A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) COB/AIT FAZ O MAIOR ATO PÚBLICO DE PROTESTO NO 1º DE MAIO

From "puig" <hpuig@uol.com.br>
Date Mon, 5 May 2003 17:07:18 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
http://www.ainfos.ca/
http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

UM 1º DE MAIO DE PROTESTO EM PORTO ALEGRE
Aproximadamente dez mil pessoas, em 5 ½ h, se fizeram presente no
protesto contra: a privatização da Previdência, a "negociação" das
garantias trabalhistas, o atrelamento do sindicalismo ao Estado e contra
todas as Guerras do Capitalismo na praça da pista de skate do bairro IAPI
de tradição operária em Porto Alegre.
O único ato de protesto no estado, no primeiro de maio, enfocando as
lutas dos trabalhadores e o movimento pela paz contra todas as guerras do
capital, foi organizado no RS pelo núcleo sindical Sindivários (POA),
FORGS/COB - ACAT/AIT, apoiados pela Federação Anarkista do RS e o
Movimento Anarko-Punk da Região Sul.
A partir das 15 h, com duas horas de atraso e a ordem telefônica de
cancelamento do Ato pelo gabinete da Secretaria Municipal do Meio
Ambiente que é controlado pelos trotskistas da DS; mesmo com a presença
da brigada militar e contando com o apoio da comunidade os organizadores
resolvem dar início ao protesto com o apoio de bandas de Porto Alegre,
Região
Metropolitana e interior do estado.
Em meio a apresentação das bandas houveram intervenções:
- A) sobre o significado histórico do primeiro de maio;
- B) a importância do sindicalismo revolucionário; a greve geral como
instrumento de luta para a derrubada do capitalismo;
- C) a luta no Brasil pela Jornada das 30 h semanais, 6 diárias, sem
redução salarial; um salário mínimo de 1400 reais baseado na
Constituição Federal; - D) a reivindicação de uma aumento de 54% para
repor as perdas em relação a desvalorização do dolar que foram pagas aos
políticos e aos trabalhadores não;
- E) contra a privatização da previdência social e pela aposentadoria
plena dos trabalhadores aos 30 anos de contribuição; contra o imposto
sindical que atrela o sindicalismo;
- F) pela reconstrução da Confederação Operária Brasileira;
- G) um abaixo assinado contra o capitalismo suas guerras e o genocídio
social;
- H) informe sobre a retomada histórica do Centro Cultural e Artístico
pró Federação Operária do Rio Grande do Sul;
- I) e a organização de Cooperativa de Trabalho, no ramo da difusão
cultural, para desempregados;
E tocaram bandas de Hard-Core (XamorX, Horda Suburbana, Sobreviventes do
Kaos, Desordem, Entre Rejas, Unidos Pelo Ódio, Convictus, e Tombshit),
Punk-Rock (Vermes do Suburbio), e Reggae (Reggae de Raiz).
O Ato encerrou-se as 20:30 h e devido a tentativa de sabotagem das
autoridades, que atrasaram a programação, não puderam tocar quatro
bandas, sendo uma de Hip-Hop (Complexo Norte), duas de Hard-Core (Gritos
de Alerta e Disturbios) e uma de Punk-Rock (Discrença) as quais
elogiamos, como a todas, pelo seu esforço, comparecimento e organização
para o sucesso do evento. Foram distribuidos panfletos sobre o
significado do Ato e as reivindicações; e rolou o abaixo-assinado pela
Paz, a favor do boicote econômico,
continuado, aos senhores da guerra, pelo apoio a greve geral contra todas
as guerras do capitalismo e a favor da revolução social. Muitos
intercâmbios de zines, panfletos, jornais, livros, cd´s, e bandeiras.
Houve também o lançamento do CD do 1º de maio de 2002 e intercâmbios de
camisetas. Mais de mil cartazes chamando ao 1º de maio foram colados:
sendo um da Voz do Trabalhador, com as reivindicações do movimento, e
outro chamando o protesto "OS HOMENS MORREM E AS IDÉIAS FICAM - 117 ANOS
DE LUTAS" para lembrar os mártires de Chicago. Para posterior divulgação,
um vídeo e um CD (com todas as bandas) serão gravados e distribuídos para
o fortalecimento da história do movimento.
Nosso ato, apesar de todas as ameaças, boicotes: cartazes rasgados ou
tapados por aqueles que infiltrados no nosso meio, atuam pelo
sindicalismo atrelado da CUT, o movimento da igreja e dos partidos
políticos; pela não liberação do espaço através da SMAM (Prefeitura de
POA) que atrasou em mais de 30 dias nossa divulgação e que buscou a não
realização do mesmo até no próprio dia; a falta de notícia da imprensa
oficial que mesmo sendo este o maior evento da cidade, certamente
controlado pela polícia que ali se fez presente, não redigiu uma linha
sobre o Protesto; e a falta de divulgação da dita imprensa da mídia
alternativa que omitiu a realização do Protesto. Conclamamos a todas as
pessoas conscientes que enxergam o jogo do Poder e seus aliados a darem
continuidades as nossas lutas e reivindicações: unindo-se a nós;
boicotando todas as farsas; trazendo novas manifestações por nosso
Direito de viver numa sociedade de iguais e livres, sem opressão ou
exploração; para ampliar a capacidade de luta e organização do Movimento
de reconstrução da Confederação Operária Brasileira
Movimento Pela Reconstrução da Confederação Operária Brasileira (C.O.B.):
SINDIVÁRIOS de Porto Alegre/Rio Grande do Sul
FEDERAÇÃO OPERÁRIA DO RIO GRANDE DO SUL (FORGS/COB- ACAT/AIT - Seção da
AIT no Brasil)
Núcleo Pró-Federação Operária de São Paulo (PROFOSP/COB-ACAT/AIT)
Amigos da COB/AIT de Sergipe
Apoio:
O COLETIVO LIBERTÁRIO/SP
FEDERAÇÃO ANARKISTA DO RIO GRANDE DO SUL

cobforgs@yahoo.com.br




*******
********
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas

******
ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
WWW: http://www.ainfos.ca/org
INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
a mensagem seguinte:
unsubscribe a-infos
subscribe a-infos-X
onde X= pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)

A-Infos Information Center