A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ All_other_languages _The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) Brasil: Anarquistas e simpatizantes tomam as ruas de Salvador em protesto contra ALCA

From a-infos-pt@ainfos.ca
Date Sat, 2 Nov 2002 15:59:37 -0500 (EST)


   ______________________________________________________
      A - I N F O S  S e r v i ç o  de  N o t í c i a s
                  http://www.ainfos.ca/
              http://ainfos.ca/index24.html
     ________________________________________________

  
http://www.midiaindependente.org:8081//front.php?article_id=40729

Anarquistas, estudantes universitários,  secundaristas e muitos
punks saíram ontem em protesto contra a ALCA. A manifestação,
marcada para as 16 horas, iniciou-se apenas uma hora mais tarde
quando novas faixas e instrumentos musicais chegaram para
complementar a passeata. O ato começou com a concentração da
multidão no Campo Grande e só acabou quando os manifestantes,
parando as vias durante todo o percurso, chegaram na Praça da
Sé.

    Integrados aos protestos anti-ALCA que estão ocorrendo por
toda a América, o movimento anarquista de Salvador, com a ajuda
de inúmeros simpatizantes dos coletivos libertários, organizou
um ato pacífico e apartidário que tinha como principal objetivo
denunciar os prejuízos que a adesão à ALCA e a conseqüente queda
das barreiras nacionais de proteção comercial trariam para  a
população dos países de terceiro mundo. O ato contou com a
presença de pouco mais de 100 pessoas, número este relativamente
grande para uma manifestação independente e apartidária em
Salvador.

    Destaque para o grupo de percussão Batucaí que, com seus
instrumentos musicais feitos de latas e baldes, embalou 
os manifestantes com batidas do black block – estratégia de
manifestação de rua típica dos movimentos europeus
anti-globalização – de maracatu e samba. “O batuque e a ausência
do carro de som deu um astral totalmente diferente e mais
animado para a manifestação”, diz a secundarista Priscila
Mendonça do Colégio Antônio Vieira.

    Problemas ocorreram com alguns motoristas no trânsito que se
irritavam por causa da paralisação das vias. Um taxista,
forçando a passagem pelo meio dos manifestantes, jogou o carro
em cima de um punk que panfletava e distribuía o jornal Ação
Direta. “Ele jogou mesmo o carro pra cima de mim pensando que
iria me irritar com isso”, disse o rapaz que preferiu não se
identificar. Felizmente, nada de grave aconteceu. 

    A panfletagem também ocorreu nas lojas, lanchonetes e dentro
de uma igreja. Apesar de estranharem as vestimentas de alguns
dos manifestantes punks, ao lerem os panfletos, muitos acenavam
afirmativamente, concordando com a causa do protesto.

 O ato terminou na Praça da Sé com muita dança, música e poesia
de rua. A polícia não apareceu e nada foi noticiado nas mídias
convencionais

----------------------------------
(c) Copyleft Centro de Mídia Independente


*******
                                ********
            ****** Serviço de Notícias A-Infos *****
         Notícias sobre e de interesse para anarquistas

                                ******
                 ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
                 RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
                 AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
                 WWW: http://www.ainfos.ca/org
                 INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
 a mensagem seguinte:
                    unsubscribe a-infos
                    subscribe a-infos-X
onde X=  pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)


A-Infos Information Center