado ao Estado, domesticado e pelego.
Volume 1 - Biografias de A a C - 164 p. R$ 15,00.

Volume 2 - Biografias de D a I - 164 p. R$ 15,00.

Volume 3 - Biografias da letra J - 240 p. R$ 15,00

Volume 4 - Biografias de L a O - 232 p. R$ 15,00.

Volume 5 - Biografias de P a Z - 232 p. R$ 15,00.



DEMOCRACIA NO TRABALHO - Harold B. Wilson

Com este livro o autor propõe-nos uma nova forma de organização das
empresas assente numa nova concepção do homem e do trabalho. As
contestações ao trabalho (quer pelo seu conteúdo, quer pelo tipo de
relações sociais que engendra), que explodiram nas décadas de 60 e 70 do
século 20, prolongaram-se até nossos dias e são um fenômeno de todas as
sociedades industriais. O trabalho, fator de constrangimento e inibição
da capacidade de expressão, criatividade e realização do indivíduo, faz
ainda parte do nosso cotidiano e realidade. 176 p. R$ 20,00.


DESPINDO A POLÍTICA - Jean-Michel Michelena

"Dispa-se a política do que a reveste, e não haverá bálsamo capaz de
dissipar o fedor que disso se há de desprender: um cheiro de peste,
comprimido no dilatado curral da sociedade. Um cheiro que socialmente se
dissimula, graças aos progressos infindos da maquialagem, mas que é bem o
da indizível dependência fabricada pelo medo." 56 p. R$ 8,00.




DISCURSO SOBRE O FILHO-DA-PUTA - Alberto Pimenta

De como o filho-da-puta existe e praticamente se encontra em todos os
lugares, do pouco que se sabe acerca dele, de como os trajes e a
conformação física não bastam para o definir, alguns traços distintivos
do filho-da-puta, seus gostos, e lugares que ocupa, modos de o
filho-da-puta ser filho-da-puta (...). 80 p. R$ 12,00.


DO CORPO DISCIPLINAR AO CORPO VIBRÁTIL - Uma abordagem libertária
contemporânea - Raquel Stela de Sá NOVO
As questões apresentadas nesta obra foram extraídas das vivências da
autora, tendo como objeto de estudo os discursos e as práticas sobre o
corpo, a partir de uma abordagem libertária contemporânea. 168 p. R$
25,00.


DOIS TEXTOS DA MATURIDADE - Errico Malatesta
Os dois textos que se incluem nesta brochura foram publicados
originalmente na revista Pensiero e Volontà, dirigida pelo próprio
Malatesta, e que veio a público em Roma nos já longíquos anos de 1924 a
1926. 16 p. R$ 3,00.


DOUTRINA ANARQUISTA AO ALCANCE DE TODOS (A) - José Oiticica

O anarquismo não se fecha, não está enquadrado em nenhum esquema
preestabelecido a servir de roteiro para a conduta humana. É a própria
Vida! Vai até onde o sentido da liberdade o possa conduzir. A essência da
Anarquia é a liberdade plena e a responsabilidade. A sua atualidade fica
provada pelo interesse despertado nas novas gerações de pesquisadores,
professores, escritores, teatrólogos e cineastas. Aí estão suas obras,
suas novelas, seus filmes. Eis a mensagem deste livro. 152 p. R$ 15,00.


DOZE PROVAS DA INEXISTÊNCIA DE DEUS (2ª ed.) - Sébastien Faure

Há séculos que os deserdados suportam passivamente a miséria e a
servidão, graças ao milagre procedente do Céu e à visão horrorosa do
Inferno. O Céu de que te falam sem cessar é um Céu irracional, um Céu
deserto. Só o teu Inferno é que é povoado, é que é positivo. 78 p. R$
12,00.


