A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) OS REIS DOS ARMAMENTOS EM LISBOA

From "cldvulg" <cldvulg@bol.com.br>
Date Sat, 12 Apr 2003 09:39:14 +0200 (CEST)


______________________________________________________
A - I N F O S S e r v i ç o de N o t í c i a s
http://www.ainfos.ca/
http://ainfos.ca/index24.html
________________________________________________

[Nota do editor de a-infos-pt: esta informação tem
sido veículada em várias línguas pela Internet ]

Presidentes de grupos armamentistas de U$A em Lisboa

Os diretores das maiores companhias de armamento do
mundo estão planejamento se encontrar em Lisboa dentro
de três semanas. O americanos baseados no Grupo de
Carlyle está altamente envolvido no fornecimento de
armas às forças de Coalizão na guerra/invasão iraquiana.

Também asseguram uma maioria de partes entre as Sete
maiores companhias e da Corporação Federal de Dados,
fornecedora de sistemas de vigilância de controle de
trânsito de ar para as Autoridade Federais de Aviação de
U$A. A companhia de U$12 bilhões recentemente assinou
contratos com Indústrias Unidas de Defesa para equipar
os exércitos da Arabia Saudita eTurcos com sistemas de
defesa de aviação.

A pauta da reunião term a perspectiva de avaliar o
envolvimento dessas companhias na reconstrução da
infrastructura de Bagdá depois da cessação das atuais
hostilidades. Junto com várias outras companhias norte-
americanas. o Grupo de Carlyle espera ser premiado com
um contrato de um bilhão de de dólares pelo Governo Bush
para ajudar na recuperação de aeródromos e áreas
urbanas destruídas pelos bombardeios aéreos da
Coalizão.

O Grupo é administrado por uma equipe anterior do
Governo norte-americano. O pessoal incluirseu presidente
Carlucci Franco, deputado e ex-diretor da CIA antes de
se tornar Secretário de Defesa, e esteve também
envolvido no contra golpe em Portugal no 25 de novembro
de 1975. Seu deputado é James Baker II, que era
Secretário de Estado sob o governo de George Bush, o
pai. Vários altos políticos anteriores são empregados
para representar a companhia no estrangeiro, entre eles
John Major, Primeiro-Ministro Britânico anterior, junto
com George Bush, um diretor mais antigo da CIA no tempo
antes de tornar presidente de U$A.

Os ativos financeiros da Corporação Saudita de Binladen
(SBC) também são administrados pelo Grupo de Carlyle. O
SBC é encabeçado por membros da família de Osama bin
Laden, quem inicailmente jogou um papel em favor de
George W. Bush. para conseguir privilégios na concessão
de petróleo de Barém quando era presidente da companhia
de óleo Texano, a Corporação de Energia de Harken - um
negócio que fez a família Bush ganhar milhões de
dólares. O Salem, irmão de Osama bin Laden, foi
representado na planilha de diretores de Harken pelo
seu agente Americano, James R. Bath.

A conexão entre os Bush e as famílias de bin Laden
também podem ser traçadas no colapso do Banco de Crédito
Para Comércio Internacional (BCCI) nos anos 1990. Os
membros na lista de diretores do banco Anglo Paquistanês
incluiu Richard Helmes e William Casey, sócios de George
Bush e, antes disso, agentes da CIA. Durante sua gestão
no BCCI tanto Helmes como Casey trabalharam ao lado do
diretor da companhia, Khasshoggi de Adnan, que também
representou a família de bin Laden e seus interesses nos
Estados Unidos.

Os jornais de Portugal entrevistaram uma fonte de
confiança do Carlyle Grupo que se encontra em Lisboa que
contou a história e que discutirá o relacionamento entre
a Corporação Saudita de Binladen (SBC) e Osama bin
Laden. Muitos oficiais de U$A reivindicam que o SBC
continue a financiar suas atividades políticas, como
fazem então durante anos muitos. Se verdade, isto
colocaria George Bush Pai e seus colegas no Grupo de
Carlyle numa posição embaraçosa. Como gerentes dos
investimentos financeiros de SBC eles podem ser acusados
de, indiretamente, ajudar e auxiliar o Inimigo Público
Número Um dos Estados Unidos.





*******
********
****** Serviço de Notícias A-Infos *****
Notícias sobre e de interesse para anarquistas

******
ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
WWW: http://www.ainfos.ca/org
INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
a mensagem seguinte:
unsubscribe a-infos
subscribe a-infos-X
onde X= pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)

A-Infos Information Center