A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ All_other_languages _The.Supplement
{Info on A-Infos}

(pt) Brasil: Informe detalhado sobre despejo da ocupação Carlos Lamarca em Osasco

From zumbi@riseup.net
Date Sun, 8 Dec 2002 10:58:49 -0500 (EST)


   ______________________________________________________
      A - I N F O S  S e r v i ç o  de  N o t í c i a s
                  http://www.ainfos.ca/
              http://ainfos.ca/index24.html
     ________________________________________________

Segue um informe mais detalhado do 
despejo da ocupação Carlos Lamarca em 
Osasco. A situação é muito difícil. Não há 
nenhuma estrutura, o apoio é escasso 
e as ameaças vêm de todos os lados. É hora 
d@s militante sincer@s (que não têm 
o rabo preso) se mobilizarem na solidariedade 
ativa. Divulguem o máximo 
possível.

Outras informações em www.midiaindependente.org

OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!
ATÉ A VITÓRIA FINAL


De: cesaremb 
Para: asrio@bol.com.br 
Cc: 
Data: 06/12/2002 09:38
Assunto: Re:URGENTE: desocupação

Realmente é a situação do cão e ai vão várias 
notícias para vocês, em um relato 
que pretendo mais ou menos completo:

1) as negociações com o desgraçado do governo de 
SP se arrastaram por mais de 
quatro meses e nada. Firmamos um acordo com eles 
e começamos as negociações. 
Eles nos solicitaram que apresentassemos propostas de área, apresentamos 
várias, finalmente se fixou em uma de Itapevi 
onde o proprietário já é identificado como grileiro, deve mais de R$ 
10.000.000,00 (!!!!!!)de impostos para o município, o estado e da união, 
apresentamos um projeto de produção para a área, eles ficaram de 
acertar a compra da área pelo governo do Estado, a prefeitura ficou de acertar 
tudo em termos de zoneamento urbano.

2) finalmente, duas semanas atrás, o Secretário da Justiça, Alexandre Morais
(guardem este nome)chamou o pessoal lá e disse que o prazo limite era 05/12, 
pois já tinha uma ordem de reintegração de posse e que o que ele tinha era ou 
uma área no interior de SP (Iaras) ou uma área para 200 famílias 
em regime de mutirão em Guarulhos.

3) Respondemos que o interior de SP estava descartado porque as famílias eram 
de Osasco e região, seus vinculos familiares, de amizades, profissionais, etc. 
estavam aqui e seria uma aberração o pessoal ser deslocado para lá; depois nos 
chamava a atenção ele oferecer uma área em uma cidade (Iaras) onde existiam 
conflitos de terra, onde o MST atuava e onde estava ocorrendo uma desocupação. 
Quanto a Guarulhos perguntamos como ele propunha que selecionássemos as 200 
famílias entre as 2000 do acampamento, ele estava propondo que fizemos sorteio, 
instalássemos um circo romano, etc.

4) A resposta dele foi que aquela era proposta final e ficava na nossa mão, no 
dia 05/12 a PM estaria em Osasco para a desocupação. Se tentou mais alguns 
contatos e este desgraçado pura e simplesmente cortou o contato.

5) Diante disso, no dia 02/12 saiu uma marcha do acampamento, com mais de 1000 
pessoas, as quais se juntaram mais 200/300 do Anita e foi para a porta do 
Palácio do Morumbi. A marcha acampou na porta do palácio e milagrosamente o 
nosso pessoal foi chamado para negociar.

6) O Chefe da Casa Civil (Rubens Lara - mais um nome para guardar), o 
Secretário da Habitação (Francisco Prado - outro nome) e o da Justiça 
apresentaram uma proposta de uma outra área em Guarulhos, onde cabia todo 
mundo, mas não podiam dizer onde era. Queriam que aceitássemos no escuro. Nosso 
pessoal respondeu que assim não tinha negócio e então, na 3ª feira(03/12) eles 
abriram a área, pedimos para ir lá verificar e na 4ª pela manhã o pessoal foi 
lá. Se constatou que a área era boa, apesar de exigir um deslocamento muito 
grande das famílias de Osasco para lá (75 km.).

7) Se avaliou a situação e se verificou que:
a) não era o nosso projeto ter mais um acampamento em Guarulhos. Mas sim em 
Osasco.
b) as famílias são de Osasco, sua vida está lá, seus laços também.
c) a prefeitura de Guarulhos (PT - Eloi Pietá - mais um nome) é contra a ida de 
mais um acampamento para lá.
d) que, apesar de tudo isso, não se tinha condições de resistência no local ou 
de ir para outra área na região. Além de termos problemas internos no 
acampamento.
e) diante de tudo se aceitava a proposta do Governo do Estado, com as seguintes 
condições:
e.1) garantia de transporte para as coisas e pessoas (Onibus e caminhões).
e.2) fornecimento pelo governo de lona e materiais para o pessoal construir os 
seus novos barracos.
e.3) fornecimento pelo governo de cestas básicas por um período de 6 meses.
e.4) garantia de transporte de crianças em idade escolar entre Guarulhos (onde 
passariam a morar) e Osasco (onde estão matriculadas).
e.5) suspensão da ação policial para reintegração de posse.