EDUCAÇÃO LIBERTÁRIA - Textos de um Seminário - Diversos Autores ( Maria
Oly Pey, organizadora)
Por Educação Libertária, entendemos todas as experiências educativas que
pensem e vivam a liberdade, a solidariedade e a autogestão entre
indivíduos e grupos, com vistas à autoformação e à autonomia dos
participantes. A realização destas experiências, seus limites e
possibilidades, foram sendo balizados ao longo da história pelo
pensamento e pela experiência libertária/anarquista dos seus
participantes e em confronto com as instituições hierarquizadas e
autoritárias. Na América Latina e no Brasil, foi o movimento anarquista e
anarco-sindicalista que introduziu as idéias de uma educação
antiautoritária, divulgando na sua imprensa essas novas perspectivas
educacionais e criando escolas populares onde a liberdade, a co-educação
e a solidariedade, por exemplo, já as diferenciavam das demais, marcando
uma diferença com as escolas públicas estatais e as particulares
vinculadas ao conservadorismo religioso ou empresarial. 208 p. R$ 25,00.




ENTRE DITADURAS (1948 - 1962) - Edgar Rodrigues

Entre todas as formas de poder, a ditadura é a que melhor encarna o
domínio de um sobre muitos, de alguns sobre a "massa". O autor prossegue
na sua tarefa de levantar exaustivamente todos os dados e datas,
documentos e eventos que levem o leitor a uma visão real da história do
anarquismo no Brasil. 304 p. ilust. R$ 20,00.


EPISÓDIO DE AMOR LIVRE NA COLÔNIA CECÍLIA (UM) - Giovanni Rossi (novo)

Em 1889, nasceu o projeto de criar uma comunidade experimental na América
do Sul, destino de muitos emigrantes italianos. O primeiro núcleo de
libertários que vinha fundar a Colônia Cecília chegou ao Brasil em 18 de
fevereiro de 1890, instalando-se no estado do Paraná. A experiência da
Colônia Cecília era vista por Giovanni Rossi, não só como uma
oportunidade de aplicar os princípios socialistas à produção, mas também
à organização do coletivo, às relações pessoais e até às relações
amorosas, que deveriam assentar no amor livre. No seu livro Un Episodio
d'Amore nella Colonia Cecilia , que ora apresentamos a tradução,
sistematiza a sua experiência pessoal, aponta as dificuldades de se
alterar o comportamento e a moral convencional. 96 p. R$ 12,00.


ERIC & GRACILIANO - Olavo Cabral Ramos Filho

Peça em 2 atos e 10 cenas, passada na Guerra Civil Espanhola, juntando na
mesma trincheira, numa associação bastante livre, Graciliano Ramos e Eric
Blair (George Orwell). 32 p. R$ 4,00.


ESBOÇO PARA UMA HISTÓRIA DA ESCOLA NO BRASIL - Algumas Reflexões
Libertárias - Maria Oly Pey (org.) e outros
O livro é constituído por uma apresentação e quatro artigos assim
titulados e na seguinte ordem: História das Crianças no Brasil, História
da Escola no Brasil/ O que é a Escola?, Raízes da Organização Escolar e
Escola e Pedagogia. Com esses artigos pretende-se cobrir as informações
mínimas que conviria a uma pessoa possuir para iniciar uma reflexão sobre
sua própria educação e o processo escolarizador que viveu/vive. 128 p. R$
15,00.


ESCRITOS CONTRA MARX - Mikhail Bakunin

O socialismo surge como um projeto político da luta de classes e, tanto
para Marx, como para Bakunin, a revolução seria o resultado desta luta.
Os anitautoritários rejeitam o exclusivismo operário na revolução social
e trabalham com o conceito de uma unidade entre os oprimidos contra a
dominação burguesa. A postura de Bakunin opõe-se à "cientificidade" do
pensamento marxistae insiste na despersonalização causada pelo poder e
pela autoridade que só será rompida pela prática revolucionária que
subverta as relações hierárquicas e aponte para relações horizontais em
que a diferença entre dirigente e dirigido tenderia a desaparecer. 136 p.
R$ 16,00.


