A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) [COLETIVO INSUBMISS@S:]Este nosso tão falado amor livre....

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Mon, 6 Oct 2003 19:54:31 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
http://ainfos.ca/ http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

(de lista anarqlat)
O amor livre é um tema sempre discutido no movimento libertário, seja ele
punk ou anarquista. Algumas pessoas até nem acreditam na palavra amor, mas
não pretendo entrar nesta questão.Meu objetivo ao escrever este texto é o de discutir este assunto mais uma
vez, pois ele é sempre recorrente, e bastante distorcido na sua prática
pel@s libertári@s.Uma vez vi em um texto da professora de História da UNICAMP/SP, Margareth
Rago, publicado na revista Libertárias, que amor livre é confundido com a
prática de se ter vári@s parceri@s, sem nem dar atenção aos sentimentos
das pessoas com quem venha a se envolver ou d@ parceir@ fix@. Acrescento a
esta definição, o fator de haver também uma confusão em relação as pessoas
que tão afim de só terem relações sexuais momentâneas, (sabe aqueles
desejos que batem "de repente"??), transar, e para isso, usam o termo amor
livre para justificarem seus desejos, fazendo assim uma confusão entre
amor livre com sexo livre. E o que acontece muitas vezes nas cenas
libertárias é a prática do sexo livre e, diga-se de passagem, sem uso de
preservativo!Já ouvi declarações do tipo: "vamos gozar, ter prazer!", mas acontece que
este tipo de "apelo" feito por alguns libertári@s refere-se somente ao seu
prazer sexual - pode-se dizer que é um prazer egoísta - não pensando no
prazer da outra pessoa com quem esta tendo uma relação, seja afetiva ou
apenas carnal. E quanto aos sentimentos, nem se fala!Não estou falando aqui daquela ficada de final de semana, apanhei tanto
que já aprendi, (o cara só queria ejacular, baby, e você foi a escolhida)
mas de um envolvimento que se prolongue por dias,meses... Acredito que
amor livre não é o lance de querer se ficar com mil pessoas em uma noite,
mas pode ser "praticante" do amor livre um casal que mantêm uma relação de
respeito, carinho, afeto, igualda de entre os gêneros.Cada um@, no meu ponto de vista, tem sua definição de amor livre, mas
percebo que é coerente termos em mente, até porque buscamos a coerência e
igualdade, respeito ao outr@ na nossa vivência libertária, que não existe
prática de amor livre dentro do movimento anarcopunk/anarquista, talvez um
grande desejo para que isso aconteça, por enquanto continuamos na teoria.Lembrando que este assunto será debatido no Encontro de Gênero, que será
realizado em Natal, de 24 a 28 de dezembro. Deste encontro, será tirado a
pré-pauta para o 1º Encontro Anarco-Feminista Nordeste.
MABEL DIAS
COLETIVO INSUBMISS@S




*******
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas
******
INFO: http://ainfos.ca/org http://ainfos.ca/org/faq.html
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
ASSINATURA: envie correio para lists@ainfos.ca com a frase no corpo
da mensagem "subscribe (ou unsubscribe) nome da lista seu@enderço".

Indicação completa de listas em:http://www.ainfos.ca/options.html


A-Infos Information Center