A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
First few lines of all posts of last 24 hours || of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004

Syndication Of A-Infos - including RDF | How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups
{Info on A-Infos}

(pt) [Brasil] MIDIA - Ciberativismo: Copyleft, Hacktivismo e Inclusão Digital

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Sun, 15 Aug 2004 10:25:34 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Renata Aquino
"Ciberativismo: Copyleft, Hacktivismo e Inclusão Digital" foi uma das
últimas conferências do Mídia Tática Brasil e ajudou os participantes a
uma espécie de auto-análise sobre a identidade dos ativistas da Web no
Brasil. Ricardo Rosas (Rizoma.net), Artur Matuck (USP), Pablo Ortellado
(CMI), Hernani Dimantas (Metáfora) e Marcelo Estraviz foram os
participantes.Artur Matuck criou em 97 o SemionR, um "símbolo para a
informação re-escriturável". O símbolo é um contraponto ao de copyright e
significa que a informação pode ser reproduzida e alterada. Matuck, cuja
filosofia é bem mais radical que a do copyleft, acredita que "segredos
militares e industriais precisam ser controlados pelo povo". Matuck
também chamou a atenção para os sistemas de autoria híbrida. "O Google é
um exemplo de colaboração entre lógica computacional [algoritmo de busca]
e contribuição dos internautas [sistema Pagerank]", disse Matuck.
Para Pablo Ortellado, do CMI/Indymedia Brasil, o copyleft é a melhor
restrição. A restrição ao copyleft do Centro de Mídia Independente é que
"o material não seja usado para fins comerciais". "Somos 5 milhões no
Indymedia, se todo o material for liberado para fins comerciais para a
CNN, por exemplo, teremos 5 millhões de jornalistas trabalhando de graça
para a CNN", disse Ortellado. "No caso de uso comercial sem qualquer
remuneração, fica a critério do autor decidir se libera ou não",
completou.
Hernani Dimantas, autor de "Marketing Hacker", representou no debate o
Projeto Metáfora. O Metáfora é formado por voluntários que gerenciam os
projetos e as discussões através de um Wiki, "uma ferramenta colaborativa
feita para que qualquer um pudesse alterar o conteúdo dos projetos",
disse Dimantas. Entre os projetos do Metáfora estão o Metareciclagem
(recauchutagem de PCs), MetaONG (serviço de informação para o 3o setor),
GASLi (Grupo de Argumentação para o Software Livre), Provos e MemeLab. A
REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA E NÃO TERÁ COPYRIGHT

A encontro teve ainda uma intervenção dos pôsteres de famosos trazidos
pelo grupo "A Revolução Não Será Televisionada". Foi na discussão sobre
direitos autorais, no entanto, que aconteceram as maiores polêmicas do
evento.
Matuck deixou o auditório chocado ao dizer que um "movimento contrário ao
Copyleft já existe, chama-se DOI (Digial Object Identifier)". Alarmista,
Matuck acha que apenas liberar a reprodução ou publicar o código não
bastam. "Estamos perdendo a guerra, é uma ilusão achar que o Software
Livre está se espalhando cada vez mais pelo mundo", disse Matuck.
Dimantas respondeu diretamente que "não vai acontecer isto, vai se gastar
muito dinheiro com advogados mas a luta pelo copyleft é inevitável". Para
Matuck, outra variável prejudica a luta pelo copyleft, a qualidade da
informação. "A informação que circula livre tem baixa credibilidade,
informação de qualidade custa dinheiro", disse Matuck. Ortellado
concordou que a "a qualidade da informação é essencial, a esmagadora
maioria do material que chega ao CMI todo dia é imprestável, essa é uma
característica da publicação aberta". "A seleção é feita por um grupo de
editores voluntários, já houve uma tentativa de dar notas nas matérias
mas não funcionou", contou ainda Ortellado.




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center