ESCRITOS REVOLUCIONÁRIOS - Errico Malatesta

Disse Malatesta: "Desejamos abolir de forma radical a dominação e a
exploração do homem pelo homem. Queremos que os homens, unidos
fraternalmente por uma solidariedade consciente, cooperem de modo
voluntário com o bem-estar de todos. Queremos que a sociedade seja
constituída com o objetivo de fornecer a todos os meios de alcançar igual
bem-estar possível, o maior desenvolvimento possível, moral e material.
Desejamos para todos pão, liberdade, amor e saber". 96p. R$ 16,00.


ESPÍRITO DA REVOLTA (O) - A Greve Geral Anarquista de 1917 - Christina
Roquette Lopreato
São Paulo de 1917 vivenciou a maior manifestação anarquista de
trabalhadores de todos os tempos. Por três dias, as atividades
industriais, comerciais, o setor de serviços e o transporte foram
paralisados e a cidade acompanhou o clima tenso entre os grevistas e a
polícia. Milhares de trabalhadores, na maior parte imigrantes europeus,
deixaram de trabalhar e foram às ruas reivindicar melhores condições de
trabalho. Neste livro, a autora apresenta os fatos desse período
conturbado do início do século 20. Analisando o movimento anarquista,
mostra sua influência entre o operariado, a repressão por parte do
governo, a cobertura da imprensa e as marcas da histórica manifestação
deixadas até hoje na cidade de São Paulo e no Brasil. 226 p. R$ 25,00.


ESSENCIAL PROUDHON (O) - Francisco Trindade

Estes dois textos, escritos em momentos distintos, encontram-se agora
juntos. O primeiro retrata reflexivamente a vida e a obra do homem que,
por vários motivos, é ostensivamente esquecido, embora sejamos visceral e
culturalmente seus herdeiros. O segundo empreende a refutação e a
interpretação dos principais preconceitos que, vindos de vários setores
da sociedade, possibilitaram incompreensões sobre o pensamento
proudhoniano. 96 p. R$ 15,00.


ESTADO EM LA HISTORIA (EL) - Gastón Leval

Com o presente ensaio sobre a origem e desenvolvimento do Estado, Leval
junta-se diretamente à tradição dos grandes teóricos do anarquismo
social: Proudhon, Bakunin e Kropotkin. Todos levaram a cabo uma aguda
crítica contra este "fenômeno" ou instituição que é o Estado. Neste
livro, o autor nos fala da origem da autoridade (com vontade de poder, o
sinônimo dela), "do Estado como instrumento de criação de privilégios e
classes", temas todos eles de profundo interesse para o anarquismo.
(Edição espanhola.) 296 p. R$ 25,00.






EX-COLA LIBERTÁRIA (A) - Clovis N. Kassick (novo) NOVO

O professor Clovis Kassick foi privilegiado por ter a oportunidade de
conviver com a experiência da escola Paidéia e expor-se a ser contaminado
pela paixão de ir o mais fundo possível, dentro das limitações acadêmicas
de uma tese de Doutorado em Educação, no acompanhamento das relações de
saber/poder entre a gente da Paidéia, bem como nos projetos de escola que
viveram, na organização do coletivo, na pedagogia que experimentam. 240
p. R$ 30,00.


FLORENTINO DE CARVALHO - Pensamento Social de um Anarquista - Rogério N.
Z. Nascimento
Neste livro é mostrado ao leitor um elucidativo panorama das mazelas,
refregas e confrontos entre o aparelho repressor do Estado e os
militantes anarquistas no início do século 20. 208 p. R$ 25,00.


FOUCAULT E O ANARQUISMO - 2ª edição - Salvo Vaccaro

"Afastando todo academicismo, Foucault nos ensinou, acima de tudo, uma
utilização anarquist do texto teórico, que não negue a prática, sem
reverências filológicas ou formalismos sistemáticos, sem respeito pela
autoridade do Nome ('O que importa quem fala?', era comum repetir),
enfrentando o conteúdo do pensar e as condições sócio-históricas dentro
das quais torna-se possível pensar uma coisa e não uma outra". 56 p. R$
10,00.


