A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ All_other_languages _The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) Situação na Bolívia [excertos]

From zumbi@riseup.net
Date Mon, 20 Jan 2003 17:11:43 -0500 (EST)


   ______________________________________________________
      A - I N F O S  S e r v i ç o  de  N o t í c i a s
                  http://www.ainfos.ca/
              http://ainfos.ca/index24.html
     ________________________________________________

Camaradas, 
A Bolívia está passando nas últimas semanas por intensos conflitos. Cocaleros,
indígenas, camponeses em geral, mineiros, pensionistas fazem inúmeras
manifestações e bloqueios de estradas e o governo responde com uma brutal
repressão que já matou mais de 17 pessoas. 
<snip>

Apesar da repressão, inclusive com o exército, o movimento está forte, e a
qualquer momento, pode ter desdobramentos inesperados (lembrem-se do Argentinazo
e do levante indígena de 200 no Equador).

Informem a si e aos demais. A Revolução não vai passar na TV (só mesmo a posse
do Lula é transmitida ao vivo).  Abaixo seguem a chamada principal do CMI
Brasil, uma interessante análise dos atuais conflitos e uma entrevista sobre o
MaS e suas origens.

OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!
NEM UM PASSO ATRÁS. A ÚNICA LUTA QUE SE PERDE É A QUE SE DEIXA DE LUTAR.

Mais informações em: 
www.midiaindependente.org (CMI Brasil)
http://bolivia.indymedia.org/ (CMI Bolivia)
www.lostiempos.com (jornalão da mídia corporativa boliviana. Tá metendo o pau
nas manifestações e contribuindo para o clima de histeria contra os cocaleros)


Manifestações são violentamente reprimidas na Bolívia

Camponeses, cocaleiros e estudantes bloquearam a rodovia que liga Cochabamba a
Santa Cruz de la Sierra em defesa do gás, da água, da coca, contra a ALCA e por
melhores condições de vida e de trabalho para a população. O bloqueio foi
iniciado dia 13, porque o governo boliviano não aceita uma pausa na erradicação
das plantações de coca no trópico de Cochabamba, nem aceita um diálogo conjunto
com todas as organizações sociais para resolver de uma só vez as demandas
sociais.O ato foi reprimido com violência pelo governo boliviano.

Já no dia 13, o confronto foi intenso e a polícia utilizou muito gás
lacrimogêneo e balas de borracha e de chumbo para dispersar o bloqueio. Os
manifestantes responderam com paus e pedras. No dia 14 foi confirmada a morte de
um dos manifestantes que recebeu um balaço no peito. Até agora se tem notícia de
17 mortes e cerca de 200 detidos.

A polícia invadiu o campus da Universidade San Simon em Cochabamba para reprimir
a manifestação em favor dos cocaleiros. Há notícias de cerca de seis presos
nesta investida.

Cinco suecos que participaram dos protestos foram deportados para o Brasil, por
onde haviam entrado. O governo boliviano alegou interferência em assuntos internos.

Desde de 97, com a implantação do chamado Plano Dignidade, respaldado pelos
Estados Unidos, o governo boliviano erradicou milhares de hectares de cultivos
de coca. Só em janeiro do ano passado, houve 7 mortes em conflitos entre
cocaleros, o exército e a policia. A coca, que tem uso legal no país, é uma
grande força da economia boliviana e fonte de sustento de milhares de camponeses.
<snip>

*******
                                ********
            ****** Serviço de Notícias A-Infos *****
         Notícias sobre e de interesse para anarquistas

                                ******
                 ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
                 RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
                 AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
                 WWW: http://www.ainfos.ca/org
                 INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
 a mensagem seguinte:
                    unsubscribe a-infos
                    subscribe a-infos-X
onde X=  pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)

A-Infos Information Center