A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) Israel, Tel Aviv, Violência contra anarquistas na manifestação do 1. de Maio (en)

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Sun, 2 May 2004 15:29:39 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Membros do serviço de ordem e membros do "Hanoar Haoved Vehalomed"
[juventude trabalhadora e estudantil - um movimento de
nacional/sionistas socialistas associados com o partido trabalhista]
atacaram os anarquistase tentaram impedi-los de participar na
manifestação.

Hoje houve um comício e manifestação do primeiro de Maio na praça do
Museu, de Tel Aviv - organizado conjuntamente por um comité integrando o
"Hashomer Hatsair", o "Hanoar Haoved Vehalomed", o "Hadash" [a
frenteliderada pelo partido comunista], o "Tseirey Yahad" e outros.
Membros do serviço de ordem e outros membros do "Hanoar Haoved Vehalomed"
tentaram impedir que um grupo de anarquistas se juntasse na praça (estes
incluiam activistas da Iniciativa dos Anarquistas Contra o Muro, do
colectivo anarquista "Maavak Ehad" e outros). Atacaram os anarquistas e
pediram à força de polícia para os manter afastados. Declararam que a
entrada de activistas anarquistas era proibida.
Os anarquistas que tinham bandeiras negras e negras e vermelhas e um
comunicado com o título "O Primeiro de Maio É Nosso" disseram com
antecedência que tencionavam transportar as suas bandeiras e distribuir o
seu comunicado. No início, a polícia e o serviço de ordem de "Hanoar
Haoved Vehalomed" conseguiram impedir a sua entrada. Porém, depois da
intervenção do advogado Gabi Lasky, junto do secretário geral de "Hanoar
Haoved Vehalomed", e de Tamar Gojanski - o ex-membro do parlamento do
Hadash, que presidia ao comité que organizou o comício, a entrada dos
anarquistas na praça foi autorizada.
Depois dos anarquistas entrarem, os membros do serviço de ordem de
"Hanoar Haoved Vehalomed" tentaram repetidas vezes confiscar os
comunicados, apesar do contacto repetido com o secretário geral do
"Hanoar Haoved Vehalomed".
No fim da concentração, quando outros participantes da manif. começaram a
cantar o hino de Israel/Sionista, Ha'Tikva, os anarquistas sentaram-se no
chão e gritaram "Sionismo é Racismo" e começaram a cantar a
Internacional.Activistas presentes do Hano'ar Ha'Oved Ve'Halomed,
começaram a bater e dar pontapés nos anarquistas, e tentaram destruir a
câmara que filmou as suas acções violentas.

(traduzido para A-Infos por M.B.)




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center