FOUCAULT, HISTÓRIA E ANARQUISMO - Margareth Rago (novo) NOVO

Este livro é composto de três artigos, anteriormente publicados em
revistas, que formam um todo coerente e único. São eles: "Anarquismo e
História", "Libertar a História" e "O Efeito Foucault na Historiografia
Brasileira". 88 p. R$ 18,00.


GUIA DOS CORNUDOS - Charles Fourier
É ostensivo a negar conhecidas galantarias repisando a torto e a direito
os princípios em que finge crer só para os impor à sua mulher e aos seus
perseguidores. Nos estudados discursos que faz, encara a sociedade como
se ela própria acreditasse nos fingimentos morais que exibe. 24 p. R$
5,00.




IMPRENSA LIBERTÁRIA DO CEARÁ - 1908-1922 (A) - Adelaide Gonçalves e Jorge
E. Silva
Este livro inventaria a história da imprensa operária no Ceará, nas
primeiras décadas do século 20, marcadas pelas idéias libertárias e pelas
ações e projetos coletivos. 316 p. R$ 25,00.


INDIVÍDUO NA SOCIEDADE (O) - Emma Goldman

Emma Goldman nasceu em 1869 e morreu em 1940. A sua vida é, praticamente,
coincidente com a própria história do movimento operário e social
moderno, tendo estado diretamente envolvida em todos os principais
acontecimentos que marcaram, positiva ou negativamente, as teorias e os
imaginários do pensamento social anarquista até à sua morte. 40 p. R$
5,00.


INSUBMISSÃO (A) - Leon Tolstói / O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO Emma
Goldman
"Com os pacifistas Emma Goldman e Leon Tolstói, dois poucos conhecidos
pensadores anarquistas no Brasil, abre-se a possibilidade de se reativar
o diálogo político quando novamente o anarquismo - porque nunca pretendeu
constituir uma teoria -, continua sendo uma análise crítica para os que
escolheram liberdades". Edson Passetti. 80 p. R$ 18,00.


INSURREIÇÃO ANARQUISTA NO RIO DE JANEIRO (A) - 2ª edição revista e
atualizada - Carlos Augusto Addor
Tendo à frente José Oiticica e outros anarquistas de igual importância,
um grupo de operários e intelectuais militantes puseram em marcha um
plano de assalto aos órgãos institucionais do então Distrito Federal. A
Insurreição Anarquista, como ficou conhecida o intrépido motim de 18 de
novembro de 1918, evidenciava o nervo exposto do corpo, que se acreditava
então decrépito do capitalismo. 158 p. R$ 22,00.


OS LIBERTÁRIOS (José Oiticica, Maria Lacerda de Moura, Neno Vasco, Fábio
Luz) - Edgar Rodrigues
Não se trata de biografias elaboradas dentro dos clássicos modelos
literários, de trabalho rebuscado ou exaustivo sobre as personalidades
evocadas neste volume. O objetivo é de reunir uns poucos dados
biográficos, acompanhados de escritos de cada um deles. 218 p. ilust. R$
20,00.


MANIFESTO CANIBAL (Uma declaração de guerra dos que nada têm e tudo fazem
contra os que tudo têm e nada fazem ) - Peter Baiestorf -Cesar Souza
(novo) O Manifesto Canibal foi originariamente editado como franzine. O
livro é um protesto contra o monopólio do cinema brasileiro e sugere
alternativas para produções de obras visuais que estejam ao alcance dos
artistas miseráveis que fazem parte do povão.Pensar para criar obras
livres, sem amarras com a tal moralidade cristã ocidental..80 p.
R$ 14,00.



