A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Brasil] Calendário e Indicativos para a Campanha Autônoma contra a ALCA

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Tue, 2 Mar 2004 12:00:40 +0100 (CET)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Síntese das reuniões contra a ALCA

Durante os dias 07 e 08 de fevereiro de 2004, durante o I Encontro de
Grupos Autônomos, grupos e indivíduos de diversas partes do Brasil e da
Argentina discutiram a campanha autônoma contra a ALCA.
Seguindo a proposta descentralizada e horizontal do encontro os diversos
grupos e indivíduos presentes montaram um calendário de lutas e propuseram
alguns indicativos comuns para o trabalho da campanha.

Calendário de Lutas

Como foram propostas muitas datas de mobilização os presentes deliberaram
por consenso em dar prioridade a duas atividades para esse primeiro
semestre: a retomada das mobilizações nacionais no 20 de abril, dia da
primeira manifestação massiva contra a ALCA; e a articulação das
atividades de protesto durante a reunião da UNCTAD, que ocorrerá em São
Paulo de 13 a 18 de junho de 2004, no Anhembi.
O critério para selecionar as duas datas foi o fato de ambas terem extrema
importância e não serem datas de mobilização adotadas pelas forças
“tradicionais” da esquerda. Além disso, as outras datas do calendário de
lutas não serão abandonadas, mas como muitas forças de oposição (ou
situação) já se empenham na mobilização desses dias não precisaremos
organizar ou puxar essas mobilizações, e poderemos redirecionar nossos
poucos recursos para as mobilizações prioritárias. Foi deliberado, também,
que os diversos grupos autônomos, nas suas respectivas cidades, se reúnam
e se articulem na véspera de todas as datas, mesmo para as não
prioritárias. O objetivo dessa articulação prévia é o de colocar o tema da
ALCA/OMC em todas as mobilizações, ligando o tema de cada mobilização à
luta contra a ALCA/OMC, às reformas estruturais e o desemprego.
AGENDA

8 de março: dia internacional da mulher

20 de março: protesto global contra a ocupação iraquiana (1 ano de ocupação)

1º de abril: protesto pra lembrar os 40 anos do golpe militar

19 de abril: mobilização contra o desemprego em São Paulo, 10:00 no
palácio dos bandeirantes
20 de abril: Dia de luta contra a ALCA (prioridade)

1 de maio: dia dos trabalhadores

13 a 18 de junho:Protestos contra a ALCA durante a reunião da UNCTAD em
São Paulo. (prioridade)
Indicativos

Os indicativos abaixo não são necessariamente acordos firmados entre todos
os grupos, mas refletem as opiniões e propostas de muitos dos presentes
nas reuniões da campanha contra a ALCA.
· Alteração do site do Encontro de Grupos Autônomos para que ele se torne
uma espécie de “ponto de encontro” virtual dos grupos autônomos. Serão
incluídos links para a lista de e-mail da campanha, fóruns, publicação de
notícias, boletim eletrônico etc. (A comissão organizadora do encontro vai
administrar o site).
· Cada grupo presente deve criar atividades de discussão e estudo da ALCA
dentro dos próprios grupos, como forma de capacitar os
militantes/ativistas e pra ter material para trocar com os outros grupos.
· Antes de cada mobilização os grupos devem se articular para a realização
de trabalhos de formação na base, com oficinas e seminários em bairros,
escolas, lutas sociais etc.
· Como ainda não foi divulgada a data da reunião ministerial da ALCA no
Brasil, cada coletivo deve estar preparado pra eventualidade do encontro
acontecer na sua cidade ou região.
· Todas as atividades da campanha devem ter uma grande preocupação com a
comunicação, tanto interna quanto externa, utilizando os diversos meios
alternativos de comunicação para a divulgação e troca de experiências
entre as diversas lutas.
· Cada região deve aumentar as ações de denúncia dos transgênicos, com
palestras, oficinas e ações de rotulagem dos produtos transgênicos.
· A experiência do Encontro de Grupos Autônomos deve se reproduzir
regionalmente, através da realização de encontros nos mesmos moldes aonde
for possível. A função de tais encontros, além de aprofundar o debate e a
troca de experiências, será a de agregar cada vez mais pessoas, redes e
organizações à luta contra a ALCA, à luta contra as reformas estruturais e
a luta contra o desemprego.
· Após a reunião aberta de avaliação do encontro (data a ser decidida pela
comissão organizadora do encontro), aonde este documento será discutido de
maneira mais aprofundada, deve ser feita uma articulação internacional com
os promotores dos encontros autônomos que ocorreram na Argentina e na
Bolívia, com o objetivo de internacionalizar e sincronizarmos a campanha
autônoma contra a ALCA.
Email:: encontroautonomo@riseup.net
URL:: http://encontroautonomo.linefeed.org/





*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center