A - I n f o s
a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **

News in all languages
Last 30 posts (Homepage) Last two weeks' posts

The last 100 posts, according to language
Castellano_ Català_ Deutsch_ English_ Français_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ All_other_languages
{Info on A-Infos}

(pt) Apresentação da Marcha Mundial de Mulheres do Ano 2000

From rop44087@mail.telepac.pt
Date Sat, 19 Feb 2000 15:41:03 -0500


 ________________________________________________
      A - I N F O S  N E W S  S E R V I C E
            http://www.ainfos.ca/
 ________________________________________________

Lisboa, 2 de Fevereiro de 2000

A Plataforma Nacional da Marcha Mundial de Mulheres do Ano 2000

Na sequência da Conferência de Pequim(1995), onde foi lançada a ideia de uma iniciativa mundial contra a pobreza, a
Federação de Mulheres do Quebec, aceitando o desafio, inicia o projecto da Marcha Mundial de Mulheres contra a Pobreza e
a Violência.

Realizou o seu primeiro encontro internacional (Montreal, Outubro/98) com a presença de 140 delegadas de 65 países de
todos os continentes. Daqui saiu um Comité de Ligação Internacional composto por 40 mulheres de diferentes regiões do
mundo, com a responsabilidade de preparar a primeira reunião europeia (Paris Abril/99). Portugal foi um dos 25 países
presentes e passou a integrar, com mais 8 países, o Comité de Ligação Europeu ao Comité Internacional e o Secretariado
Europeu de Coordenação da Marcha.

Foi aprovado um “Apelo às mulheres da Europa” onde ficou definida a data da Marcha na Europa - 14 de Outubro – e
Bruxelas como o local da sua realização.

Em Abril de 1999, a UNESCO declarou publicamente o seu apoio à Marcha.

Dia 8 de Março – Dia Internacional da Mulher – a Marcha inicia-se por todo o mundo, com acções programadas pelas
organizações aderentes, que confluirão em espiral, e faseadamente, para uma Marcha Mundial, junto ao edifício das Nações
Unidas, em Nova Iorque, no dia 17 de Outubro do ano 2000 – Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.

Sob o lema mundial: 2000 boas razões para marchar, as mulheres no mundo marcham com o intuito de estimular um vasto
movimento de solidariedade de mulheres; marcham para promover a igualdade, a justiça social e a paz, exigindo à ONU e
aos seus estados membros medidas concretas para:

eliminar a pobreza e assegurar uma justa distribuição da riqueza do planeta entre ricos e pobres e entre homens e
mulheres
eliminar a violência contra as mulheres e assegurar a igualdade entre mulheres e homens.

Em Portugal, foi constituída uma Plataforma Nacional da Marcha, que elaborou um apelo nacional e um caderno de
reivindicações e que integra, até ao momento, as seguintes organizações nacionais:

ANAFRE-Associação Nacional de Freguesias
APRODIH-Associação Promotora dos Direitos Humanos
Associação Caboverdiana
Associação ILGA-Portugal – Grupo de Mulheres
AMCV-Associação de Mulheres Contra a Violência
Associação "Olho Vivo"
APD-Associação Portuguesa de Deficientes
Associação Portuguesa A Mulher e o Desporto
ATTAC-Associação para a Taxação das Transacções Financeiras para Ajuda ao Cidadão
Beira Serra
CGTP-IN
CIL- Coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Cintura Industrial de Lisboa
Conselho Português para a Paz e Cooperação
Clube Safo
Departamento Feminino da UDP/Madeira
Departamento de Mulheres USAM
FERLAP-Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais
Frente Anti-Racista
INTER-REFORMADOS
JCP-Juventude Comunista Portuguesa
JOC-Juventude Operária Católica
MARP-Associação de Mulheres Agricultoras e Rurais Portuguesas
Movimento Democrático de Mulheres
Mulheres do PSR
MURPI
OMC-Organização das Mulheres Comunistas
Organização de Mulheres da CDU/Madeira
"O Ninho"
SEIES-Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social
Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal
SPGL-Sindicato dos Professores da Grande Lisboa
SINQUIFA-Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Centro, Sul e Ilhas
Sindicato dos Trabalhadores dos Bordados, Tapeçarias, Texteis e Artesanato
UMAR-União de Mulheres Alternativa e Resposta
União dos Sindicatos do Distrito de Leiria




                       ********
               The A-Infos News Service
      News about and of interest to anarchists
                       ********
               COMMANDS: lists@tao.ca
               REPLIES: a-infos-d@lists.tao.ca
               HELP: a-infos-org@lists.tao.ca
               WWW: http://www.ainfos.ca
               INFO: http://www.ainfos.ca/org

 To receive a-infos in one language only mail lists@tao.ca the message
                unsubscribe a-infos
                subscribe a-infos-X
 where X = en, ca, de, fr, etc. (i.e. the language code)


A-Infos
News