MANUAL FILOSÓFICO DO INDIVIDUALISTA - Han Ryner (novo)

O pensamento de Han Ryner, como o de Tolstói, Thoreau, Réclus, Kropotkin
e Krishnamurti, é essencialmente anarquista. O seu espírito é
profundamente antidogmático, ferozmente antiautoritário, radicalmente
individualista, e este são postulados indubitáveis do anarquismo. 78 p.
R$ 10,00.


MITO POLÍTICO NO TEATRO ANARQUISTA BRASILEIRO (O) - Dimas Antônio de
Souza NOVO
Neste livro o autor se utiliza das ferramentas da mitologia política para
lançar luz sobre o teatro social praticado pelos trabalhadores
anarquistas no Brasil da primeira metade do século passado. As obras
escolhidas para análise são bastante representativas do tipo de teatro
desenvolvido. 112 p. R$ 20,00.


MORAL PÚBLICA & MARTÍRIO PRIVADO - Alexandre Samis

"... O regime político da República Velha só podia conceber que a questão
social que se desenhava com a crescente complexidade econômica era mero
objeto de distúrbio, por assim dizer, 'uma questão policial'. Desde 1904
a Casa de Detenção da capital abrigava um sem-número de candidatos ao
degredo, à espera de navios disponíveis que os transportassem para o
norte. (...) Alexandre Samis contribui em seu livro de maneira importante
para resgatar este episódio, ligando de maneira bem documentada, a
destinação de Clevelândia [no Oiapoque] à repressão política,
especialmente contra os anarquistas". Orlando de Barros (UERJ). 88p. R$
15,00.


NAS PEGADAS DE FOUCAULT - Apontamentos para a Pesquisa de Instituições -
Maria Oly Pey, Ana Maria Bacca e Raquel Stela de Sá (novo)
A trajetória da investigação foucaultiana fez com que ele admitisse que o
homem virou individualidade porque foi inventado pelas ciências humanas
do século 19, tratado como indivíduo pela disciplinação do diagrama de
poder disciplinar e construído sobre o lastro de identidades definidas
historicamente por obra da subjetivação moderna. Este livro é resultado
do curso "Educação: o olhar de Foucault", ministrado por Maria Oly Pey,
na Universidade Federal de Santa Catarina. Um curso sobre Foucault,
aproximando-o da educação, marcava o encontro inevitável de um grupo de
estudantes que problematizava a educação escolar a partir dos encontros
já estabelecidos com Paulo Freire, Ivan Illich e os anarquistas. 224 p.
R$ 30,00.


NESTOR MAKHNO E A REVOLUÇÃO SOCIAL NA UCRÂNIA - Nestor Makhno, Alexandre
Skirda e Alexander Berkman
Certos homens simbolizam o espírito de seu povo; sua vida e suas ações
iluminam o passado, projetando simultaneamente uma luz profética sobre o
futuro. Nestor Makhno foi um desses homens. Produto autêntico de uma
época revolucionária, sua vida e sua atividade foram impregnadas de uma
poderosa iniciativa voluntária, e é mais do que provável que sem ele e o
exército de camponeses ucranianos insurretos que ele liderou, a Rússia
soviética seria apenas uma lembrança. 96 p. R$ 16,00.




NOAM CHOMSKY - A Vida de um Dissidente - Robert F. Barsky

Esta biografia preenche uma grande lacuna na literatura existente sobre
Chomsky, uma das mais extraordinárias figuras do século. Ele produziu um
relato sobre Chomsky - sobre sua dimensão intelectual e além dela - e sua
época, que é escrito de maneira concisa, envolvente, completa e
extremamente acessível. Barsky tem uma tarefa nada invejável: tornar
claros para os leitores em geral as contribuições de Chomsky para a
teoria lingüística e os principais elementos de sua visão política do
mundo. Este livro é essencial, não apenas para os admiradores e
adversários de Chomsky, mas para todos os estudantes da vida política e
intelectual norte-americana. 272 p. R$ 35,00.


