A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ All_other_languages _The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) LIBERTÁRI@S CONTRA TODAS AS GUERRAS! (ca, fr, en, de)

From Worker <a-infos-pt@ainfos.ca>
Date Sun, 2 Feb 2003 06:00:55 -0500 (EST)


   ______________________________________________________
      A - I N F O S  S e r v i ç o  de  N o t í c i a s
                  http://www.ainfos.ca/
              http://ainfos.ca/index24.html
     ________________________________________________

A perspectiva de uma nova guerra no Golfo torna-se cada dia mais
próxima.

Em simultâneo, multiplicam-se guerras coloniais na Tchéchénia,
na Costa do Marfim, na Palestina, etc. O mundo inteiro está a
ser sangrado por estes conflitos, quer seja abertamente levados
a cabo pelos Estados ricos ou manipulados para lucro dos
capitalistas em particular das multinacionais.

O capitalismo precisa da guerra para conseguir o seu domínio. As
guerras são feitas contra países pobres em ordem a explorar os seus
recursos naturais e em detrimento das populações locais. Frequentemente,
ocorrem após longos anos de apoio do Ocidente às ditaduras instaladas.Tal é o caso, por exemplo, do Iraque, onde Saddam Hussein foi
ajudado durante um longo período antes de se tornar um homem acossado.
Quando os Estados ricos fazem a guerra não se importam nem um segundo
com os povos, cuja libertação  das ditaduras que os oprimem se torna
porém necessária.
Por isso mesmo, ainda é mais indecente usar este aspecto como
pretexto para bombardear essas populações!

“Os decisores” dos países ricos reconhecem cinicamente isto:
a guerra é “boa” para as livrar da “incerteza” económica.
Isto significa, claramente: o saque dos recursos naturais de
alguns países torna-se necessário para aumentar os lucros do grande
capital.
Investir em armamento e “anti-terrorismo” em vez de serviços
públicos e sociais, eis a escolha do grande capital,  realmente
aceite por todos os dirigentes ocidentais.

Mas estas guerras, acima de tudo, são guerras pela hegemonia,
antes mesmo de entrarem considerações económicas. São guerras
de esferas de influência entre os países dominantes, para exibir
e reforçar a sua supremacia. Os Estados Unidos querem mostrar o
seu poderio absoluto silenciando, através do terror, quem ponha em
causa a sua hegemonia ou quem conteste o saque do planeta para os seus
lucros.

O capitalismo tem de aterrorizar as populações em ordem a
continuar a explora-las. As guerras imperialistas levadas a cabo pelos
países ricos são a vertente exterior de políticas repressivas aplicadas
nos seus próprios territórios. Os conflitos militares e a
criminalização da pobreza são os dois lados da mesma moeda de dólar ou de
euro!
O verdadeiro “Eixo do Mal”, responsável centenas de milhares de
mortes pelo mundo for a, é o capitalismo, na sua corrida pelo
lucro e pela sua exploração que gera miséria e desespero.
Os Chefes de Estado que se vão encontrar na próxima cimeira de
Evian (G8) são criminosos, tanto de guerra como económicos.

Os países ricos arrogam-se o direito de decidir, apesar dos seus
sistemas políticos elitistas e classistas (a eleição por chantagem de
Jacques Chirac na França, a eleição fraudulenta de George W. Bush, as
práticas mafiosas de Sílvio Berlusconi, Putin eleito para resolver uma
guerra que ele próprio provocou, etc). Ainda por cima, impõem as suas
decisões ao resto do Mundo.Oito pessoas a decidirem por seis biliões! Onde está a justiça
disto?
Eles até violam a mais fundamental de todas as leis
internacionais (como em Guantanamo, por exemplo, onde seiscentos
prisioneiros são mantidos em total ilegalidade); ignoram as decisões deinstituições fantoches internacionais como a ONU, as quais, no entanto,
eles próprios redigiram para nos fazer acreditar na sua vontade de
democracia.
Pelo Mundo inteiro, as nossas organizações, sindicatos, redes e
comunidades estão a opor-se à guerra e a tomar parte na
construção de um vasto movimento para rejeitar esta barbárie.  Vamos ser
cada vez mais numerosos para conseguir colocar em cheque a lógica de morte
do capitalismo.
A Guerra serve sempre os ricos, e mata sempre os pobres.

* Não à Guerra no Iraque, na Tchéchénia, na Palestina e na Costa
do Marfim!

* Pelo desarmamento e desmilitarização em toda a parte no Mundo
inteiro!

* Liberdade para os povos e direito à auto-determinação!

 * Solidariedade com as vítimas das ditaduras!

Se a vossa organização deseja subscrever a declaração acima é
favor enviar um correio elecrtónico para :
international@alternativelibertaire.org





*******
                                ********
            ****** Serviço de Notícias A-Infos *****
         Notícias sobre e de interesse para anarquistas

                                ******
                 ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
                 RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
                 AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
                 WWW: http://www.ainfos.ca/org
                 INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
 a mensagem seguinte:
                    unsubscribe a-infos
                    subscribe a-infos-X
onde X=  pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)

A-Infos Information Center