A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) Brasil- Araçatuba (SP): Risco de despejo do "Espaço Cultural Quilombola"

From "Moésio Rebouças" <m_reboucas@yahoo.com>
Date Fri, 31 Oct 2003 20:35:01 +0100 (CET)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Há algumas semanas tivemos conhecimento de um decreto assinado pelo
prefeito e publicado no jornal "O Liberal", que passaria a utilização do
"prédio" (onde se localiza e se movimenta o Quilombola) para um grupo de
estudantes de Araçatuba (SP). Esse decreto foi assinado sem ninguém
entrar em contato com o Quilombola, sem satisfações, sem considerar que
ali naquele local existe uma movimentação de cunho cultural que está há
mais de 3 anos, proporcionando várias atividades durante este tempo.

Foi tudo feito por "debaixo dos panos", fizeram uma averiguação
totalmente com base em papeladas mas não tiveram um contato real com
nosso espaço, não levaram em conta nada do que ali acontece (o que já era
de se esperar já que somos um tormento cutucando a ferida dessa cidade, e
sempre mostrando a cara cultural e marginalmente). Enfim, não esperamos
nada do Estado, mas o mesmo tem ignorado a existência de nosso espaço
cultural durante esses anos, por estarmos resistindo clandestinamente no
local.

Outro ponto que atormenta a prefeitura desse município, é o fato de que
nosso espaço se localiza bem no centro da cidade, em uma rua com casas
antigas e tombadas como patrimônio histórico municipal, que deram origem
à cidade. Ali o prefeito pretende fazer uma limpeza social e uma das
propostas é transformar a rua em um grande ponto de comércio, toda essa
mediocridade visando as próximas eleições.

É muito importante ressaltar que há 3 anos atrás, quando o espaço estava
caindo aos pedaços, destruído, com um matagal enorme (e por aí vai...) a
prefeitura cedeu este espaço a um determinado grupo de estudantes. Como
eles conseguiram um outro ambiente para uso, não tiveram a iniciativa de
encarar as devidas reformas e dificuldades do local e o mesmo voltaria a
estar abandonado, nós (integrantes autônomos do espaço "Quilombola")
decidimos enfrentar essas e outras dificuldade para cair para dentro,
utilizar aquele local e criar ali nosso espaço de cultura alternativa e
libertária. Vários e constantes são os problemas e as reformas que
fizemos no local, trocamos toda a parte elétrica, arrumamos o quintal,
conseguimos re-ligar a água (que possuía uma dívida antiga enorme),
pintamos... Enfim, de tudo um pouco fizemos.
Um detalhe é que isso foi feito sem o apoio de ninguém, foi uma
iniciativa totalmente nossa, estimulada simplesmente por nossa força de
vontade. Os eventos e realizações então foram vários, e nunca em
benefício próprio ou com idéia de lucros! Quando se tratava de um evento
onde cobrávamos uma pequena quantia em forma de contribuição, isto era
destinado apenas para os gastos do espaço, pois pagamos água e luz do
local. Temos tudo registrado inclusive em nosso Projeto, documentos,
notas fiscais, fotos e nas experiências de quem esteve ali PRESENTE.
Atualmente o espaço conta com uma estrutura muito boa em vista do estado
que era antes, e justamente agora que as coisas estão mais fáceis um
outro grupo de estudantes quer o local de volta. Isso tem um lado bem
comodista, os estudantes poderiam ter ido atrás de conseguir um dos
vários prédios da prefeitura que se encontram em total abandono. Ao invés
disso preferem desalojar um coletivo cultural e um pessoal que estão na
ativa naquele local, pois ter tudo pronto, para fazer nada, é mais fácil.

O interesse deles também é pela localização do espaço, bem no centro da
cidade. Após algumas correrias, descobrimos também que o diretor desse
grupo de estudantes andava filmando nossa situação ilegal no local e até
mesmo algo que acontecia, o que mostra que o grupo vinha se articulando
há um bom tempo para tentar tomar o local do Quilombola para benefício
deles. Apesar de nossas dificuldades e carências em relação a este caso
(não possuímos nem mesmo advogado para orientar integralmente), estamos
indo atrás dos nossos "direitos" e reivindicando, em ultimo caso, ao
menos um novo local (em bom estado) onde possamos continuar concretizando
nossos projetos e propostas.

Se você quiser nos apoiar de algum modo, se aproximar para trocar idéias,
entender melhor a situação, entre em contato. Sabemos que o "jovem" (como
todo ser, estudante ou não) também precisa de CULTURA! Enfim, vamos lutar
para permanecer impregnando e resistindo contraculturalmente no local,
mas do mês de novembro em diante é quando as coisas tendem à piorar, não
sabemos como estará a situação para o nosso lado.
Cultura é Livre e não acadêmica nem elitista! A Cultura também é do povo
pobre! É da periferia! É negra, branca, indígena! É Do analfabeto! Dos
que estão à margem ou sendo discriminados... A cultura não é comércio!
Mais info: kilombola666@hotmail.com


---------------------------------



Abaixo-assinado de apoio ao "Espaço Cultural Quilombola"

O coletivo "Espaço Cultural Quilombola" vem a três anos utilizando um
local público (situado na Rua XV de Novembro, 73), de forma autônoma,
como um meio de propagação cultural e direto ao povo. Diante do risco de
desalojamento do espaço, das dificuldades e dos esforços já realizados
pelo grupo naquele local, nós abaixo assinados reivindicamos:

A permanência dos mesmos no local, para continuarem produzindo suas
atividades culturais, pois o local não se encontra abandonado;
Em caso de não haver acordo, a garantia documentada de doação de um
outro imóvel (nas mesmas condições em que esse se encontra);
Conversas abertas e diálogo para resolução do problema, para que
atitudes não partam de uma única mão, e que em nenhum momento se ignore a
existência e produtividade do "E.C. Quilombola" no local, dentro desses
anos;
Que não haja violência na efetivação de decisões para retirar as
pessoas
e o grupo do local, respeitando-se a integridade dos integrantes e de
tudo que se ali encontra;
Que as reivindicações não sejam ignoradas.

Nome/RG/Cidade/ Estado/País

(quando chegar na quinquagésima (50) assinatura, enviar para o e-mail
acima)


---------------------------------



agência de notícias anarquistas-ana

o brilho do salto

do peixe na cascata

lâmina de prata

Luiz Bacelar


---------------------------------




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center