NOTAS SOBRE O ANARQUISMO - Noam Chomsky

"Eu me encantei pelo anarquismo ainda bastante jovem, assim que eu
comecei a pensar no mundo para além de uma perspectiva bastante limitada,
e não vi muitos motivos para mudar aquelas precoces atitudes desde então.
Eu creio que o anarquismo só tem sentido ao procurar e identificar
estruturas de autoridade, hierarquia, e a dominação em todos os aspectos
da vida, e desafia-las; e a não ser que sejam justificadas, serão
ilegítimas, e deverão ser desmanteladas, para estender o alcance da
liberdade humana". 224 p. R$ 25,00.



NOVA AURORA LIBERTÁRIA (1945-1948) (A) - Edgar Rodrigues

O autor realiza aqui a exaustiva tarefa de reconstituir minuciosamente a
história e a trajetória do movimento anarquista no Brasil, consultando,
compilando e desarquivando cartas, cartazes, folhas, volantes, panfletos,
revistas, jornais, ensaios, romances, poemas, artigos, peças teatrais,
canções. 232 p. ilust. R$ 22,00.


ORGANISMO ECONÔMICO DA REVOLUÇÃO - A Autogestão na Revolução Espanhola -
Diego Abad de Santillán
Com a publicação deste livro, pretende-se levar ao leitor o registro de
uma prática dos trabalhadores, que comprova a capacidade da mão-de-obra
em gerir a produção e a vida social. O plano/experiência contido neste
livro foi posto em prática durante quase três anos numa experiência sem
paralelo com nenhuma revolução social até nossos dias. Ele confere à
Guerra Civil Espanhola não simplesmente o estatuto de uma guerra civil de
facções em luta, mas, sim de uma revolução social, onde camponeses e
operários, na sua maioria semi-alfabetizados, tomaram a palavra ocupando
os locais de trabalho e instituindo um sistema de planejamento da base
para o topo, com funções e delegação rotativa de poder. 234 p. R$ 22,00.


PEDAGOGIA LIBERTÁRIA NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA 2 ª edição -
Neiva Beron Kassick e Clovis Nicanor Kassick
A história oficial da pedagogia se fez omissa em relação à contribuição
do Pensamento Pedagógico Libertário. No entanto, apesar das dificuldades
enfrentadas, experiências educacionais em bases libertárias se
desenvolveram em várias partes do mundo, inclusive no Brasil e elas foram
importantes pelo vínculo com o movimento operário e com o seu
fortalecimento, principalmente no final do século 19 e início do 20. 52
p. R$ 10,00.


PODER E DOMÍNIO: Uma Visão Anarquista - Fábio López López

Este livro chega na hora certa! Vem finalmente preencher uma lacuna na
bibliografia libertária acerca de um tema tão importante no imaginário
dos anarquistas. Seu autor é um militante dedicado e estudioso, que
escreveu para todos aqueles envolvidos com o anarquismo, seja no campo da
ação, das idéias, ou da mera curiosidade. É um livro feito para ser
compreendido, cujos conceitos e idéias estão expostos de forma simples,
exemplificada, às vezes "mastigada". Esta obra é uma contribuição valiosa
para esse anarquismo "revigorado" que está sendo construído neste início
de milênio. 200 p. R$ 22,00.


POLÍTICA DA LIBERTAÇÃO URBANA - Stephen Schecter

O projeto socialista urbano representa, portanto, a recusa de escolher
entre as diversas imposições do capitalismo, possibilitando novas formas
de relações sociais baseadas na organização democrática da vida social.
As cidades podem ser lugares com casas e quintais, mistério e segurança,
comunidade e aprendizagem, e tal como cada sexo pode reconhecer o outro
que com ele vive. Para chegar a este ponto, o conjunto dos cidadãos terá
de controlar a organização do espaço, a construção de habitações, a
ordenação dos transportes, o processo de aprendizagem nas escolas e a
definição social da nossa sexualidade. Uma vez mais - mas agora no
terreno da questão urbana -, a escolha a fazer apresenta-se como a
escolha entre socialismo e barbárie. 198 p. R$ 20,00.


