A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) REQUIEM POR UMHA CASA ENCANTADA

From <joshe@causaencantada.org>
Date Wed, 6 Aug 2003 16:45:58 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
http://www.ainfos.ca/
http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

Hoje 5 de Agosto de 2003, a Casa Encantada do Castrom D'Ouro de
Compostela foi derrubada com o consentimento da Justiza e do governo
municipal do partido especulador P$OE.Umha vivenda que, segundo o
Concelho reconhece no primeiro censo, já estava habitada aló polo 1845 e
o seu berce presume-se anterior a 1800 estando moi relacionado com o
Caminho, em concreto com a Ruta do Vinho. De feito as outras vivendas
ubicadas na zona estam consideradas como bem patrimonial a conservar, e
muitas tenhem aspecto de ser mais novas que a Casa Encantada. Isto nom
importa aos especuladores, a Casa ficava numha parcela que precisam para
poder especular na zona, para construir vivendas de lujo e um aparcadoiro
público de cáracter privado (dissos que se construem com cartos de todas
e despois é negocio para uns poucos); de ter estado ubicada uns metros
mais abaixo ou mais arriba ou simplemente doutro lado da beirarrua, a
Casa Encantada seguiria em pe e nos seguiriamos nela. A Casa Encantada
fora cedida á Igrexa por os propietários com a condiçom de que fosse
usada exclussivamente para fins sociais, de feito pasou a ser durante
muito tempo escola unitária a Milagrossa. A especulaçom, os cartinhos,
foi o que motivou á Igrexa a vender a Casa a umha inmobiliária, rachando
o acordo de cessiom para uso exclussivo de bem social e pesse a que
tinham com nos um contrato oral que nom caducava até dentro de 3 anos,
segundo o qual nos rehabilitamos a vivenda que a Igrexa abandoara dende
que fechou o Colegio para dar-lhe o uso sócio-cultural que fixo da Casa
Encantada um lugar único durante case 12 anos. A especulaçom, os milhons,
foi o que motivou a creaçom da empresa "Construciones Iglesias" com apoio
financieiro das Koplowich para reurbanizar a zona e derrubar a nossa
casa. A especulaçom, os cartos, foi o que motivou que o Concelho
trampeara o patrimonio cultural e fixera desaparecer a Casa Encantada da
mesma. A especulaçom, o poder económico e o poder da Alcaldia foi o que
motivou que umha juiza se decantara por obviar todo o que nos presentamos
como defensa da Casa e sem agardar a decissom dum tribunal de maior rango
dera permisso á "Destructora" para derrubar este bem cultural e
patrimonial hoje tristemente desaparecido.
As 6 e media da manhá, duas palas, dous palistas e um feixe de
paramilitares contratados por a inmobiliária procederom ao derrube da
Casa, ilegalmente as palas tiram com todo sem valhar a zona, sem
presência da policia municipal, sem retirar os veículos legalmente
aparcados e sem cortar o abastecemento da auga provocando umha riada
quando umha das palas rachou a canheria, ilegalmente os gardas privados
armados des-ordenam o tráfego, dum jeito tam absurdo que, em troques de
avissar ás conductoras do perigo de circular por aí, o que fam é
suplantar as funçons da policia municipal e limitan-se a proibir aos
carros circular por um vial quando estos já superarom a zona perigossa,
ilegalmente estos paramilitares ficam armados e apostados polas ruas e
beirarruas que rodeam o recinto da Casa Encantada realizando labouras da
policia espanhola. E quando escrebo isto uns camions estám retirando
ilegalmente a terra sem ter feito prospeçons e com consentimento da
policia municipal que sendo avissada de tal
ilegalidade nom parou tal actuaçom totalmente ilegal.
Umha vez mais o poder económico, o poder judicial e o poder municipal
aliados da mam, especulam quitando ao povo o que era do povo para passar
as mans duns poucos ricachos apodrecidos de quartos.
A raiba e a impotência de ver como assassinam impunemente a vontade
daqueles antiguos moradores que cederom á Igrexa a Casa para que tivera
exclussivamente um uso social. O malestar de ver como uns paramilitares
defendem a propiedade, já privada e em mans do especulador. O noxo de ter
coma Alcalde um home que despreza ao tecido socio-cultural da cidade e só
sabe usar a violência e a mentira contra nós. A comprobaçom de que a
Justiza só se pom de parte do dinheiro e nom nos comunica com tempo as
notificaçons, em tanto filtra a algum medio a noticia. Todos eles, nom
vam poder contra nós. Somos muitas e com muitas ganas de seguir
trabalhando social e culturalmente dende a base, junto ao povo, pois nós
somos povo e como tal seguiremos luitando contra as injustizas e os
desmans dos poderosos que se arrogam o dereito a fazer o que lhes pete,
especulando e actuando ilegalmente com consentimento e apoio de quem
deberia proteger á sociedade destes delinquentes.
A CASA ENCANTADA CONTINUA. NOM PASSARAM.

máis info en http://www.causaencantada.org
todas as fotos en
http://www.causaencantada.org/novas/breve.php?id_breve=24




*******
********
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas

******
ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
WWW: http://www.ainfos.ca/org
INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
a mensagem seguinte:
unsubscribe a-infos
subscribe a-infos-X
onde X= pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)

A-Infos Information Center