8) Na noite do dia 04/12 foi feita uma reunião com os secretários e o movimento 
e foi assinado um acordo com todos os itens acima (temos cópia assinada em 
nosso poder)e ficou acertado que o pessoal começaria a se deslocar de Osasco 
para Guarulhos na manhã do dia 05/12.

9) Diante disso o pessoal que estava acampado na porta do palácio, levantou o 
acampamento e voltou para Osasco, para começar a preparar as coisas.

10) Na manhã do dia 05/12, no entanto, o estado burguês mostrou a sua 
verdadeira face. Polícia, agressões, ordens de prisão, tratores derrubando 
barracos com gente e coisas dentro, etc., etc., etc., como vocês viram. Tudo 
isso debaixo de chuva, fome, desespero, raiva, ódio, etc., etc., etc.

11) Mas, de qualquer forma, conseguimos articular o apoio, pressionamos os 
secretários e conseguimos afastar a policia, acelerar a mudança e arrumar pelo 
menos comida. Mas as lonas que deviam vir, nada. Ironia, canalhice, falta de 
vergonha, etc.

12) Nossa gente, agora, respondendo sua pergunta, está ainda uma parte em 
Osasco outra em Guarulhos, no relento, sem abrigo. Homens, mulheres, crianças, 
velhos, gravidas, doentes, etc., entregues ao tempo. Procuramos no limite das 
nossas forças ajudar, arrumar, organizar e chorar juntos. O que está nos 
mantendo de pé é o amor por nossa gente e o ódio ao inimigo.

13) Nenhum apoio concreto dos parlamentares "de esquerda" (seja lá o que for 
isso neste país), nem de entidades democráticas. Contamos conosco, com os 
militantes sinceros, com aqueles que estão dispostos a cair lutando. 
Descobrimos muita gente valiosa e estamos juntos com eles. Estamos lutando.

14) Mas a história não termina aí, hoje (06/12) somos surpreendidos pela 
informação que a prefeitura dos trabalhadores de Guarulhos, com o canalha do 
Elói Pietá à frente, chamou a Guarda Civil Municipal para impedir a chegada do 
restante dos acampados em Guarulhos e está articulando a expulsão dos que lá 
estão. Já não bastasse a ação do inimigo declarado de classe (a burguesia) 
ainda temos que agüentar a ação dos seus lacaios, de seus jagunços e daqueles 
que, dizendo que lutam pelos trabalhadores, agem a serviço da burguesia, a 
social democracia. Nada disso deveria ser surpresa, mas não podemos deixar de 
nos indignar. Dá para imaginar o que será o próximo governo popular a nivel 
federal (!!!!).

15)Você me perguntar o que fazer. Tudo. Preciso de tudo e de qualquer coisa. 
Precisamos de socorro, de ajuda, de apoio, de solidariedade, de afeto, de 
comida, de dinheiro, de lona, de material de construção, de móveis, de dinheiro 
de novo, de roupas, de tudo. As pessoas perderam o pouco (que já era uma 
miséria desgraçada) que tinham. Precisamos principalmente que o ódio, a raiva, 
se traduza em ação, já!!!!! Organizem, juntem, acumulem e nos enviem o que 
vocês conseguirem arrumar do que falei acima.

16) Mas também precisamos de apoio político, que divulguem o que aconteceu 
(pode usar o meu e-mail mesmo), denunciem!!! Chamem as pessoas para se 
mobilizar e lutar. Procurem entidades, personalidades, etc. Mandem mensagens de 
apoio. Pode usar o nosso e-mail mesmo, depois a gente divulga.

17) MAS, PRINCIPALMENTE, É PRECISO DIZER PARA TODOS: NÃO ESTAMOS QUEBRADOS, 
CONTINUAMOS LUTANDO, NOSSO POVO ESTÁ MAIS FORTE DO QUE NUNCA, NUNCA ACHAMOS QUE 
IRÍAMOS VENCER NO PRIMEIRO EMBATE, TIVEMOS QUE RECUAR, SOFREMOS, MAS ISTO É A 
PREPARAÇÃO PARA NOVAS LUTAS E VITÓRIAS QUE VIRÃO, POIS SOMOS O MELHOR DESTE 
MAIS, SOMOS O NOSSO POVO QUE DESPERTA E LUTA PARA TRANSFORMAR O NOSSO SONHO 
REALIDADE.

18) COMO DIZIA CARLOS LAMARCA: OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!!! A LUTA CONTINUA!

um abraço para todos e todas







*******
                                ********
            ****** Serviço de Notícias A-Infos *****
         Notícias sobre e de interesse para anarquistas

                                ******
                 ASSINATURAS: lists@ainfos.ca
                 RESPONDER: a-infos-d@ainfos.ca
                 AJUDA: a-infos-org@ainfos.ca
                 WWW: http://www.ainfos.ca/org
                 INFO: http://www.ainfos.ca/org

Para receber a-infos numa língua apenas envie para lists@ainfos.ca
 a mensagem seguinte:
                    unsubscribe a-infos
                    subscribe a-infos-X
onde X=  pt, en, ca, de, fr, etc. (i.e. o código de idioma)


A-Infos Information Center