PORQUE NÃO ELEGER GOVERNANTES - Marcos César (Grito)

O propósito deste texto é apontar alguns motivos pelos quais as
instituições de Estado e governo merecem total descrédito por parte das
pessoas que realmente desejam bem-estar para todos os seres humanos, além
de propor, não uma fórmula mágica que resolva todos os problemas, mas uma
idéia de construção de uma alternativa para a organização social humana.
72 p. R$ 5,00.




PÓS-ESTRUTURALISMO E ANARQUISMO - Todd May

O anarquismo é comumente classificado segundo os mesmos critérios
aplicados ao pós-estruturalismo, ou seja: relativismo ético ou caos
voluntarista. O objetivo do presente texto é considerar o
pós-estruturalismo como uma forma contemporânea de anarquismo. 40 p. R$
8,00.


PROPAGANDA IDEOLÓGICA E CONTROLE DO JUIZO PÚBLICO - Noam Chomsky

Anarquista e socialista libertário, Chomsky despontou no universo
político primeiramente como opositor à invasão dos EUA no Vietnã. Orador
veemente contra os abusos de poder, é também um crítico da política
externa dos Estados Unidos. A análise que a mídia faz de Chomsky ilustra
a natureza condescendente da indústria da informação subjugada aos
objetivos
ideológicos e imperativos das elites govenamentais e corporativistas. 88
p. R$ 12,00.


REBELDIAS I e II Edgar Rodrigues (novo)

Os mais novos livros do pesquisador anarquista conhecido em todo o Brasil
e no exterior. Nestes volumes estão colocados alguns textos publicados na
imprensa de vários países com datas e assuntos distintos, acreditando o
autor que assim expressa a marcha do tempo e das idéias que nortearam
suas convicções e seu conceito de vida.
Volume I - 264 p. R$ 28,00.

Volume II - 272 p. R$ 28,00.



REFLEXÕES SOBRE A ANARQUIA - Maurice Joyeux

Um pequeno grande livro que todos os "iniciados" e "iniciadores" não
podem deixar de ler. Todos os que se preocupam com os padrões de valores
que regem as sociedades humanas e pensam em supera-los. Aqueles que
sinceramente se empenham por uma nova consciência com fundamento em uma
ética que objetivamente mude o comportamento humano. 96 p. R$ 15,00.


RESISTÊNCIA ANARQUISTA - Uma questão de Indentidade (1927-1937) Raquel de
Azevedo
Este livro procura demonstrar a sobrevivência dos sindicatos e grupos
libertários entre 1927 e 1937 no Brasil, buscando traços de continuidade
com sua intensa atividade no início do século. Em meio a acirrados
conflitos com outras correntes ideológicas, com sindicatos oficiais e com
a repressão policial, confirmando como essa resistência se processava
através das formas de organização autônomas e atividade artísticas e
educativas. São analisados o discurso, as imagens e as festividades
utilizados como recursos para a afirmação de uma identidade que remontava
aos primórdios do movimento operário. Como fatores característicos dos
anos 30, aborda o combate dos sindicatos libertários à legislação
trabalhista e à intervenção do Estado nas lutas operárias, opondo-se à
formalização dos direitos e reafirmados a estratégia da greve como forma
de ação direta. São contrastadas as imagens e forma de ação que compunham
a identidade libertária com aquelas difundidas pela grande imprensa e
pelo DEOPS, que enfatizavam os estereótipos do anarquista agitador e
violento. 468 p. R$ 47,00.


SOCIOBIOLOGIA OU ECOLOGIA SOCIAL? - Murray Bookchin NOVO

O autor se preocupa em analisar a sociobiologia, forma emblemática do
desastre de se pretender fazer coincidir um quadrado com um círculo.
Murray Bookchin aborda, lucidamente, alguns dos problemas que hoje são
para nós colocados com maior acuidade. Ficar alheio, mesmo
conscientemente, ao mundo, ou não ficar e intervir, é uma opção de cada
um. 88 p. R$ 12,00.


