A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) Semear a convivialidade onde se estiver e reflectindo sobre o nosso lugar no planeta (fr)

From worker <a-infos-pt@ainfos.ca>
Date Sun, 13 Feb 2005 16:25:44 +0100 (CET)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

27 de Novembro 2004 em Marselha : Semear a convivialidade onde se estiver
e reflectindo sobre o nosso lugar no planeta" Quando a última árvore estiver morta
Qunado o último fruto for radiactivo
Quando o último rio estiver poluído
Quando a última espiga de trigo sair de um laboratório
Então talvez as pessoas compreenderão que o dinheiro não se come. "
-sabedoria indiana-
A 27 de novembro uma dezena de nós mobilizou-se no 1º bairro por ocasião
do "Dia sem compras" proposta pela revista " Casseurs de pub "
[Destruidores de pub]. Há um ano exactamente diveríamo-nos bastante (com
um riso contagioso) parodiando a grande missa do consumo (teatro de rua)
na rua St-Ferréol, onde a grande missa consumista dura todo o ano, mas
esta sem ironia.
Na avenida Gambetta podia-se então ver um stand cheio de boas comidas
(pizzas, brioches, pão, salmão fumado, bolos, uma grande salada de
frutas), roupas, jornais(números antigos da revista Silence).Havia também exemplares da revista "Casseurs de pub" para consulta. Tudo
gratuito evidentemente.Isto para festejar o "dia sem compras". Para fazer pensar à nossa relação
de toxicodependência em relação ao consumo e às regras do jogo que ele
implica (destruição da natureza, exploração dos povos do sul para o nosso
conforto, redução da nossa existência à de consumidores/as, visão
religiosa da ciência e do progresso técnico).
Este dia é também um pretexto: para encontrar estas pessoas que apenas
cruzamos no dia-a-dia e que o salariado, os muros erguidos entre os nossos
quotidianos e todos os medos que nos injectam pelos olhos dentro nos
impedem de travar conhecimento, sob o simples pretexto de comer um naco
juntos.eau ensemble. nada de grandes discursos sobre a Revolução:
partilhas, corações quentes, sorrisos, uma guitarra e uma percussão que
formam uma música de fundo. Uma cena e rostos imersos no tinteiro da vida,
a magia simples do momento presente.Manouchka* e Jeannette recolheram o que não foi vendido na padaria e no
mercado, Manouchka fez a salada de fruta, ela e Micha seleccionaram roupa
dos fundos seus armários, Jeannette fez as fotocópias. Com a Lucie e a
Josianne instalaram o material na rua. Raymond e Gwendoline juntaram-se a
eles com as nossas maninhas, Marie-Rose e Marie-Jeanne. E eu, Hector o
coxo.As pessoas apressam-se para regressar do trabalho. Algumas param,
fazem-nos perguntas, comem uma fatia de pizza, discutem sobre isto e
aquilo, jovens que vêm da escola aproveitam para lanchar, os sem tecto da
zona aproveitam roupas, um pai pega num pedaço de brioche para os seus
filhos, um parzinho sorri, parrte e regressa com roupas para oferecer, uma
senhora apressada felicita-nos e parte sorridente.Uma experiência positiva para nós. Depois do que acontecer é evidente que
temos vontade de recomeçar e de ir mais além.Semear a convivialidade à nossa volta, é maravilhoso, mas numa cidade e
face a um estilo de vida que nos esmaga é uma trabalheira nada fácil... no
quotidiano!" Se tudo o que construímos ontém for destruído hoje, amanhã haverá gente
entre nós para refazê-lo,e talvez, melhor. " (Mako Rigwan, trad. do
bretão, século XIV). Uma figa ao betume e aos comerciantes de medos e de
escravidões.
Para preparar a "Semana sem têvê" do mês de Abril há ideias no ar. Basta
estender os braços para as colher...Eu sou apenas o simples narrador de um dia que seria esquecido sem esta
crónica.
Hector, conhecido por "perna de pau "

(para contactos : <labandealucienne(a)no-log.org> )

* Evidentemente, os nomes dos protagonistas foram modificados para
evitar-lhes uma celebridade inútil.




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html



A-Infos Information Center