SOBRE O ANARQUISMO (2a ed.) - Nicholas Walter

A exigência prioritária para uma sociedade livre é a abolição da
autoridade e a expropriação da propriedade. Em vez de um governo formado
por representantes permanentes eleitos ocasionalmente e por burocratas de
carreira quase inamovíveis, os anarquistas querem uma coordenação
efetuada por delegados temporários, imediatamente revogáveis, e por
peritos profissionais de fato responsáveis. Em tal sociedade, todas as
atividades sociais que implicam uma organização, seriam provavelmente
administradas por associações livres. 96 p. R$ 13,00.


SOBRE O CONTEÚDO DO SOCIALISMO / OS MOVIMENTOS DOS ANOS 60 - Cornelius
Castoriadis (novo)
Um dos maiores pensadores sociais contemporâneos, criador nos anos 60 da
revista Socialismo e Barbárie, aborda neste livro dois temas fundamentais
para a compreensão dos conflitos atuais por que passa a sociedade neste
princípio do terceiro milênio. 84 p. R$ 10,00


SURREALISMO E ANARQUISMO - Maurice Joyeux, Pietro Ferrua, Benjamin Péret,
Guy Doumayrou, André Breton, Jean Schuster, Adonis Kyrou e Gerard Legrand
"Foi no negro espelho do anarquismo que o surrealismo reconheceu-se pela
primeira vez, bem antes de definir-se a si mesmo e quando era apenas
livre associação entre indivíduos, rejeitando espontaneamente e em bloco
as opressões sociais e morais de seu tempo. (...) Todas as instituições
sobre as quais repousa o mundo moderno (...) são tidas por nós como
aberrantes e escandalosas. Para começar, é contra todo aparelho de defesa
da sociedade que lutamos: exército, "justiça", polícia, religião,
medicina mental e legal, ensino escolar". André Breton. 96 p. R$ 16,00.


TRÊS DEPOIMENTOS LIBERTÁRIOS - Jaime Cubero, Edgar Rodrigues e Diego
Gimenez Moreno
A presente obra tem como propósito resgatar uma pequena parte da história
contemporânea do anarquismo militante. O anarquismo constantemente é dado
como morto a partir de 1930 e este livro surge exatamente para desmentir
esta farsa histórica e comprovar as atividades libertárias através de
depoimentos e documentos que são absolutamente incontestáveis. 248 p. R$
28,00.


UNIVERSO ÁCRATA - Edgar Rodrigues

Este livro é uma síntese da história do movimento libertário universal.
Porém, não é como aqueles tradicionalmente produzidos e financiados nas
academias. Universo Ácrata, em dois volumes, aponta no rumo da
socialização do conhecimento histórico, opondo-se à visão instrumental da
pesquisa acadêmica feita para perpetuar hierarquias elitistas, a
manipulação ideológica e a sustentação das mentiras convencionais. O
primeiro volume do livro sai da Europa e caminha até a China, Japão e
pára na Rússia. Encerra esta incursão com uns poucos painéis ilustrando a
trajetória do anarquismo nestes países. O segundo volume começa pela
Argentina, percorre a América e registra, com flashes, o anarquismo na
Índia, Coréia, África. Termina com alguns painéis fotográficos de figuras
do anarquismo e uma listagem de grupos e imprensa libertária.
Volume I - 264 p. R$ 25,00.

Volume II - 288 p. R$ 25,00.





VAN GOGH - O Suicidado pela Sociedade (2a ed.) - Antonin Artaud

Paris, em 1920, transbordava em paixões políticas e discussões nos cafés.
Nestas discussões encontramos Artaud aliado aos artistas do Surrealismo,
tentando romper os padrões de arte da época. Em 1938 é internado no asilo
de alienados. Lá escreve uma espécie de canto à descoberta, Van Gogh.
Para Artaud, o pintor holandês foi o marco de sua identidade com a
criação. 64 p. R$ 10,00.




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center